Volkswagen vai indemnizar funcionários vítimas da ditadura no Brasil em 5,5 milhões

A fabricante de automóveis alemã Volkswagen anunciou na quarta-feira que vai pagar cerca de 36 milhões de reais (aproximadamente 5,5 milhões de euros) em indemnizações e doações a antigos funcionários da sua filial brasileira que foram perseguidos durante a ditadura militar no Brasil, entre 1964 e 1985.

Segundo noticiou a Reuters, esta decisão ocorre depois que uma comissão nomeada pelo Governo que investiga abusos cometidos durante a ditadura no Brasil ter descoberto provas de que empresas, incluindo a Volkswagen, ajudaram secretamente os militares brasileiros a identificarem suspeitos “subversivos” e ativistas sindicais.

Muitos destes funcionários foram, na altura, despedidos, detidos ou perseguidos pela polícia e impedidos de encontrar novos empregos nos anos que se seguiram, conforme revelou uma investigação da Reuters de 2014.

Na quarta-feira, a Volkswagen anunciou que assinou um acordo com o Ministério Público Federal em São Paulo que inclui a doação de 16,8 milhões de reais (cerca de 2,58 milhões de euros) a uma associação formada por antigos funcionários e familiares das vítimas. O restante dinheiro será doado a várias organizações de defesa dos direitos humanos.

De acordo com a Deutsche Welle, mais de 60 pessoas serão beneficiadas. Em causa estava uma queixa levantada por ex-funcionários que trabalharam na fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo durante a ditadura militar no Brasil, avançou a publicação alemã, acrescentando que, com o acordo, a fabricante evita uma disputa judicial.

“É importante lidar responsavelmente com este capítulo negativo da história do Brasil e promover a transparência”, afirmou em comunicado Hiltrud Werner, que pertence ao Conselho de Administração da Volkswagen.

Segundo o historiador Christopher Kopper, da Universidade de Bielefeld, contratado pela Volkswagen para analisar o caso, este acordo será histórico. “Será a primeira vez que uma empresa alemã aceita responsabilidade por violações de direitos humanos contra os seus próprios funcionários por eventos que aconteceram após o fim do Nacional-Socialismo [nazismo]”, disse aos meios de comunicação alemães.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Von der Leyen dá luz verde ao Plano de Recuperação e Resiliência português. E "não é por acaso"

O primeiro-ministro, António Costa, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciaram esta quarta-feira que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) foi aprovado por Bruxelas.  A presidente da Comissão Europeia, Ursula von …

Kim Jong-un reconhece que país enfrenta "situação de tensão alimentar"

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, reconheceu que o país está a enfrentar uma "situação de tensão alimentar", informaram hoje os meios de comunicação oficiais. O país, cuja economia é alvo de múltiplas sanções internacionais impostas em …

Iniciativa Liberal apoia recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto

A Iniciativa Liberal vai apoiar a recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto nas próximas eleições autárquicas, considerando “inquestionável a mudança e o desenvolvimento” da cidade desde que o independente assumiu a presidência do …

Comissária europeia diz que variante Delta “diminui” proteção da vacina

A comissária europeia para a Saúde disse esta terça-feira que estão a surgir provas que demonstram que a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 “diminui a força do escudo protetor” criado pelas vacinas, instando à aceleração …

DGS diz que demora de conclusões sobre eventos-piloto não é por erro técnico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) rejeitou, esta terça-feira, que tenha havido erro técnico no tratamento de dados dos eventos-piloto da Cultura, ocorridos em abril e maio, mas admitiu que o processo está demorado. Numa declaração enviada …

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …

Cardiologista do Tottenham admite ponto final na carreira de Eriksen

O cardiologista do Tottenham, Sanjay Sharma, admite um ponto final na carreira de Christian Eriksen, que caiu inanimado no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do …