Vários mortos em ataque a centro comercial na Dinamarca. Suspeito detido

Ian Langsdon / EPA

A polícia dinamarquesa está a investigar quatro vídeos alegadamente publicados pelo atirador no YouTube, sendo que num dos quais é possível ver uma jovem a posar com uma espingarda e com uma pistola,

Várias pessoas morreram, este domingo, num tiroteio ocorrido num grande centro comercial em Copenhaga, anunciou a polícia dinamarquesa, fazendo ainda referência à existência de ferido. Segundo o jornal Público, Soren Thomassen, chefe de polícia local, na sequência do ataque, foi detido um homem de nacionalidade dinamarquesa, apesar de ainda não se terem apurado as motivações do indivíduo. Como tal, não está ainda excluída a hipótese de ato terrorista.

A polícia reforçou o envio de meios para as imediações do centro comercial Fields, localizado no bairro de Amager, entre o centro da capital e o aeroporto. Fotografias difundidas nas redes sociais mostram agentes da polícia fortemente armados e várias ambulâncias, no que Thomassen descreveu como “uma grande operação“.

Para as proximidades do local do ataque estava previsto para esta noite um concerto do cantor britânico Harry Styles, antecipando-se, por isso, uma grande concentração de pessoa. Mesmo assim, a promotora do evento deu conta publicamente da intenção de manter a sua realização.

O jornal Público avança ainda que a polícia está a investigar quatro vídeos alegadamente publicados pelo atirador no YouTube, sendo que num dos quais é possível ver uma jovem a posar com uma espingarda e com uma pistola, acompanhada da ideia “A quetiapina não funciona“. A mesma fonte explica que a quetiapina é uma droga para o tratamento de distúrbios psicóticos como a esquizofrenia ou a depressão bipolar.

Clientes do centro comercial revelaram ter ouvido entre três a quatro disparos. A polícia adiantou que recebeu o primeiro alerta às 17:36 locais (16:36 em Lisboa).

  ZAP/Lusa //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.