Os últimos cinco anos foram os mais quentes desde que há registo

Hugo Delgado / Lusa

Um relatório das Nações Unidas revelou que, entre 2015 e 2019, foram atingidos níveis históricos. Desde 1850, as temperaturas aumentaram 1,1ºC.

O período entre 2015 a 2019 é o mais quente alguma vez registado, indicou este domingo a ONU, na véspera de uma cimeira sobre o clima que se irá realizar em Nova Iorque e que irá contar com a presença de nomes como a ativista Greta Thunberg.

Segundo um relatório divulgado pela Organização Meteorológica Mundial (WMO), as temperaturas médias subiram 1,1ºC desde 1850. Só entre 2011 e 2015, registou-se um aumento de 0,2ºC.

Relativamente as emissões de gases com efeito de estufa, entre 2015 e 2019, estes aumentaram 20% relativamente aos cinco anos anteriores. Em 2019, estas foram “pelo menos tão elevadas” quanto em 2018, de acordo com os os cientistas que trabalharam neste relatório para a ONU. Espera-se que, até ao final do ano, e concentração de CO2 na atmosfera atinja um novo pico.

Com os compromissos atuais dos países para reduzirem as emissões de gases com efeito de estufa, o planeta vai estar mais quente de 2,9 a 3,4ºC até 2100. Os esforços anticarbono dos países devem ser multiplicados por cinco para conter o aquecimento a 1,5ºC, como prevê o acordo de Paris de 2015 ou, no mínimo, multiplicados por três para ficar em 2ºC, o limite máximo estipulado no texto.

“O fosso nunca foi tão grande entre o que o mundo deseja alcançar e a realidade dos planos climáticos dos países”, alerta o relatório.

Nunca a água dos oceanos esteve tão quente

Os oceanos são os mais prejudicados por este aumento da temperatura. De acordo com o relatório da WMO, mais de 90% do excesso de calor causado pelas alterações climáticas acabam na água. Em 2018, registou-se os valores mais altos de calor nos oceanos.

O nível médio do mar também subiu consideravelmente entre 2015 e 2019, acompanhando o aumento das emissões de CO2. Na última década, este aumentou de três para quatro milímetros por ano devido ao derretimento acelerado das calotas glaciares nos polos norte e sul, confirmadas por vários estudos e observações por satélite. Esta situação irá levar a um aumento do nível do mar no futuro, o que está a preocupar os cientistas da WMO.

“Como vimos esta ano com os efeitos trágicos nas Bahamas e em Moçambique, o aumento do nível do mar e as intensas tempestades tropicais levaram a catástrofes humanitárias e económicas”, refere o relatório, citado pelo Observador.

https://twitter.com/CMNUCC/status/1175778449526534147

Estes dados vêm confirmar a tendência para um aumento da temporada que já tinha sido apontada durante o verão. Na altura, a ONU informou que o mês de julho tinha sido o mais quente alguma vez registado, devido a “uma onda de calor extraordinariamente precoce e excecionalmente intensa” que estabeleceu “novos recordes de temperatura na Europa” – 2ºC acima do normal.

Esta segunda-feira, cerca de 60 líderes mundiais irão reunir-se numa cimeira sobre o clima, na véspera da Assembleia Geral das Nações Unidas, que contará com a presença do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Com 13 anos, herdeira da Coroa de Espanha discursa pela primeira vez

O rei Filipe VI transmitiu esta sexta-feira à princesa Leonor o compromisso "pessoal e institucional" que possui como herdeira da Coroa na entrega dos Prémios Princesa de Astúrias 2019, cerimónia acompanhada no exterior por uma …

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …

Adepto do Nápoles acusado da morte de apoiante do Inter

  O adepto do Nápoles tem antecedentes criminais e, segundo a investigação, poderá estar ligado à camorra, uma organização criminosa italiana. Um adepto radical do Nápoles foi esta sexta-feira detido sob a acusação de homicídio de um …

As temperaturas no Qatar estão tão altas que já há ar condicionado nas ruas

As temperaturas no Qatar, um dos lugares mais quentes do planeta, aumentaram tanto que as autoridades estão a instalar equipamentos de ar condicionado no exterior dos edifícios, nas ruas e nos mercados. O país, onde as …

Quadro de Nicolas de Staël vendido em Paris por valor recorde de 20 milhões de euros

Um quadro do pintor francês, de origem russa, Nicolas de Staël, foi vendido por 20 milhões de euros, um recorde para o artista, num leilão que decorreu em Paris e que foi organizado pela casa …

Duterte encoraja polícia a “matar todos” os suspeitos de tráfico de droga

O presidente das Filipinas encorajou o novo chefe da polícia da cidade de Bacolod, no centro do país, a matar todos os suspeitos de tráfico de droga. “Tens permissão para matar todos”, disse esta quinta-feira Rodrigo …

Prisão preventiva para um dos 23 arguidos da Operação Rota do Cabo

A operação Rota do Cabo, que investiga uma rede criminosa de auxílio à imigração ilegal, contava com a participação de funcionários do Fisco, da Segurança Social e do SEF. Um dos 23 arguidos da operação Rota …