Cientistas criam nova forma de vida que imita o antepassado comum de todos os seres vivos

(cc) NIAID

Bactérias E.coli vistas ao microscópio electrónico

Para aprender sobre a evolução de todos os seres vivos, uma equipa de cientistas criou em laboratório um novo organismo que imita o que seria o antepassado comum dos três grandes domínios da vida – Archaea, Bacteria e Eukarya.

A pesquisa foi publicada em fevereiro na revisa científica PNAS. A hipótese sobre a qual os cientistas estavam a trabalhar é a de que, no passado, havia apenas uma forma de vida na Terra – o último ancestral comum universal de todas as células (LUCA).

Em algum momento, esse ancestral dividiu-se em arqueias e bactérias, dois dos três domínios da vida no nosso planeta.

Antes disso, o ancestral unicelular provavelmente viveu numa fonte hidrotermal há 3,5 a 3,8 mil milhões de anos, pelo que não é fácil descobrir como era e como acabou por se dividir em dois grupos distintos.

Numa tentativa de entender essa evolução, os cientistas do novo estudo utilizaram engenharia reversa para criar um micróbio que partilhasse as características dos dois domínios, Archaea e Bacteria, ou seja, que pudesse ter algumas características semelhantes à LUCA.

Ambas as bactérias e as arqueias têm membranas celulares fortes, compostas de moléculas gordurosas chamadas fosfolipídios. Uma das principais diferenças entre os dois grupos é a estrutura molecular de seus lípidos.

“As membranas lipídicas de ambos os domínios são diferentes, compostos de fosfolípidos que são a imagem-espelho um do outro”, disse um dos autores do estudo, o biólogo molecular Arnold Driessen, da Universidade de Groningen.

Uma das principais hipóteses sobre o LUCA é que esse ancestral perdeu a integridade em algum momento, porque a sua estrutura lipídica era instável. A partir daí as moléculas reorganizaram-se em dois tipos estáveis de membranas celulares, criando bactérias e arqueias. No entanto, os resultados vistos em laboratório questionam essa teoria.

Não existe um exemplar de LUCA bem preservado, por isso os cientistas construíram um organismo baseado em suposições, com uma membrana celular mista, contendo lípidos tanto de bactérias como de arqueias.

O grupo de investigadores utilizou uma técnica de edição de genes para transferir os tipos certos de enzimas produtoras de lípidos de ambas as formas de vida numa bactéria Escherichia coli.

O híbrido acabou com 30% de fosfolípidos encontrados normalmente apenas nas paredes de células de arqueias.

Ao contrário das expectativas da equipa, a membrana da E. coli não se rompeu, mostrando que uma instabilidade entre moléculas lipídicas provavelmente não foi o que levou LUCA a se tornar dois organismos diferentes bilhões de anos atrás.

Na verdade, o novo tipo de E. coli saiu-se muito bem no seu pequeno habitat na placa de Petri. O organismo misto era mais alongado do que os colegas “normais”, e altos níveis de lípidos arqueais fizeram com que pequenas protuberâncias crescessem na sua superfície.

“Este resultado não suporta a hipótese de que uma membrana mista é intrinsecamente instável e poderia, portanto, ter criado a divisão lipidica”, disse Driessen. “A robustez dessas células mistas surpreendeu-nos, estávamos à espera de mais problemas a mantê-las vivas”.

A descoberta significa que os biólogos evolucionistas talvez tenham que repensar como seria o ancestral celular.

PARTILHAR

RESPONDER

Líderes falam em abstenção e apelam ao voto. Está "um dia maravilhoso para votar"

Cerca de 10,7 milhões de eleitores vão eleger os 21 deputados ao Parlamento Europeu. À boca das urnas, foram vários os líderes políticos que exerceram o seu direito de voto apelando à participação dos portugueses. A …

Se o mundo vivesse como os portugueses os recursos naturais acabavam hoje

Os recursos naturais da Terra chegavam este domingo ao fim se todas as pessoas do planeta consumissem como os portugueses. Na União Europeia, a Estónia e a Dinamarca já esgotaram os recursos em março passado.  Os …

Mais 67 mil eleitores votaram até ao meio-dia, mas a percentagem de afluência caiu

Até ao meio-dia deste domingo, votaram quase mais 67.000 eleitores face às eleições para o Parlamento Europeu de 2014, apesar de a percentagem de afluência às urnas deste ano ser inferior às últimas eleições europeias. As …

Cientistas analisaram vómito de tubarão e descobriram algo inesperado

Um estudo divulgado na terça-feira revelou que o tubarão-tigre também se alimenta de pássaros terrestres, para surpresa dos cientistas. Os tubarões são bastante ecléticos no que toca a comia. As presas vão desde peixes a invertebrados, …

ADN reúne irmãos de países diferentes fruto de uma história de amor da 2ª Guerra Mundial

André Gantois, um francês de 73 anos que passou décadas a tentar descobrir quem era o seu pai, nunca imaginou que a busca chegaria ao fim graças a uma feliz e inesperada coincidência e que …

Foram encontrados ossos de crocodilo no deserto de Israel (mas ninguém sabe como foram lá parar)

Uma equipa de arqueólogos ficou perplexa ao encontrar ossos de crocodilo no deserto de Israel. A incrível descoberta foi feita por cientistas da Universidade de Haifa, na região de Neguev – uma área desértica no …

Empréstimo da CGD a Isabel dos Santos passou por Malta, um dos paraísos fiscais europeus

Uma investigação jornalística descobriu que Isabel dos Santos controlava 13 sociedades em Malta. Uma dessas sociedades serviu para fazer o negócio com a Caixa Geral de Depósitos para a entrada na ZON. Segundo o Expresso, a …

Sérgio Conceição recusou cumprimentar Frederico Varandas. "São formas de estar diferentes"

Sérgio Conceição recusou cumprimentar Frederico Varandas quando este lhe estendeu a mão na tribuna presidencial do Estádio do Jamor. O presidente do Sporting fala em "formas de estar diferentes". Depois de ter perdido a Taça de …

Mesa de voto encerrada com portões fechados a cadeado em Montalegre

Na Junta de Freguesia de Morgade, em Montalegre, a mesa de voto estava fechada esta manhã, com os portões encerrados a cadeado. José Nogueira, presidente da Junta local, disse ao Jornal de Notícias que "tudo indica" …

Físico diz que Marte é o único planeta para onde humanos podem fugir

Segundo o físico Brian Cox, o Planeta Vermelho pode ser a única opção caso os humanos tenham de abandonar o planeta Terra. O cientista diz que "não podemos ficar aqui para sempre". O professor e apresentador …