Vasto oceano primitivo de Marte tinha mais água do que o Ártico

Um oceano primitivo em Marte continha mais água do que o Oceano Árctico na Terra e cobria uma maior superfície do “planeta vermelho” do que a que é coberta pelo Oceano Atlântico no “planeta azul”, revela hoje um estudo.

A descoberta foi efectuada por  uma equipa internacional de cientistas da NASA e do Observatório Europeu do Sul, que mapearam “as propriedades da água em diversas regiões da atmosfera” de Marte durante cerca de seis anos.

Recorrendo aos telescópios do ITF e do Observatório W. M. Keck, ambos da NASA, e VLT, do OES,  que operam no infravermelho, a equipa de astrofísicos conseguiu distinguir as assinaturas químicas de dois tipos de água atmosférica.

“O nosso estudo dá-nos uma estimativa robusta da quantidade de água que Marte teve no passado, através da determinação da quantidade de água que se perdeu no espaço”, sustenta o autor-principal da investigação, Geronimo Villanueva, que trabalha no Centro de Voo Espacial Goddard da NASA, em Greenbelt, nos Estados Unidos.

Segundo a equipa de investigadores, a estimativa “baseia-se em observações detalhadas de duas formas ligeiramente diferentes de água na atmosfera de Marte”.

Uma, explica o OES, “é a familiar forma da água, composta por dois átomos de hidrogénio e um de oxigénio”, e a outra “é água semipesada, uma variação que ocorre naturalmente, na qual um dos átomos de hidrogénio é substituído por um átomo de deutério, o isótopo de hidrogénio com um neutrão a acompanhar o protão no núcleo”.

A nota do Observatório Europeu do Sul assinala que, há cerca de quatro mil milhões de anos (o Universo tem cerca de 14 mil milhões de anos) o jovem planeta Marte “devia ter água suficiente para cobrir toda a sua superfície com uma camada líquida de cerca de 140 metros de profundidade”.

Contudo, adianta o OES, “o mais provável é que o líquido se tenha juntado para formar um oceano que ocuparia quase metade do hemisfério norte de Marte, onde algumas zonas teriam atingido uma profundidade de mais de 1,6 quilómetros”.

No estudo, publicado na revista Science, os cientistas fizeram, repetidamente, mapas da distribuição de água normal e água deuterada, que se perde menos no espaço devido à evaporação, ao longo de quase seis anos terrestres, o equivalente a perto de três anos em Marte.

Ao compararem a razão de água deuterada para água normal, os astrofísicos “podem medir quanto é que aumentou a fracção de água deuterada e, assim, determinar quanta água é que escapou para o espaço, o que, por sua vez, permite estimar a quantidade de água que Marte tinha no passado“.

Os mapas de distribuição revelaram “variações sazonais e microclimas” na água atmosférica, apesar de Marte ser actualmente um deserto, o que, para os investigadores, pode ser útil na procura de água subterrânea no planeta.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na região de Lisboa

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que "será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos …

Atraso na partilha de informação. Responsáveis da OMS recusam responder a perguntas sobre China

Os mais altos responsáveis da Organização Mundial de Saúde (OMS) recusaram-se esta quarta-feira a responder diretamente a perguntas sobre um atraso da China na partilha do mapa genético do novo coronavírus com a agência. Três perguntas …

Espanha reabre fronteiras a 22 de junho. Portugal diz que ainda não há uma decisão tomada

Espanha vai reabrir as fronteiras com Portugal e França a 22 de junho. O país tinha planeado abrir as fronteiras ao turismo estrangeiro a 1 de julho, mas decidiu adiantar a data. Porém, Portugal diz …

Conceição critica arbitragem, mas em Espanha fala-se de penálti de Pepe "que roça o escândalo"

Os 'dragões' perderam no primeiro jogo após a retoma do campeonato. Sérgio Conceição deixou críticas à arbitragem, mas em Espanha fala-se de um penálti escandaloso... de Pepe. O FC Porto ficou com a liderança da I …

Redução do IVA, abono para crianças e incentivos para comprar elétricos. O plano de 130 mil milhões de Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou esta quinta-feira um pacote de estímulo de 130 mil milhões de euros para este ano e 2021, para impulsionar a economia do país, duramente atingida pela pandemia de covid-19. Entre …

De Jorge Jesus a Bruno de Carvalho. Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades

O português Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades, acusa o Tribunal da Relação de Lisboa. A defesa do denunciante criticou a manutenção da prisão preventiva. De acordo com o acórdão do Tribunal da Relação …

Empresas podem manter lay-off até ao fim de setembro. Trabalhadores podem receber 85% do salário

Os traços gerais do plano do Governo para a retoma da economia e para tentar travar a escalada do desemprego foram apresentados aos parceiros sociais, esta terça-feira, por Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade …

O próximo Wolves? Charlton pode tornar-se "português"

O consórcio português Corporate Football Organisation Portugal (CFO), liderado por Fernando Côrte-Real, está a estudar a compra do Charlton, clube que milita no Championship, o segundo escalão inglês. "A CFO Portugal já existe há pelo menos …

PJ prossegue investigação e confirma envolvimento de alemão no desaparecimento de Maddie

A Polícia Judiciária adiantou esta quarta-feira que prosseguem em Portugal diligências no âmbito da investigação ao desaparecimento da criança inglesa Madeleine McCann, no Algarve, em 2007, confirmando as suspeitas de envolvimento de um cidadão alemão …

Benfica critica presença de Rui Moreira na lista de Pinto da Costa

O diretor de comunicação do SL Benfica, Luís Bernardo, criticou, esta quarta-feira, a presença de Rui Moreira na lista de Pinto da Costa às eleições para a presidência do FC Porto. "Já não bastava o nível …