16 mil funcionários públicos reformaram-se, em 2021

É o segundo número mais elevado desde 2017. Mas há uma descida em relação aos números de 2020.

Em 2021, em Portugal, houve 16.078 funcionários públicos que se retiraram oficialmente da sua profissão.

Os números da reforma foram divulgados pela Síntese da Execução Orçamental, relativos aos reformados que entraram nas contas da Caixa Geral de Aposentações.

É o segundo número mais elevado dos últimos cinco anos mas houve uma descida mínima em relação a 2020, ano que registou 16.696 reformas na função pública.

No entanto, comparando com outro registo recente, de 2016, verifica-se que estes 16 mil aposentados são praticamente o dobro do número de cinco anos antes: 8.727 reformas.

Até Dezembro do ano passado, havia 414.572 reformas por velhice e outros motivos, e ainda 67.370 reformas por invalidez.

No entanto, há 16 anos que não há novos subscritores na Caixa Geral de Aposentações. Todos os funcionários públicos que se reformaram desde Janeiro de 2006 passaram a ser inscritos na Segurança Social.

Isso contribuiu para que, na última década, a média de subscritores tenha descido 3,2% em cada ano.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.