Armando Vara admite crime fiscal e justifica milhão da filha com trabalhos de consultoria

Miguel A. Lopes / Lusa

O antigo ministro socialista Armando Vara admitiu esta terça-feira ter recebido elevadas quantias em dinheiro vivo enquanto era diretor da Caixa Geral de Depósitos, montantes estes que foram depois canalizados para uma conta na Suíça, em nome de uma offshore, que tinha a sua filha como beneficiária.

De acordo com o jornal Público, que avança a notícia nesta quarta-feira, o antigo ministro disse o dinheiro era para pagar o trabalho como consultor de empresas, assumindo que tinha consciência de ter praticado um “ilícito fiscal”.

O antigo governante admitiu que cometeu um crime fiscal ao ocultar rendimentos numa conta bancária na Suíça. Apesar de a conta estar em nome de ambos, Vara assegurou que a filha não tinha conhecimento das movimentações financeiras.

Perante o juiz Ivo Rosa, que dirige a Operação Marquês, Vara falou durante mais de duas horas, começando por dizer que as sociedades clientes eram do leste europeu. Mais tarde, e depois de interrogado pelo juiz que considerou estranha essa proveniência, disse que eram empresas portuguesas que trabalhavam em países do leste europeu, nota o diário.

Segundo a acusação, entre dezembro de 2005 e novembro de 2008, Vara canalizou mais de 1,6 milhões de euros que lhe foram entregues em numerário para uma conta no banco suíço UBS, que tinha a filha como beneficiária final.

Tal como escreve o matutino, foi na tentativa de ilibar a filha mais velha, Bárbara Vara, acusada de dois crimes de branqueamento de capitais alegadamente por ter ajudado o pai a ocultar dinheiro cuja proveniência saberia ser ilícita, que Vara, aceitou ser interrogado.

Apesar de ser ouvido pela defesa da filha, Vara foi interrogado sobre as imputações que lhe são feitas na acusação. Segundo o advogado de Vara, Tiago Rodrigues Bastos, o juiz Ivo Rosa entendeu colocar-lhe questões relacionadas com toda a matéria que lhe é imputada nestes atos e Vara respondeu.

Depois de reconhecer o “ilícito fiscal”, Vara disse que pensou várias vezes em regularizar a situação, mas disse que acabou por não o fazer porque com o envolvimento no processo Face Oculta – no âmbito do qual cumpre uma pena de cinco anos de prisão – ficou coma vida virada do avesso e nunca mais teve cabeça para pensar no assunto, escreve ainda o Público.

Vara justificou ainda a escolha da sua filha como beneficiária da conta em causa porque Bárbara Vara trabalhava já e ia muitas vezes ao estrangeiro. Vara recusou-se, desde logo, a prestar declarações sobre o milhão de euros que o fundador do grupo Lena, Joaquim Barroca, transferiu para a conta da Suíça e que, segundo o Ministério Público, terá partido dos acionistas do empreendimento de Vale do Lobo, no Algarve.

Tiago Rodrigues Bastos disse que Vara justificou que o milhão de euros depositado na conta da sua filha era proveniente de rendimentos da sua atividade liberal como consultor, “por serviços prestados todos eles antes da sua nomeação para administrador da Caixa Geral de Depósitos” durante três anos.

O advogado de Bárbara Vara, Rui Patrício, considerou que as declarações de Armando Vara “foram suficientes” para esclarecer a posição da filha no processo. “O doutor Armando Vara deu as explicações que já toda a gente deu neste processo relacionado com a nossa cliente, isto é que ela não tem nada a ver nem com as contas nem com o dinheiro”, reiterou.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Só entalado é que assume ROUBOS e VIGARICES que andou a cometer ao longo de décadas.
    Politicos é tudo a mesma coisa, são comos os porcos comem todas da mesma gamela.

RESPONDER

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …

Enquanto Flamengo afasta regresso de Jorge Jesus, o "Galo" vem ao ataque

O treinador benfiquista afasta o cenário de uma saída precoce do Estádio da Luz. O Flamengo rejeita o regresso de Jorge Jesus, enquanto o Atlético Mineiro manifesta o seu interesse. Jorge Jesus foi categórico: "Não vou …

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois …

"População não interiorizou a gravidade da situação". Depois de Siza, Cabrita aponta o dedo aos portugueses

Num relatório sobre a aplicação do decreto do estado de emergência na segunda quinzena de janeiro, Eduardo Cabrita justifica o fecho das escolas e o fim das vendas ao postigo, culpando a população pelas decisões …

Esta época há menos 500 clubes. "É o drama absoluto", diz presidente da FPF

Esta época há menos 500 clubes em comparação com a temporada transata. O presidente da FPF, Fernando Gomes, classifica a situação de "drama absoluto". A pandemia de covid-19 e a consequente interrupção das competições foi um …

Psicólogos no recrutamento e mudanças na formação. IGAI quer acabar com discriminação na polícia

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) quer envolver psicólogos no processo de recrutamento de novos polícias e rever os currículos de formação para acabar com práticas discriminatórias nas forças de segurança. As alterações no processo de …

Coleção de joias da era Viking é encontrada na Ilha de Man. É "excecionalmente rara"

Uma coleção de joias da era Viking foi encontrada na Ilha de Man, entre Inglaterra e a Irlanda, em novembro de 2020 e foi agora classificada como tesouro. Os especialistas acreditam que os artefactos, descobertos …

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …