/

Vieira vai ser afastado da SAD do Benfica nos próximos 30 dias

Luís Filipe Vieira será afastado da SAD do Benfica nos próximos 30 dias. O clube justifica esta decisão com as medidas de coação impostas a Vieira no âmbito da Operação Cartão Vermelho, onde o presidente ficou impedido de contactar com os restantes membros da direção.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A Benfica SAD informa que o Conselho Fiscal comunicou ao Conselho de Administração que, perante o teor daquelas medidas de coação, em especial a proibição de contactar com os demais membros do Conselho de Administração, situação que, na verdade, resulta na impossibilidade de exercer funções como membro do órgão de administração, declarará, nos termos previstos no artigo 401.º do Código das Sociedades Comerciais, o termo das funções do Sr. Luís Filipe Vieira como membro do Conselho de Administração no prazo de 30 dias, salvo se entretanto o Sr. Luís Filipe Vieira deixar de exercer o referido cargo ou a causa de impossibilidade de exercício desse cargo cessar”, indica o comunicado enviado esta quarta-feira, 14 de julho, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O Conselho Fiscal justifica esta decisão com a necessidade de salvaguardar “os interesses” da Benfica SAD e transmitir “com clareza e transparência” as informações sobre o funcionamento do Conselho de Administração.

No comunicado é referido que “o Conselho Fiscal salientou ainda que esta sua decisão é tomada ponderando os interesses da Benfica SAD e a necessidade de transmitir, com clareza e transparência a todos os stakeholders da Benfica SAD, informação acerca da composição e do funcionamento do Conselho de Administração”.

A decisão é tomada em relação à SAD, e não diretamente ao clube, que é o seu principal acionista, mas marca mais um distanciamento entre Luís Filipe Vieira e o Benfica.

No mesmo comunicado, o clube diz ainda que está a colaborar com as autoridades nas investigações ao alegado desvio de 2,5 milhões de euros a dinheiros do Benfica.

Relativamente ao alegado desvio de €2,5 milhões pelo Sr. Luís Filipe Vieira da Benfica SAD para proveito próprio, a Benfica SAD está a cooperar com as autoridades competentes, prestando as informações que lhe foram solicitadas e diligenciando no sentido de apurar os factos relevantes”, pode ler-se.

Vieira suspendeu as funções de presidente do Benfica na passada sexta-feira, dois dias após ter sido detido.

De acordo com uma sondagem da Aximage, divulgada pelo Diário de Notícias, 88% dos portugueses acham que deve demitir-se do cargo de presidente do Benfica.

O mesmo caminho é apontado a Rui Costa e à restante equipa de diretores, que ainda ontem foram ao encontro do sentimento maioritário: 62% defendiam a demissão em bloco e eleições antecipadas.

PUBLICIDADE

  Ana Isabel Moura, ZAP //

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.