/

Vacinação simultânea contra a covid-19 e gripe sazonal arranca a 5 de setembro

2

Tiago Petinga / Lusa

O programa vai começar dando prioridade aos maiores de 65 anos e o objetivo é que a população mais vulnerável esteja totalmente protegida em Dezembro. Não está prevista a administração de vacinas específicas contra a Ómicron.

O reforço da vacinação contra a covid-19 e a gripe sazonal vai arrancar a 5 de Setembro, em simultâneo, para os maiores de 65 anos. O anúncio foi feito pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, na apresentação do plano de vacinação para o próximo outono/inverno.

Graça Freitas avança que o objetivo é que toda a população mais vulnerável esteja já protegida com o reforço em Dezembro e realça que Portugal tem “altíssimas coberturas vacinais” contra a covid na faixa etária acima dos 65 anos, tendo pelo menos 75% dos residentes em lares de idosos já recebido a segunda dose de reforço.

O Ministério da Saúde também já tem em stock 6,9 milhões de vacinas contra a covid-19. Já contra a gripe, Portugal vai gastar 15 milhões de euros na compra das vacinas.

A DGS espera conseguir inocular 300 mil pessoas por dia, num processo faseado de acordo com as faixas etárias, tal como nos programas de vacinação anteriores.

A diretora-geral da Saúde revelou ainda que, este ano, será administrada pela primeira vez nas residências seniores a vacina da gripe tetravalente reforçada. Para além dos idosos, os doentes crónicos, grávidas e profissionais de saúde também são elegíveis para a sua administração.

Por enquanto, também ainda não está prevista a administração de vacinas especiais que estão adaptadas à variante Ómicron do coronavírus. Mesmo assim, as autoridades de saúde lembram que vão usar as vacinas que estiverem disponíveis à data de arrance do programa de vacinação, em Setembro, não fechando a porta à essa possibilidade de se dar vacinas já adaptadas à Ómicron.

  ZAP //

2 Comments

  1. Continuam a tomar os portugueses por parvos.
    Não será melhor uma vacina por dia? Lol lol lol
    As ligações entre os responsáveis políticos de Portugal da área da saúde e os lobbys da saúde são escandalosas.

  2. Cá estão as gaiteiras preocupadas com uma vacina estúpida que não passa de um negócio ridículo. A vacina protege-nos das infeções mais graves, porém, não as impede. E as pessoas continuam a morrer. Não é com isto que se operará um milagre, as pessoas têm de tomar medidas para mitigar possíveis efeitos mais negativos desta longa pandemia… usar máscara nos momentos mais necessários (ajuntamentos), desinfetar as mãos…
    O meu filho tomou três doses da vacina, apanhou Covid, mesmo usando máscara com frequência, e morreu!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.