Vulcão de La Palma pode causar um megatsunami no Atlântico

Chris Wren, Kenn Brown / mondoart.net

Desde o final da semana passada, centenas de terramotos de baixa intensidade têm atingido a ilha espanhola de La Palma, nas Canárias. Se o vulcão Cumbre Vieja entrar em erupção, o sul do Reino Unido e o noroeste de África poderão sofrer consequências devastadoras.

Segundo o Instituto Geográfico Nacional de Espanha (IGN), a ilha de La Palma sofreu entre a passada sexta-feira e sábado cerca de 44 terramotos,  o maior dos quais atingiu 2,7 graus na escala de Ritcher.

Os cientistas afirmam também que centenas de pequenos terramotos afetaram as Canárias, mas a sua pequena magnitude impossibilitou a sua medição. O facto de os terramotos terem sido registados a cerca de 28 quilómetros de profundidade, impediu que os cerca de 86.000 habitantes da ilha os sentissem.

Estes movimentos sísmicos foram registados em torno do vulcão Cumbre Vieja, latente desde 1971. Esta é a principal preocupação dos cientistas, que explicam que se os terramotos provocarem uma erupção poderá haver graves consequências.

A atividade do vulcão Cumbre Vieja poderia afetar o oceano Atlântico, causando um megatsunami com ondas gigantes até 600 metros de altura. Em poucas horas, o desastre seria capaz de colocar o noroeste de África e o sul do Reino Unido submersos.

David Calvo, geólogo do Involcan, o Instituto de Volcanologia das Ilhas Canárias, garante no entanto ao The Herald que “não há nada com que nos devamos preocupar“, já que a quantidade de pequenos terramotos é algo comum em vulcões ativos e “La Palma é o sistema mais ativo nas Canárias”.

ZAP // RT / The herald

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. E então aquele país retangular à beira mar plantado que tanto nos diz? Se calhar quando estiver a caminho do sul do Reino Unido é capaz de passar antes por cá também, não?

    • Caro bruno, o jornalista deve estar a referir-se na noticia a Gibraltar que pertence ao Reino Unido, sendo por isso o Sul do Reino Unido.

      • Sim, penso que será isso mesmo a que o jornalista se referia!
        Por outro lado, dependendo da orientação do evento, o sul de Portugal poderia ficar também ele em perigo! Esperemos que sejam apenas pequenos ajustes na crosta terrestre…

  2. O nosso 1º ministro manda a Proteção Civil (que é tão competente) construir um dique ao longo da costa e já agora, com uma extensão para a nossa floresta de modo que para o próximo verão tenhamos água para apagar os próximos fogos….!

  3. Caro Sr. brrnhau, 600 não é cómico, é trágico. E não é erro de impressão, é mesmo 600 mts de altura. Eu vi um documentário sobre esse desastre potencial e tem uma fenda profunda na ilha de muitos km de distância ao longo do vulcão, por isso, quando cair, e vai cair mais cedo ou mais tarde, segundo os especialistas, quase metade da ilha vai cair no mar, por isso, será uma onda enorme que vai chegar até a Florida. Informe-se e veja a fenda da ilha no google, em imagens de satélite, verá que é a sério. O que tem de bom, pelo menos para a nossa geração, é que os especialistas dizem que provavelmente isso acontecerá dentro de 60 anos ou mais. Dizem que não é uma questão de “se vai cair” mas “quando vai cair”. Pensamentos positivos. Esperemos que caia aos poucos em vez de tudo de uma vez.

  4. Caraca, 600 metros é bizarro demais, isso vai simplesmente acabar com a economia não só da Europa e do norte da África como também vai devastar os EUA, Brasil, México e ilhas Caribenhas. Com 600 metros, Portugal e Espanha haverão de ser quase riscadas do mapa, com ondas muito superiores aos 100 metros (os últimos grandes tsunamis, no Japão em 2011 e na Tailândia/Indonésia em 2004, não tiveram ondas com mais de 15 metros, e sofreram uma devastação terrível com saldo de centenas de milhares de mortos, agora imaginem ondas de 100 metros pegando regiões populosas na Europa!). Pelas conclusões dos cientistas, todo o Ocidente sofrer sérios danos que levarão muitas décadas pra serem consertados. No Brasil, especula-se que as ondas mais altas chegariam aos 60 metros de altura e invadiriam 50 km terra a dentro, destruindo centenas e mais centenas de cidades. Este Megatsunami atingirá a Europa, a África e toda a costa leste as Américas.

    No Alasca já ouve um tsunami com mais de 500 metros. Na Grécia e região próxima, em tempos muito antigos, pode ter ocorrido um mega tsunami que matou civilizações inteiras, segundo historiadores (provavelmente as ondas deve ter tido mais de 700 metros, teria sido o maior da história do planeta até hoje).

    O Ocidente tem que é se preparar, pois contra a natureza ninguém pode jogar, mas podemos nos precaver…

  5. Noroeste a África? Amigo, a costa Leste Brasileira está praticamente de frente pro vulcão. Eu moro em João Pessoa/PB o ponto mais Oriental das Américas, o estrago na costa Leste, sobretudo Nordeste, seria pior doq em qualquer lugar! Se eu for pra praia, pegar um barco e sair reto, eu chego em La Palma em algumas horas. A costa leste da America do Norte, Central e Sul, não sobraria muito coisa. 6 horas após a queda de parte do vulcão no Mar, João Pessoa/PB por exemplo, seria praticamente exterminada de ponta a ponta! Aqui nós temos o mar a Leste e um rio a Oeste, rio este que deságua no mar, ou seja, o volume desse rio subiria drasticamente, a cidade seria atacada a leste e a oeste, sem dó!

RESPONDER

Biden diz que ataque a oleoduto veio da Rússia. Mas exclui envolvimento do Kremlin

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, afirmou na quinta-feira que o ciberataque que paralisou durante vários dias a maior rede de oleodutos do país foi proveniente da Rússia, mas exclui envolvimento do Governo …

Máscaras vieram para ficar. Mas pode haver exceções

A máscara de proteção individual vai continuar a fazer parte do nosso dia-a-dia. No entanto, pode haver exceções para os já vacinados contra a covid-19. O Governo convidou os especialistas a criarem um novo plano e …

Chega quer que agentes da PSP e GNR usem câmaras de vídeo nas lapelas e nas viaturas

O deputado único do Chega entregou esta quinta-feira um projeto de resolução no Parlamento que recomenda a colocação de câmaras de vídeo nas lapelas das fardas e nas viaturas das forças de segurança, a fim …

Em dia sem registo de mortes, Portugal contabiliza 450 novos casos

Esta sexta-feira, Portugal não regista qualquer óbito. Nas últimas 24 horas, houve 450 novos casos positivos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Não morreu ninguém infetado com o novo …

Câmara de Torres Vedras deteta migrantes a viverem em armazéns e antigas pecuárias

Além de espaços sem condições de habitabilidade, como armazéns e pecuárias desativadas, a autarquia tem conhecimento de "casas alugadas a pessoas migrantes onde existe sobrelotação". A Câmara de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, levantou coimas …

Parlamento aprova "direito ao esquecimento" para quem superou doenças graves

O Parlamento aprovou esta sexta-feira, na generalidade, o projeto-lei do PS que pretende consagrar o “direito ao esquecimento” para acabar com a discriminação de pessoas que tiveram cancro. O Parlamento aprovou, na generalidade, o projeto-lei do …

No seu último discurso, presidente do Supremo atira críticas aos megaprocessos

António Piçarra, presidente do Supremo Tribunal de Justiça, centrou o seu último discurso na falta de eficácia do sistema judicial em tratar os processos especialmente complexos de corrupção. Para o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, …

Viagens não essenciais de e para o Reino Unido permitidas a partir de segunda-feira

Cristóvão Norte, deputado do PSD, criticou a indefinição em torno das viagens do Reino Unido para Portugal, em entrevista à BBC. Entretanto, esta manhã, fonte governamental revelou que as viagens não essenciais de e para …

PPP na saúde levou Estado a "poupar" mais de 200 milhões

As Parceiras Público-Privadas (PPP) dos hospitais de Braga, Vila Franca de Xira, Loures e Cascais trouxeram ao Estado uma "poupança" de 203 milhões de euros, menos de um terço do que se esperava no arranque …

Praias podem receber mais banhistas este verão

Apesar de o semáforo de lotação das praias se manter nesta época balnear, a percentagem de ocupação sobe para os 90%. Quem não respeitar as regras estará sujeito a coimas. As limitações à lotação, introduzidas no …