Varandas tentou Mourinho e garante que um treinador não quis “clube de malucos”

Frederico Varandas revelou este sábado, em entrevista ao Jornal da Noite, na SIC, que José Mourinho recusou treinar a equipa de futebol do Sporting e que houve um treinador que apelidou o emblema de Alvalade de “clube de malucos”.

O presidente ‘leonino’ explicou que, depois da saída de Marcel Keizer, a sua direção procurou uma alternativa que fosse “de preferência português e com currículo a nível europeu” e, nesse sentido, confirmou contactos com Leonardo Jardim e com o ex-treinador do Manchester United.

“Gabo muito essa sua coragem e paciência, mas eu não tenho a mesma para aturar um clube de malucos”, terá respondido, segundo Frederico Varandas, um dos dois técnicos portugueses durante as conversações exploratórias, que o líder ‘verde e branco’ não negou ter sido José Mourinho.

O próprio presidente do Sporting justificou a opinião do ‘Special One’, numa fase mais avançada da entrevista, referindo que se trata de um clube de “pessoas que desaparecem nas vitórias e aparecem nas derrotas”.

“Se calhar é o nosso código genético. Existem minorias que preferem gerar o caos ou dividir para criar a sua oportunidade, mas são burros, porque no dia em que lá estiverem [no Sporting] vão provar do próprio veneno que estão a cultivar”, apontou Varandas.

Nesse sentido, o presidente dos ‘leões’ criticou aqueles que promovem uma contestação “programada e não genuína” e voltou a lançar ‘farpas’ ao topo Sul do Estádio José Alvalade, onde se sentam as claques ‘verde e brancas’.

“O descontentamento genuíno dos sócios que vivem o clube é legítimo, e nós, enquanto direção, temos de o perceber e também estamos descontentes, mas será legítimo, depois de uma época muito boa no futebol, começar a gritar ‘joguem à bola’ no primeiro minuto da primeira jornada desta época?”, questionou Frederico Varandas.

O ambiente de crispação nas bancadas, de resto, faz com que os jogadores “prefiram jogar fora de Alvalade”, segundo confidenciou Varandas, ao referir que Leonel Pontes “não teve paz” para trabalhar, tal como não tem a direção nem nenhum elemento do clube.

Por outro lado, o presidente ‘leonino’ garantiu também que está a ser criada uma “máquina” vencedora como a que existe no Benfica – muitos adeptos “pedem para olhar e fazer o mesmo” – mas, lembrou, precisa de tempo.

“Quantos anos demoraram eles a montar essa máquina? Quantos anos demoraram a começar a vencer? Estamos a montar essa máquina desde o primeiro dia, mas não é em apenas uma época que se corrigem os erros de duas décadas”, sublinhou o médico, que entende que as duas taças conquistadas em 2018/19 não foram as maiores vitórias da sua direção. “A nossa grande vitória foi evitar a falência deste clube e investir na formação”, garantiu Varandas, assumindo estar a falar da “sobrevivência do Sporting”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidenciais. Grandes vencedores e (poucos) derrotados

Num ato eleitoral marcado pela pandemia de covid-19, que chegou a trazer incerteza aos prognósticos precoces que há meses se alinhavavam, Marcelo Rebelo de Sousa, reeleito à primeira volta, é o grande vencedor da noite. …

A inclinação de Saturno é provocada pelas suas luas (e vai aumentar)

Uma equipa de cientistas concluiu que a influência dos satélites de Saturno pode explicar a inclinação do eixo de rotação do planeta. Dois cientistas do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique) e da Universidade Sorbonne, …

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

Num discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu uma postura de estado e começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 no seu pior dia de sempre …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …

Ana Gomes aponta o dedo a Costa e à esquerda e diz que travou Ventura sozinha

Ana Gomes considera que a sua candidatura conseguiu travar "a progressão da extrema direita" quando os partidos de esquerda se preocuparam apenas com as suas "agendas políticas". No rescaldo da reeleição de Marcelo Rebelo de …

De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O'Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O'Sullivan apresenta Paul O'Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O'Sullivan. "Uma noite, …

Ventura celebrou "noite histórica", demitiu-se do Chega e avisou o PSD

André Ventura começou por assinalar a "noite histórica" face aos resultados que obteve nas eleições presidenciais 2021. Mas como ficou em 3º lugar, atrás de Ana Gomes, anunciou a demissão do Chega. "Fiquei aquém dos 15% …

Região italiana da Lombardia esteve confinada durante uma semana por engano

A Lombardia, coração económico do norte de Itália, foi confinada e classificada como zona vermelha por engano durante uma semana, devido a estatísticas erradas sobre covid-19, e só ontem um decreto governamental retificou a situação. Devido …

Rio destaca "esmagamento da esquerda" e pede a Marcelo para ser "um bocadinho mais exigente"

"A marca mais forte" destas eleições presidenciais é "a derrota do PS". A análise é de Rui Rio, presidente do PSD, que fala do "esmagamento da esquerda" e da "vitória do candidato do centro", apelando …

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …