Zoo de Santiago sacrifica leões para salvar um suicida

10

(AD)

Ataque de leão a um suicida no zoo de Santiago do Chile

O Jardim Zoológico de Santiago do Chile sacrificou este sábado as vidas de dois leões para salvar um homem que tentou se suicidar, entrando na jaula dos felídeos.

A directora do Zoológico Nacional do Chile, Alejandra Montalva, explicou que, segundo o protocolo de segurança do espaço, “quando está em risco a vida de uma pessoa, é preciso sacrificar os animais”.

“O suicida forçou a sua entrada na dos leões, tirou a roupa e começou a espicaçar os animais”, relatou a directora, citada pela agência AFP.

“Foi infelizmente necessário sacrificar os dois animais para tentar salvar a vida do homem“, disse Alejandra Montalva.

“Não havia outra forma, as drogas analgésicas demoram 3 a 4 minutos a actuar, e estava em jogo uma vida humana”, explicou.

“Estamos muito consternados pela perda destes dois animais, eram parte da nossa família“, acrescentou a responsável.

Os dois leões, um macho e uma fêmea provenientes de África, viviam no Zoológico Nacional do Chile há mais de 20 anos.

Segundo a rádio chilena Tele13, o homem foi transportado para um centro hospitalar, com ferimentos graves, encontrando-se internado numa unidade de cuidados intensivos em grave risco de vida.

Nas suas roupas terá sido encontrada uma nota de suicídio.

Segundo testemunhas do incidente, o suicida, de nome Franco Luis Ferrada e com cerca de 20 anos, forçou a entrada na jaula dos leões, tendo proferido exclamações religiosas acerca da chegada do Apocalipse.

Os leões terão inicialmente tentado “brincar” com o suicida, após o que terão atacado, abocanhando-o na região lombar e dorsal.

Na altura do incidente, o Zoológico estava cheio de visitantes, devido ao feriado local que se celebrava este sábado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

ZAP

10 Comments

  1. È triste a morte dos animais, porque possivelmente o suicída vai morrer também dos ferimentos e se não morrer dos ferimentos…vai tentar matar-se outra vez…e outra vez…até conseguir

  2. Estes idiotas dos “amiguinhos do animais” já metem nojo! Que se lixem os animais quando se trata de uma vida humana, mesmo que venha a morrer tentou-se!!!

  3. O JN até te esqueces que também és um animal, e pelos vistos dos mal formados.
    Os “amiguinhos dos animais” são assim porque não olham só para os próprios umbigos.
    Uma coisa era o “animal” ter caído ou ser atirado lá para dentro contra sua vontade, outra é o “animal” se ter lá ido meter com a intenção de provocar danos, pena que os danos tenham ido parar aos animais que não tinham nada a ver com o que aquele “animal” tinha na ideia… quer-se suicidar que se atire para frente de um comboio de carga.

    • Cada vez gosto menos de gente que gosta de animais ao ponto de preterir a vida dum bicho a um ser humano. Essa gente ferrenha é que devia ser deitada aos animais e viviam felizes para sempre.

    • Olha! Vai apanhar morangos, queria ver se fosse teu pai, mãe, filho, irmão ou outra pessoa de quem tivesses alguma estima! Mal formado és tu que antes de valorizar o teu semelhante, valorizas o teu cãozinho de estimação, o teu “brinquedo”! E olhar para os nossos “brinquedos” de estimação é olhar para o nosso umbigo, é o mais puro dos egoísmos! Mas falar com pessoas como tu, os “amiguinhos dos animais” (espero que entendas o porquê de colocar dentro de aspas, o que entendo será difícil para ti) é quase como falar para uma parede, o meu cão é mais inteligente que tu pois entende a diferença entre mim, ele e um “vai apanhar morangos” qualquer! Olha, aproveita o primeiro comboio de carga que passar… animal! 🙂

  4. Há aqui gente(?) que deveria urgentemente consultar o veterinário de família já que os médicos não têm cura para eles. Estou mesmo a vê-los todos contentes a aplaudirem os leões enquanto comiam um ser humano. Triste mundo em que vivem.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.