Viver perto de estradas com trânsito intenso aumenta risco de demência

-

As pessoas que vivem próximo de ruas com trânsito intenso têm maiores possibilidades de desenvolverem demência.

O estudo, publicado na Lancet, sugere que até 11% dos casos de demência em pessoas que moram a 50 metros ou menos de uma grande via, podem ser consequência da proximidade com o trânsito intenso.

Os pesquisadores monitorizaram dois milhões de pessoas no Canadá, ao longo de 11 anos, e concluíram que a poluição e o ruído podem contribuir para a degeneração cerebral.

Quase 50 milhões de pessoas, em todo o mundo, sofrem de demência. No entanto, as causas deste mal, que afecta a memória e a capacidade mental de um indivíduo, ainda não são bem compreendidas.

Especialistas independentes apontaram que os resultados são “plausíveis” e “instigantes”, mas exigem mais testes.

Crescimento populacional

O novo estudo foi feito na Província de Ontário, no Canadá, entre 2001 e 2012. Nesse período, foram diagnosticados 243.611 casos de demência e foi identificado um risco maior entre aqueles que vivem próximos de grandes vias.

Em comparação com quem mora a 300 metros desses locais, o risco era 7% maior para quem vivia a 50 metros ou menos, de 4% para distâncias entre 50 e 100 metros e de 2% para distâncias de 101 e 200 metros.

A análise aponta que de 7% a 11% dos casos de demência de quem vivia a 50 metros poderia estar relacionado com o trânsito.

Os cientistas fizeram ajustes nos dados para levar em conta outros factores, como a pobreza, a obesidade, a instrução e o hábito de fumar, desse modo, seria improvável que tivessem ligação com o desenvolvimento da doença nos casos analisados.

Hong Chen, um dos autores do estudo, diz à BBC que “o crescimento da população e a urbanização levaram muitas pessoas a morarem próximas de um local com trânsito intenso”.

“Em combinação com o aumento dos índices de demência, isto aponta para que, mesmo um efeito modesto da exposição a vias próximas, pode representar um risco para a saúde pública”, afirma o investigador.

“Precisamos de mais pesquisas para estabelecer essa ligação e, particularmente, os impactos de diferentes aspectos do trânsito, como a poluição e ruídos”, acrescenta Chen.

Os investigadores indicam que o barulho, partículas ultra-finas, óxido de nitrogénio e partículas geradas pelo desgaste de pneus podem causar a doença.

No entanto, o estudo analisa apenas os locais onde vivem pessoas diagnosticadas com demência e não pode comprovar de facto que são as vias que causam esse mal.

“Instigante”

“Esta é uma pesquisa importante”, nota à BBC Martin Rossor, diretor para os Estudos sobre Demência do Instituto Nacional de Pesquisa em Saúde, no Reino Unido.

“Os efeitos são pequenos, mas, diante de um mal muito prevalecente na população, podem ter implicações importantes para a saúde pública”, refere Rossor.

Tom Dening, director do Centro para a Demência da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, diz que os resultados são “interessantes e instigantes”, cita a BBC.

“Com certeza, é plausível que a poluição no ar, gerada pela fumaça dos motores, possa contribuir para uma patologia cerebral e, com o tempo, elevar o risco do desenvolvimento de demência. Estas provas contribuem para deixar em alerta quem mora perto de um local com tráfego intenso”, sublinha Dening.

Os especialistas apontam que o melhor a fazer para reduzir o risco de demência é cultivar hábitos saudáveis para o corpo, como não fumar, fazer exercícios e ter uma boa alimentação.

A investigação também tentou encontrar uma associação entre a proximidade a estradas de tráfego intenso e a doença de Parkinson e a esclerose múltipla, mas não encontrou indícios de aumento dos riscos, nestes casos.

ZAP // BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Como as grandes cidades estão atulhadas de trânsito e poluição será por isso que terão uma enorme percentagem de dementes logo a começar pela classe politica.

RESPONDER

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …

Jogos de guerra ajudaram exércitos a vencer guerras. É uma tradição secular

Alguns jogos de guerra foram utilizados por vários exércitos internacionais para simular conflitos e treinar militares para guerras reais, contou à revista Vice Antoine Bourguilleau, que escreveu recentemente um livro sobre o fenómeno. Estes jogos …

Código da Estrada alterado. Uso do telemóvel ao volante com multas mais pesadas

O uso do telemóvel durante a condução vai passar a ter uma coima entre os 250 e os 1250 euros, segundo as alterações ao Código da Estrada aprovadas, esta sexta-feira, em Conselho de Ministros. "O Conselho …