Vice-presidente da Câmara dos Lordes demite-se por escândalo de drogas e prostituição

John Sewel, membro da Câmara dos Lordes britânica, demitiu-se do cargo de vice-presidente da câmara parlamentar depois de ter sido divulgado um vídeo em que surge a inalar cocaína com duas prostitutas. 

Depois de surgir na capa do tabloide britânico The Sun com a alcunha “Lord Coke”, o político de 69 anos afastou-se do seu cargo de vice-porta-voz Câmara dos Lordes, onde era também presidente da Comissão de Privilégios e Conduta dos deputados, responsável por assegurar o cumprimento das normas de ética.

No entanto, o barão recusa-se a abdicar do seu estatuto de membro, exigindo continuar a receber o subsídio de até 300 libras (425 euros) por dia em subsídios parlamentares.

Sewel viu ser divulgado este domingo um vídeo de 45 minutos onde surge na companhia de duas prostitutas e a snifar uma substância que tudo aponta ser cocaína.

No vídeo, alegadamente gravado a 22 de julho no apartamento do político, Sewel surge vestido com um soutien cor-de-laranja e foi filmado a snifar uma substância branca – que ao que tudo indica será cocaína – do decote de uma das prostitutas, ouvindo-se dizer às duas profissionais do sexo: “Quero ser desencaminhado”.

O barão terá pago, segundo o The Sun, 200 libras (cerca de 280 euros) a cada uma das prostitutas, uma em dinheiro e à outra em cheque. Esta não terá sido a primeira vez que participou em festas de sexo e drogas, garantiram ao jornal as mulheres que estiveram com ele.

Ironicamente, dias antes do escândalo rebentar, John Sewel tinha anunciado novos poderes que permitiriam a expulsão dos membros que quebrassem o Código de Conduta da Câmara dos Lordes. “A ação de alguns destrói a nossa reputação. Escândalos fazem boas manchetes”, escreveu Sewel num artigo no Huffington Post.

A presidente da câmara dos Lordes, a baronesa Frances D’Souza, já veio a público dizer que o alegado envolvimento de Sewel é “chocante e inaceitável”, adiantando que o caso estava a ser investigado pelas autoridades.

Neil Coyle, deputado do Partido Trabalhista inglês, considerou que Sewel terá tomado “a decisão acertada ao pedir a demissão tão rapidamente, uma vez que era ele quem dava instruções de comportamento aos colegas. Parece que os seus próprios padrões estão abaixo daquilo que o Parlamento espera”, disse o deputado.

O barão John Sewel, que detém o título de Lorde desde 1996 e foi ministro da Agricultura durante o governo de Tony Blair, é casado desde 2005 pela terceira vez, pai de dois filhos e padrasto de outras duas crianças.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só condeno o gravador de vídeo, clandestino, posto no apartamento. Estava a ser vigiado por quem? Para o tabloide britânico The Sun, não interessa saber. As vendas do tabloide é que contam!!

RESPONDER

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …