Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

gl33p / Flickr

Protestos em Madison, Wisconsin, depois da morte de mais um jovem negro alvejado pela polícia nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos.

O estudo, publicado este mês na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, analisou os riscos de fatalidade durante encontros policiais — cerca de 11.456 entre 2013 e 2017 — e descobriu que homens e mulheres afro-americanos, nativos e latinos enfrentam um maior risco de serem mortos pela polícia do que indivíduos caucasianos.

“Esta desigualdade não é surpreendente. Basta ver os noticiários para ver que as pessoas de cor correm um risco muito maior. O que nos falta neste país são estimativas sólidas de mortes relacionadas com a polícia porque não existe uma base de dados oficial onde esta informação seja armazenada”, afirma em comunicado Frank Edwards, professor assistente da Escola de Justiça Criminal da Universidade de Rutgers e autor do estudo.

“Não sabemos ao certo com que frequência estas mortes aconteceram porque os dados não são bons o suficiente. Mas se vamos tentar mudar as práticas policiais que não estão a funcionar, precisamos de rastrear melhor estas informações”, acrescenta.

A investigação descobriu que o risco de morte para cada grupo atinge o pico entre os 20 e os 35 anos e diminui com a idade. A taxa de mortalidade mais alta entre os homens é entre os 25 e os 29 anos , sendo a violência policial a sexta principal causa de morte, atrás de eventos como overdoses, acidentes de viação e outras fatalidades como suicídio, outros homicídios, doenças cardíacas e cancro.

Os homens negros enfrentam uma probabilidade de um em mil de serem mortos pela polícia durante toda a sua vida, em comparação com cerca de um em dois mil para os homens em geral. No caso das mulheres negras, estão 1,4 vezes mais propensas a serem mortas pela polícia do que as caucasianas.

Edwards afirma que este estudo só reforça a necessidade de tratar a violência policial — que aumentou cerca de 50% desde 2008 — como um problema de saúde pública e de criar novas reformas, incluindo programas de bem-estar social e saúde pública, financiamento adequado de serviços comunitários e restrição de polícias armados.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Deveras!!?!?!?!?? Ninguém diria tal!!!! A terra da justiça, das oportunidades, da igualdade, da tolerância…. É engano, seguramente!!!!

RESPONDER

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …