27 reúnem-se numa videocimeira para discutir restrições e a aceleração do processo de vacinação

Yves Herman / Pool / EPA

Esta quinta-feira, os 27 reúnem-se virtualmente, numa cimeira coordenada, a partir de Bruxelas, pelo presidente do Conselho Europeu Charles Michel. 

Segundo apurou a TSF, na videocimeira desta quinta-feira, os governos deverão reconhecer que a situação epidemiológica na Europa “é grave” e deverão apoiar a necessidade de manter “restrições rigorosas”.

“Continua a ser um desafio, devido ao surgimento de novas variantes e à necessidade de encontrar o equilíbrio certo entre as restrições e o fluxo regular de bens e serviços no mercado único”, escreveu Charles Michel na carta convite que endereçou aos governos dos Estados-Membros.

Sobre a possibilidade de endurecer medidas nas fronteiras, vários países expressaram a sua preocupação, já que pode ter consequências nas cadeias de transporte de bens no mercado interno. As viagens não-essenciais, por outro lado, deverão continuar limitadas.

Já em relação à certificação de imunidade, os 27 Estados-membros deverão apelar a “uma abordagem comum nos certificados de vacinação”, lê-se num documento de trabalho consultado pela rádio.

Charles Michel salientou que uma das suas prioridades continua a ser a aceleração da vacinação em toda a União Europeia, mas, para isso, não basta vontade política. O Conselho Europeu “exigirá, por exemplo, a procura de soluções para aproximar os fabricantes das cadeias de abastecimento, a fim de aumentar a produção na UE”.

A TSF destaca que os governos europeus vão incentivar “os esforços adicionais” da Comissão Europeia para aumentar a capacidade de imunização, nomeadamente abordando a indústria. “Também inclui garantir que as entregas de vacinas sejam previsíveis e que as empresas farmacêuticas cumprem compromissos”, referiu o presidente do Conselho Europeu.

Na carta convite, Charles Michel sublinhou que, além dos temas mais prementes, “há mérito em começar a fazer um balanço das lições aprendidas com a nossa experiência até agora”.

Desta forma, é previsível que, na cimeira, o Conselho Europeu peça à Comissão para apresentar um relatório que sintetize a aprendizagem ao longo deste ano marcado pela pandemia de covid-19. O trabalho deverá estudar a partilha de informações, a coordenação, os contratos conjuntos ou as formas de garantir uma capacidade de produção na Europa e de criar reservas estratégicas.

Na sexta-feira, o debate vai centrar-se sobre Segurança e Defesa, com a presença do Secretário-Geral da NATO, Jens Stoltenberg, no início da vídeocimeira, para uma “troca de opiniões sobre a cooperação UE-NATO”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …