A velocidade da Terra vai diminuir esta sexta-feira

Esta sexta-feira, dia 6 de julho, a Terra estará mais distante do Sol do que em qualquer outro dia do ano de 2018. O planeta vai atingir o seu afélio, palavra de origem grega que significa “longe do Sol”, diminuindo a velocidade da sua órbita em mais de sete mil quilómetros por hora.

“O afélio é o ponto da órbita à volta do Sol em que a Terra fica mais longe do astro e o periélio – que significa “perto do Sol” – é justamente o oposto, o ponto da órbita em que a Terra fica mais próxima ao astro”, disse Nayra Rodríguez Eugenio, astrofísica e professora do Instituto de Astrofísica das Canárias, em Tenerife, na Espanha, em declarações à BBC.

“No periélio, o Sol está a aproximadamente 147 milhões de quilómetros da Terra já no afélio, encontra-se a uns 152 milhões de quilómetros do Sol.” A distância varia porque a órbita da Terra à volta do Sol não é uma circunferência perfeita, o nosso planeta descreve uma trajetória elíptica.

O afélio ocorre todos os anos entre os dias 2 e 7 de julho. O periélio registou-se a 3 de janeiro. A Terra alcançará a sua maior distância do Sol, esta sexta-feira, às 17h46, no horário de Greenwich, quando o planeta e seu astro estarão a 152.095.566 de quilómetros distanciados um do outro. Uma maior distância traduz-se numa velocidade de órbita menor.

Tal como foi assinalado por uma das leis de Kepler – astrónomo e matemático alemão do século XVII que estudou os movimentos planetários -, quando os planetas estão perto do Sol, movem-se mais rápido do que quando se encontram mais distantes.

A velocidade orbital de translação será de 103.536 quilómetros por hora, mais de 7.000 quilómetros a menos por hora do que a velocidade no periélio.

As estações do ano

As alterações na velocidade da Terra na sua órbita em torno do Sol não são relacionadas com as variações de temperatura e clima das estações do ano. “As estações acontecem pela inclinação do eixo de rotação da Terra em relação ao plano da órbita que faz à volta do Sol, que chamamos de ‘eclíptica'”, disse Rodríguez Eugenio.

“Esse eixo está inclinado a uns 23,5 graus, por isso, quando estamos no verão do Hemisfério Norte, o eixo norte, ou Polo Norte da Terra, está apontado mais em direção ao Sol. Já no inverno, o nosso Polo Norte está apontado na direção oposta – não exatamente oposto, cerca de 23,5 graus, mas está apontado na direção oposta ao Sol.”

O verão do Hemisfério Norte coincide com o afélio, “mas recebemos mais radiação solar aqui no Hemisfério Norte porque o Sol está mais alto sobre o horizonte e temos mais horas de luz solar”, explicou a astrofísica.

No Hemisfério Sul, por outro lado, o verão coincide com o periélio. “Isso poderia fazer-nos pensar que no Hemisfério Sul a temperatura sobe mais do que no Norte no verão. Porque, além da inclinação, a Terra também está mais perto do Sol“, disse Rodríguez Eugenio. Mas, na verdade, isto não é o que acontece.

De acordo com Rodríguez Eugenio, o que acontece é que no Hemisfério Sul “há maior quantidade de água, o que faz com que a temperatura não aumente tanto”.

“O fenómeno parece dever-se ao facto da Terra aquecer mais facilmente do que a água e, como o Hemisfério Sul tem uma proporção maior do seu território coberta por água, o excesso de energia é absorvido por ela.”

Concluindo: no Verão – quer seja no Hemisfério Sul, quer seja no Hemisfério Norte, – a temperatura é “aproximadamente a mesma”, disse a astrofísica.

ZAP // BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mesmo que optem por usar o imprestável acordo ortográfico, por favor escrevam “Canárias” com acento gráfico e “facto” com “c”. A língua também é património.

  2. O afélio é o ponto da órbita à volta do Sol em que a Terra fica mais longe do astro e o periélio, que o significado é perto do Sol, com ele a terra fica mais longe do sol com 152 milhões de quilómetros, e sempre ocorre no inicio de julho, um belo fenômeno.

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …