Um total de 19.359 agregados pagaram adicional de solidariedade do IRS

(dr) Laura Haanpaa

Entre o Continente e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira são 19.359 os agregados com rendimento coletável acima dos 80 mil euros e que, por esse motivo, foram chamados a pagar taxa adicional de solidariedade do IRS.

Em causa está uma taxa adicional de IRS de 2,5% aplicável ao rendimento coletável (depois de aplicada a dedução específica ou, quando superiores, os descontos para a Segurança Social) superior a 80 mil euros e 5% na parte que supere os 250 mil euros anuais.

De acordo com as estatísticas o IRS de 2019 (cuja declaração foi entregue em 2020), agora divulgadas pela Autoridade Tributária e Aduaneira foram 18.701 os agregados residentes no Continente que suportaram este adicional de solidariedade naquele ano, a que se somam 378 contribuintes dos Açores e 280 da Madeira.

Os mesmos dados – que pela primeira vez discriminam este tipo de informação – indicam que em todas estas geografias se verifica uma tendência de subida do número de pessoas com rendimentos suscetíveis de entrarem no raio de alcance desta taxa adicional do IRS de 2017 em diante.

Dos 18.701 agregados do Continente que pagaram este adicional de solidariedade, a maior parte (17.413) enquadrou-se no primeiro escalão, ou seja, foi tributado pela taxa de 2,5% que incide sobre rendimentos coletáveis superiores a 80 mil euros e até 250 mil euros anuais.

Nos açores, foram 372 os que pagaram os 2,5%, havendo seis agregados que ‘passaram’ para o patamar seguinte, de 5%, enquanto na Madeira os números foram de, respetivamente, de 270 e 10.

Relativamente ao montante total do imposto resultante da aplicação da taxa adicional, a AT assinala que o mesmo ascende a 37,7 milhões de euros, sendo que 42,57% refere-se ao 1.º escalão e 57,43% ao 2.º escalão.

Esta taxa adicional tem sofrido vários ajustes ao longo dos anos, à semelhança do que tem sucedido com o número e respetivos limites dos escalões de rendimentos, bem como das taxas que lhes são aplicáveis.

Lançada como medida temporária, este adicional ganhou caráter permanente com o Orçamento do Estado para 2012 (OE2012) a prever que daí em diante era aplicada uma taxa adicional de 2,5% ao quantitativo do rendimento coletável superior a 153.300 euros.

Um ano depois, e na sequência da redução do número de escalões então observada, o OE2013 criou dois escalões, determinando que “o quantitativo da parte do rendimento coletável que exceda 80 000 euros, quando superior a 250.000 euros, é dividido em duas partes: uma, igual a 170.000 euros, à qual se aplica a taxa de 2,5 %; outra, igual ao rendimento coletável que exceda 250.000 euros, à qual se aplica a taxa de 5%”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …