Vulcão de Marte “morreu” ao mesmo tempo que os dinossauros

NASA/JPL/USGS

O extinto vulcão Arsia Mons, em Marte, captado por sonda da NASA no planalto Tharsis Montes.

O extinto vulcão Arsia Mons, em Marte, captado por sonda da NASA no planalto Tharsis Montes.

Quando os dinossauros ficaram extintos na Terra, um vulcão em Marte também “morreu”. A descoberta foi feita por investigadores da NASA que estudaram os mistérios em torno do grupo de três vulcões marcianos, de grandes dimensões, que é conhecido como Tharsis Montes.

Foi assim que, recorrendo a técnicas de informática avançada, conseguiram concluir que o vulcão Arsia Mons, um dos que pertence ao Tharsis Montes, deixou de expelir lava mais ou menos na mesma altura em que os dinossauros ficaram extintos, avança a NASA num artigo no seu site.

O “adormecimento” do Arsia Mons terá ocorrido há cerca de 50 milhões de anos, coincidindo com o chamado Evento de Extinção do Cretáceo-Paleogeno que varreu por completo os dinossauros, bem como grande parte dos animais e plantas do nosso planeta.

“Estimamos que o pico de actividade para o campo vulcânico no cume do Arsia Mons ocorreu, provavelmente, há aproximadamente 150 milhões de anos – o período Jurássico tardio na Terra – e que depois, morreu por volta da mesma altura que os dinossauros na Terra”, salienta um dos investigadores envolvidos na pesquisa da NASA, Jacob Richardson do Centro de Voo Espacial de Goddard.

“É contudo, possível que a última fuga vulcânica ou duas possam ter estado activas nos últimos 50 milhões de anos, o que é muito recente em termos geológicos“, acrescenta Richardson que apresentou os resultados desta pesquisa na 48.ª Conferência Anual de Ciência Planetária e Lunar que decorreu no Texas, EUA, no passado dia 20 de Março.

No artigo científico publicado no jornal Earth and Planetary Science Letters, os cientistas da NASA explicam que identificaram 29 saídas vulcânicas no Arsia Mons, localizadas dentro da caldeira, a depressão em forma de cratera no topo do vulcão.

A caldeira do Arsia Mons mede cerca de 110 quilómetros e é “profunda o suficiente para acolher todo o volume de água do Lago Huron e ainda mais”, refere a NASA.

O Lago Huron é um dos maiores lagos do mundo e o segundo maior dos cinco grandes lagos da América do Norte, situando-se entre o estado do Michigan, nos EUA, e a província de Ontário, no Canadá.

Para estudarem o Arsia Mons e perceberem quando é que ele esteve activo pela última vez, os cientistas da NASA recorreram a imagens de alta resolução, captadas pela sonda da NASA Mars Reconnaissance Orbiter (MRO ou Órbita de Reconhecimento de Marte).

Assim, concluíram que a mais recente actividade vulcânica do Arsia Mons terá sido há entre 10 a 90 milhões de anos, enquanto que os fluxos de lava mais antigos reportam para há 200 milhões de anos.

Jacob Richardson compara o vulcão marciano a “uma lenta e gotejante torneira de magma”, notando que o “Arsia Mons criava cerca de uma saída vulcânica a cada 1 a 3 milhões de anos, no seu pico, comparativamente com uma a cada cerca de 10.000 anos em regiões semelhantes na Terra”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

“Voltaremos a encontrar-nos”. Isabel II relembra a 2.ª Guerra Mundial e fala de um desafio "diferente"

A rainha Isabel II salientou este domingo, numa mensagem televisiva, que a pandemia Covid-19 é um desafio "diferente" de outros enfrentados pelo Reino Unido e exortou os britânicos a respeitar o confinamento. "Embora já tenhamos enfrentado …

CTT recuam. Não vão propor a distribuição de dividendos de 2019

O Conselho de Administração dos CTT - Correios de Portugal, SA informaram esta segunda-feira que já não vão propor à Assembleia Geral de Acionistas a distribuição de dividendos relativos ao exercício de 2019, como previsto, …

Há enfermeiros sem treino a trabalhar nos cuidados intensivos

A presidente do Sindicato de Todos os Enfermeiros Unidos (SITEU), Gorete Pimentel, denuncia que há enfermeiros sem treino a trabalhar em unidades de cuidados intensivos. "São necessários três a quatro meses para que um enfermeiro seja …

Ronaldo vai tornar-se o primeiro bilionário no mundo do futebol

Cristiano Ronaldo vai faturar cerca de 90 milhões de euros este ano. Isto faz com que o futebolista português atinja os mil milhões de euros em receitas durante a sua carreira. Embora Cristiano Ronaldo tenha sido …

Tribunais adiaram mais 50 mil diligências num mês

A pandemia de covid-19 obrigou os tribunais portugueses a adiar 2.445 diligências e a anular outras 28.957, escreve o jornal Público. Ao todo, foram desmarcadas 51.402 diligências, frisa o matutino na sua edição desta segunda-feira, …

311 mortes e uma subida de 4% nos casos confirmados em Portugal. Recuperados quase duplicaram

O número de mortes em Portugal relacionadas com a Covid-19 ultrapassou a barreira das 300, situando-se nas 311 vítimas, mais 16 do que no domingo. O número de recuperados também cresceu para 140. Os casos …

"Uma vergonha para o país". Morte de ucraniano leva a "mudanças profundas" no funcionamento do SEF

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da …

City abre processo a Kyle Walker por festa com prostitutas durante quarentena

Kyle Walker, futebolista do Manchester City, viu o clube instaurar-lhe um processo disciplinar, depois de este ter, alegadamente, quebrado a obrigação de confinamento devido à COVID-19 numa festa com prostituas. “Os futebolistas são modelos a seguir …

"Digam aos accionistas que não há nada para ninguém". Marcelo apela à Banca (ou deixa que o Governo suspenda os lucros)

O Presidente da República reúne-se, nesta segunda-feira, com os cinco maiores bancos a actuar em Portugal para apelar à sua "sensatez" para agilizarem os empréstimos às empresas e às famílias depois de terem recebido milhões …

FC Porto à caça em Famalicão por Uros Racic

O FC Porto está atento à possível contratação de Uros Racic. O jogador tem-se destacado ao serviço do Famalicão e pode mudar-se para o Dragão a um preço acessível. Até à interrupção das competições, o Famalicão …