Vacinação em alguns corpos de bombeiros de Coimbra motiva críticas

O presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Coimbra (FBDC) considerou “uma vergonha” que já existam bombeiros vacinados no distrito, quando a maioria das corporações não sabe a data da vacinação dos seus operacionais.

Isto é uma verdadeira vergonha e um escândalo o que está a acontecer. Infelizmente, mais uma vez, se vem provar que o sistema das cunhas funciona e que não há uma política a nível distrital para resolver estas coisas”, criticou Fernando Carvalho à agência Lusa, dizendo que não tem “mais adjetivos para qualificar aquilo que se está a passar a nível distrital”.

Segundo Fernando Carvalho, “haverá eventualmente quatro ou cinco corpos de bombeiros do distrito que têm alguns elementos vacinados, mas a maioria não tem”.

“Como é que foram vacinados alguns elementos de corpos de bombeiros e não foram vacinados outros? Temos de saber, dentro de cada concelho, a quem é que o Ministério da Saúde delega as vacinas, a quem as entrega”, questionou, escusando-se a revelar nomes.

Ouvido pela agência Lusa, o presidente da Liga de Bombeiros Portugueses (LBP), Jaime Marta Soares, fala em “compadrio político” e “numa desvergonha sem dimensão”, que está a colocar “bombeiros contra bombeiros”.

“Quem o fez não terá sido para prejudicar o seu colega, mas deixaram-se envolver numa teia que permite limpar a face da incompetência, da descoordenação e da falta de rigor e desonestidade, no mínimo, intelectual”, sublinhou.

Para Jaime Marta Soares, o ministério da Administração Interna, que tutela os bombeiros, devia perguntar ao Ministério da Saúde “como é que isto é possível”, defendendo um plano “uno e indivisível” a iniciar com a máxima “urgência possível”.

“Desde sábado e hoje que andam a oferecer vacinas para segunda-feira, mas então o que é isto, que desnorte é este?”, questiona o dirigente, que na sexta-feira exigiu “transparência e rigor” ao Governo sobre a vacinação contra a covid-19 daquele setor, acusando o processo de ser anárquico e pretender “dividir os próprios bombeiros entre filhos e enteados”.

O presidente da LBP revelou ter tomado conhecimento de que restos de um lote de vacinas destinado a idosos de uma viatura acidentada foram utilizados na vacinação de bombeiros do distrito de Setúbal.

A Liga “não pode aceitar que haja a intenção de criar exceções, nomeadamente com restos, fazendo crer que os bombeiros são portugueses de segunda“, frisou, defendendo a definição de critérios e articulação com as entidades representativas do setor para se encontrarem soluções.

O Comandante de Operações Distrital de Coimbra da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Carlos Luís Tavares, disse à Lusa que o processo de vacinação dos bombeiros ainda não começou e que se aguarda a qualquer momento que tenha início.

Assumindo que tem conhecimento de que algumas corporações já têm elementos vacinados, o responsável frisou que “há um processo de vacinação dos bombeiros que é para avançar todo ao mesmo tempo“.

“Se há corporações vacinadas não sei como o fizeram, porque o processo não passou por nós”, sublinhou Carlos Luís Tavares, considerando que se existem sobras o “mais lógico” seria informar a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, que, por sua vez, entraria em contacto com os comandantes distritais que as “distribuíam por todos”.

Miguel Baptista, presidente do município de Miranda do Corvo, que há cerca de três meses tem vivido com muitas restrições por causa da pandemia da covid-19, considera a situação “inacreditável”, agravada pelo facto de ter sido “aplicada a profissionais que não efetuam transporte de doentes covid-19”.

Para o autarca, as sobras [de vacinas] não devem ser desperdiçadas, mas devia existir uma articulação entre a autoridade de saúde e o Comando Distrital de Operações de Socorro “para que fosse feita uma distribuição justa pelos bombeiros que estão na linha da frente”.

“O distrito é pequeno, pelo que o tempo de transporte permitia distribuir as sobras por um número maior de corporações, de forma justa e equilibrada, o que não terá sido feito”, sublinhou à agência Lusa Miguel Baptista.

Na semana passada, em entrevista ao jornal Expresso, Francisco Ramos, coordenador da task-force responsável pela criação e operacionalização do plano de vacinação contra a covid-10, assumiu que o grupo está a trabalhar numa proposta para incluir entre os prioritários os titulares de altos cargos de decisão.

Além dos políticos, poderão ser incluídos nos grupos prioritários os bombeiros – “que não são profissionais de saúde, mas que trabalham na emergência pré-hospitalar e transporte de doentes urgentes” – e pessoas das Forças Armadas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Lula ganharia as eleições presidenciais brasileiras à primeira volta

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva ganharia as eleições presidenciais na primeira volta se as eleições, marcadas para outubro de 2022, fossem realizadas hoje, de acordo com uma sondagem de opinião divulgada na …

Conselho de Ministros de hoje vai trazer de volta "antigo normal". Restauração abandona certificado

Governo vai reunir no dia de hoje para decidir quais os moldes em que avança a última fase do processo de desconfinamento. Regras só deverão entrar em vigor a partir de 1 de outubro. Após vários …

O que causou um enorme buraco na camada do ozono em 2020? A ciência já pode ter resposta

O grande buraco que se abriu na camada do ozono no ano passado pode ter sido desencadeado por temperaturas recordes, durante o inverno, no oceano Pacífico Norte, indicam novas análises. O enorme buraco, que se formou …

Rio diz que Governo “procura influenciar voto" com “notícia positiva” pré-eleições

O presidente do PSD defendeu que o Governo “se esforçou” por, em cima das autárquicas, dar uma notícia positiva aos portugueses sobre a pandemia, considerando que deveria tê-lo feito há mais tempo ou então só …

Um habitat demasiado perfeito pode ser pior para o acasalamento dos pandas

Apesar de serem necessários habitats para a sobrevivência dos pandas gigantes, estes animais têm uma maior tendência para reproduzir se não houver abundância de recursos. Este ano, as autoridades chinesas disseram que os pandas gigantes deixaram …

Computador quântico ajuda a criar um computador quântico melhor

Um computador quântico foi usado para projetar um qubit aprimorado que poderá alimentar a próxima geração de computadores quânticos mais pequenos, de alto desempenho e mais confiáveis. Da mesma forma que um bit binário é a …

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …