Algarve paga 2400 euros por fim de semana a pediatras e obstetras

Para assegurar urgências das maternidades, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve paga 50 euros por hora a alguns especialistas.

O Centro Hospitalar do Algarve está a pagar 50 euros à hora a médicos pediatras e obstetras de outras regiões do país para assegurar as urgências.

Há médicos, sobretudo da região norte, que aproveitam os voos low cost entre Porto e Faro para irem fazer turnos de 24 e 48 hora nas maternidades do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA). Os especialistas chegam a ganhar cerca de 400 euros or f de semana, avança o Jornal de Notícias.

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) garante que esta situação se mantém há alguns anos, principalmente no verão, relativamente a outras especialidades. No entanto, no que diz respeito aos obstetras e pediatras, as carências são tantas que obrigam a que se recorra a prestação de serviços durante todo o ano.

“Os valores que pagamos aos médicos são variáveis. Há uma coisa que se chama oferta e procura e, evidentemente que nas especialidades mais raras, em que há uma maior carência de médicos, serão mais elevados”, afirmou Ana Paula Gonçalves, presidente do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), ao JN.

Jorge Roque Cunha, do sindicato, referiu que “alguns destes médicos vão fazer banco sendo chefiados por médicos que não ganham nem metade disso”, considerando que isto pode levar a “um problema grave“.

Os valores de referência para estas zonas são de 29 euros/hora.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto é obsceno. Num país em que grande parte da população vive com o salário mínimo ou pouco mais do que isso vêm estes ganhar mais do que isso num só fim-de-semana. São ainda piores do que os políticos.

  2. porque nao fazem como fazem aos agentes de autoridade?
    sao colocados onde fazem falta e nao onde querem.
    se quando acabassem os cursos os colocassem onde fazem falta, isto nao nao acontecia
    é uma classe que faz o que quer.
    desde quando é que para haver medicos nos hospitais é preciso contrata-los a uma empresa e essa empresa é que decide onde eles sao colocados.
    se querem trabalhar aceitam as condiçoes que lhes dao, caso contrario tirem-lhes as licenças
    ha uns anos um ministro da saude quis colocar os medicos onde eram precisos, a ordem dos medicos disse logo que nao porque nao podiam obrigar um medico a ir para onde ele nao queria.
    eles querem ficar nas grandes cidades por causa das clinicas e hospitais privado (onde se ganha dinheiro)

  3. se o valor de referencia é de 29€ hora, é fazer as contas e um serviço de 24 horas fica por 1200€, se por hipótese, as horas além das 8 normais forem faturadas a 100% do valor base.

RESPONDER

Vieira define prazo para Jesus responder. Quinta-feira é o "Dia D"

A imprensa desportiva escreve esta segunda-feira que o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, definiu um prazo para Jorge Jesus, atual treinador do Flamengo, sinalizar se tem ou não interesse em regressar à Luz. De …

Surtos em lar e infantário fazem 38 infetados nas Caldas da Rainha

Dois surtos de covid-19 foram detetados num lar e num infantário nas Caldas da Rainha, com um total de 38 pessoas infetadas, cinco das quais crianças, confirmou este domingo à agência Lusa o presidente da …

Mais seis mortes e 232 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, nesta segunda-feira, mais seis mortes por covid-19 e mais 232 novos casos, dos quais 195 na região de Lisboa e Vale do Tejo. O boletim epidemiológico desta segunda-feira, divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), …

Quebras no turismo triplicam desemprego no Algarve

O desemprego no Algarve aumentou mais de 200% em maio para quase 28 mil desempregados, atingindo sobretudo o setor da hotelaria, que desespera pela chegada de turistas para atenuar o "golpe" de quase três meses …

Marques Mendes elogia "voz independente" de Medina (e diz que a TAP pode ser um crematório político)

Luís Marques Mendes elogiou neste domingo as críticas que o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, fez ao combate à pandemia, considerando ainda que a resolução da TAP, que culminou na saída de David …

O “Grenadier” já não vai ser português. Fabricante automóvel Ineos desiste de fábrica em Estarreja

A INEOS Automotive, empresa do ramo automóvel, transmitiu à Câmara de Estarreja que vai suspender o investimento de 300 milhões de euros numa fábrica no concelho, revelou este domingo fonte municipal. "A empresa transmitiu à Câmara …

Grécia e Austrália recuam na abertura de fronteiras. Marrocos isola cidade após recorde de casos

Grécia e Austrália anunciaram neste fim-de-semana um recuo na abertura das suas fronteiras, enquanto que Marrocos isolou uma cidade após um número recorde de novas infeções de covid-19 registadas em 24 horas. A Grécia anunciou …

Dinheiro dos pobres usado para "vida de luxo". Presidente, mulher e filha da Mão Amiga acusados

O presidente da Associação Mão Amiga, em Gulpilhares, Vila Nova de Gaia, a mulher e a filha foram acusados pelo Ministério Público (MP) de usarem o dinheiro da instituição para pagarem uma "vida de luxo". …

Fisco tem por cobrar 15 mil milhões de euros em impostos

O Jornal Económico escreve esta segunda-feira que a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) tem por cobrar 14.919 milhões de euros em impostos. De acordo com o diário de economia, mais de metade da dívida dos contribuintes está …

"Armada espanhola" assegura 70% do mercado das obras públicas em Portugal

As empresas espanholas estão a assegurar 70% do mercado das obras públicas em Portugal, escreve esta segunda-feira o jornal Público, citando uma análise ao Portal Base, às obras públicas acima de sete milhões de euros No …