2020 regista descida de acidentes rodoviários, mortos e feridos durante os primeiros 8 meses

André Gustavo Stumpf / Flickr

O número de acidentes rodoviários, de vítimas mortais e de feridos diminuiu nos primeiros oito meses deste ano, em relação ao período homólogo de 2019, indica um relatório da Segurança Rodoviária.

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) publicou hoje um relatório de sinistralidade e fiscalização rodoviária, relativo aos primeiros oito meses do ano, indicando em 2020 se registaram menos 6267 acidentes com vítimas (-27%), menos 58 vítimas mortais (-18,5%), menos 334 feridos graves (-21,7%) e menos 8484 feridos leves (-30,1%), do que em 2019.

De janeiro a agosto foram registados 16.941 acidentes com vítimas no continente, dos quais resultaram 255 óbitos ocorridos no local do acidente, ou durante o transporte até à unidade de saúde, 1202 feridos graves e 19733 feridos leves.

Segundo o documento, no período em análise, 64,4% do total dos acidentes registaram-se em cinco distritos: Lisboa (21,0%), Porto (17,8%), Braga (9,6%), Aveiro (8,2%) e Setúbal (7,8%).

Mais de metade das vítimas mortais (51,3%) registaram-se sob responsabilidade da Infraestruturas de Portugal (39,2%), Ascendi (5,1%), Brisa (3,9%) e Câmara Municipal de Lisboa (3,1%).

O relatório dá ainda conta que a colisão foi a natureza de acidente mais frequente (51,2%) com o maior número de feridos tanto graves como ligeiros, apesar do maior número de mortes ter decorrido de despistes (47,1%).

Segundo a ANSR, face ao mesmo período do ano passado, os despistes ocorridos nos primeiros oito meses do ano, provocaram menos 28 vítimas mortais (-18,9%) e 85 feridos graves (-14,6%).

“Nos atropelamentos registaram-se menos duas vítimas mortais (-4,7%) e menos 112 feridos graves (-40,0%), sendo que nas colisões observou-se uma diminuição de 28 vítimas mortais (-23,0%) e 137 feridos graves (-20,4%)”, indica o relatório.

Quanto ao tipo de via, a maioria dos acidentes com vítimas ocorreram em arruamentos (63,1% dos acidentes, 34,9% dos mortos, 44,3% dos feridos graves e 61,1% feridos leves) e o maior decréscimo de mortos registou-se nas estradas nacionais (-15) e o de feridos graves em arruamentos (-188) face ao mesmo período de 2019.

O relatório indica ainda que 65,9% das vítimas mortais eram condutores, 16,9% passageiros e 17,3% peões e, comparativamente com o período homólogo de 2019.

No caso dos feridos graves, a proporção de condutores foi superior (68,7%), enquanto a de passageiros aumentou para 17,2% e de peões diminuiu para 14,1%. Em comparação com igual período do ano passado, houve menos 21,9% dos condutores mortos e menos 42,1% de peões gravemente feridos.

Quanto aos veículos que tiveram envolvidos em acidentes, os automóveis ligeiros foram a maioria (74,4%).

Na área da fiscalização, refere-se que foram vistos mais de 70 milhões de veículos entre janeiro e agosto, o que significa um aumento de 31% em comparação com o período homólogo de 2019, devido ao acréscimo de 37,2% dos sistemas de radares da ANSR e de 39,4% dos radares da Polícia Municipal de Lisboa.

Nestas ações foram detetadas mais de 844 mil infrações, o que representou uma redução de 1,8% face ao ano anterior, sendo o excesso de velocidade (63,9% das vezes) a contraordenação mais registada.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. claro que os acidentes baixaram. estivemos algum tempo sem transito devido à pandemia
    nao foi por causa de campanhas rodoviarias (que nao existem)

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …