Vulcão de Marte “morreu” ao mesmo tempo que os dinossauros

NASA/JPL/USGS

O extinto vulcão Arsia Mons, em Marte, captado por sonda da NASA no planalto Tharsis Montes.

O extinto vulcão Arsia Mons, em Marte, captado por sonda da NASA no planalto Tharsis Montes.

Quando os dinossauros ficaram extintos na Terra, um vulcão em Marte também “morreu”. A descoberta foi feita por investigadores da NASA que estudaram os mistérios em torno do grupo de três vulcões marcianos, de grandes dimensões, que é conhecido como Tharsis Montes.

Foi assim que, recorrendo a técnicas de informática avançada, conseguiram concluir que o vulcão Arsia Mons, um dos que pertence ao Tharsis Montes, deixou de expelir lava mais ou menos na mesma altura em que os dinossauros ficaram extintos, avança a NASA num artigo no seu site.

O “adormecimento” do Arsia Mons terá ocorrido há cerca de 50 milhões de anos, coincidindo com o chamado Evento de Extinção do Cretáceo-Paleogeno que varreu por completo os dinossauros, bem como grande parte dos animais e plantas do nosso planeta.

“Estimamos que o pico de actividade para o campo vulcânico no cume do Arsia Mons ocorreu, provavelmente, há aproximadamente 150 milhões de anos – o período Jurássico tardio na Terra – e que depois, morreu por volta da mesma altura que os dinossauros na Terra”, salienta um dos investigadores envolvidos na pesquisa da NASA, Jacob Richardson do Centro de Voo Espacial de Goddard.

“É contudo, possível que a última fuga vulcânica ou duas possam ter estado activas nos últimos 50 milhões de anos, o que é muito recente em termos geológicos“, acrescenta Richardson que apresentou os resultados desta pesquisa na 48.ª Conferência Anual de Ciência Planetária e Lunar que decorreu no Texas, EUA, no passado dia 20 de Março.

No artigo científico publicado no jornal Earth and Planetary Science Letters, os cientistas da NASA explicam que identificaram 29 saídas vulcânicas no Arsia Mons, localizadas dentro da caldeira, a depressão em forma de cratera no topo do vulcão.

A caldeira do Arsia Mons mede cerca de 110 quilómetros e é “profunda o suficiente para acolher todo o volume de água do Lago Huron e ainda mais”, refere a NASA.

O Lago Huron é um dos maiores lagos do mundo e o segundo maior dos cinco grandes lagos da América do Norte, situando-se entre o estado do Michigan, nos EUA, e a província de Ontário, no Canadá.

Para estudarem o Arsia Mons e perceberem quando é que ele esteve activo pela última vez, os cientistas da NASA recorreram a imagens de alta resolução, captadas pela sonda da NASA Mars Reconnaissance Orbiter (MRO ou Órbita de Reconhecimento de Marte).

Assim, concluíram que a mais recente actividade vulcânica do Arsia Mons terá sido há entre 10 a 90 milhões de anos, enquanto que os fluxos de lava mais antigos reportam para há 200 milhões de anos.

Jacob Richardson compara o vulcão marciano a “uma lenta e gotejante torneira de magma”, notando que o “Arsia Mons criava cerca de uma saída vulcânica a cada 1 a 3 milhões de anos, no seu pico, comparativamente com uma a cada cerca de 10.000 anos em regiões semelhantes na Terra”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Português nos EUA queixa-se de roubo de raspadinha de 4 milhões de dólares

Imigrante pensava que o bilhete só valia quatro mil euros e alega ter sido enganado por duas mulheres. Um português imigrante em New Bedford, Estados Unidos, queixa-se em tribunal de ser vítima de um "esquema de …

Diego Miranda é o primeiro português a atuar no palco principal do Tomorrowland

Diego Miranda vai ser o primeiro DJ português a atuar no palco principal do festival de música eletrónica Tomorrowland. Este será a quinta presença consecutiva do artista. O DJ e produtor Diego Miranda vai ser o …

Bruno Fernandes assina pelo Manchester United. Sporting pode encaixar 80 milhões de euros

Bruno Fernandes assinou pelo Manchester United e viaja para Inglaterra esta quarta-feira. O Sporting recebe 55 milhões de euros a pronto, com o negócio a poder atingir os 80 milhões mediante o cumprimento de certos …

China ultrapassa a Rússia e torna-se o segundo maior vendedor de armas do mundo

A China tornou-se, em 2017, o segundo maior exportador mundial de armas, de acordo com um novo relatório do Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo (SIPRI), publicado na segunda-feira. O país ultrapassou …

Antero Henrique perto de se mudar para o Manchester United

Depois de passar pelo FC Porto e pelo Paris Saint-Germain, Antero Henrique está perto de assumir um cargo na direção desportiva do Manchester United. Antero Henrique, antigo diretor desportivo do Paris Saint-Germain, pode estar perto de …

Moedas de um e de dois cêntimos podem vir a acabar

A Comissão Europeia pretende pôr fim às moedas de um e dois cêntimos. A proposta vai ser apresentada e adotada pela comissão de Ursula von der Leyen esta quarta-feira. Esta é uma das medidas de …

PSD pretende que os próximos serviços públicos sejam criados no interior do país

O PSD pretende que o Governo localize no interior todos os serviços públicos que venha a criar, segundo uma proposta de aditamento ao Orçamento do Estado de 2020 (OE2020) entregue na segunda-feira na Assembleia da …

Ventura propõe que "Joacine seja devolvida ao seu país de origem"

Ventura não apreciou a proposta do Livre de devolver o património das ex-colónias. Numa publicação nas redes sociais sugeriu que Joacine "seja devolvida ao seu país de origem". André Ventura partilhou uma publicação nas redes sociais …

Alberto II da Bélgica assume filha de uma relação extraconjugal

O antigo Rei da Bélgica assumiu ser pai de uma mulher de 51 anos, que nasceu de uma relação extraconjugal, depois de um processo que se arrastou na justiça belga durante sete anos. Uma ordem de …

Luanda Leaks. Plataforma confirma que recebeu os dados de Rui Pinto

A Plataforma de Proteção de Denunciantes na África (PPLAAF) confirmou que recebeu do 'hacker' português Rui Pinto os dados relacionados com as recentes revelações sobre a fortuna da empresária angolana Isabel dos Santos. “Muitos meios de …