China. Uigures vivem num “cenário infernal distópico”, diz Amnistia Internacional

A Amnistia Internacional (AI) recolheu novas provas de abusos dos direitos humanos na região de Xinjiang, na China, que afirma se ter tornado num “cenário infernal distópico” para centenas de milhares de muçulmanos sujeitos a internamento em massa e tortura.

A organização de direitos humanos coletou mais de 50 novos relatos de uigures, cazaques e outras minorias étnicas predominantemente muçulmanas que afirmam ter sido submetidas a internamento em massa e tortura, noticiou na quinta-feira o Guardian.

Depoimentos de ex-reclusos incluídos num novo relatório divulgado na quinta-feira revelaram o uso de “cadeiras tigre” – cadeiras de aço com ferros e algemas que prendem o corpo em posições dolorosas – durante os interrogatórios.

O relatório também apontou para agressão física, privação de sono e sobrelotação nas esquadras de polícia. Muçulmanos uigures indicaram que foram encapuzados e acorrentados durante o interrogatório e a transferência para os campos, classificados pelo Governo como locais de reeducação.

Nos campos, os detidos revelaram que não tinham privacidade ou autonomia e enfrentavam punições severas. Nas primeiras semanas, eram forçados a ficar sentados ou ajoelhados na mesma posição durante horas, não tinham permissão para praticar o Islão, eram proibidos de usar a sua língua materna e forçados a frequentar aulas de mandarim e de propaganda do Partido Comunista Chinês.

Além de serem escoltados por guardas armados quando iam às cantinas, aulas ou interrogatórios, os detidos raramente saíam das suas celas ou tinham acesso a áreas externas e exercícios.

“As autoridades chinesas criaram um cenário infernal distópico numa escala impressionante” em Xinjiang, referiu Agnès Callamard, secretária-geral da AI. A organização pede que todos os campos na região sejam fechados e que a Organização das Nações Unidas (ONU) investigue esses crimes ao abrigo da lei internacional.

A China tem negado todas as acusações de irregularidades em Xinjiang, referindo que os campos foram projetados para oferecer aulas de chinês e apoio no trabalho, bem como para combater o extremismo religioso.

Este relatório aumenta a pressão sobre as autoridades chinesas, surgindo após parlamentares britânicos aprovarem uma moção na qual declararam que a China está a cometer genocídio contra os uigures e outras minorias em Xinjiang.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

"Engodo dos eleitores". Jerónimo acusa PS de usar aparelho do Estado para conquistar votos

O secretário-geral do PCP acusou o PS de estar a utilizar o aparelho do Estado, nomeadamente a “bazuca europeia”, para conquistar votos nas eleições autárquicas, e exigiu que seja garantida a neutralidade dos órgãos de …

Submarinos: Portugal expressa solidariedade com França (e diz que Austrália “furou compromissos”)

O ministro dos Negócios Estrangeiros português disse hoje à Lusa que a Austrália “furou compromissos” com a França, numa decisão “bastante discutível”, acrescentando que Portugal já transmitiu solidariedade ao país europeu. Augusto Santos Silva disse, em …

ADSE recua e volta a comparticipar atos prescritos pelo SNS

A Associação Nacional de Beneficiários (Associação 30 de Julho) revelou que a ADSE recuou, perante uma reclamação da entidade, e vai voltar a comparticipar atos prescritos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS). “Na sequência da reclamação …

O maior sistema de cavernas do mundo é (ainda) mais extenso do que se pensava

O maior sistema de cavernas do mundo estabeleceu um novo recorde depois de uma equipa de topógrafos conseguir mapear mais 13 quilómetros das passagens no Parque Nacional de Mammoth Cave, em Kentucky, nos Estados Unidos. As …

"Por trás lá vem a facada". Costa critica "duplicidade" da postura do Governo da Madeira

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu que as autonomias precisam de “solidariedade e confiança mútua”, assente na verdade, criticando a “duplicidade” da postura do Governo da Madeira no relacionamento com a República. “As autonomias exigem …

Estrela foi banquete de um buraco negro e criou um fenómeno raríssimo

O resultado do encontro entre um buraco negro e uma estrela azarada deu origem a um fenómeno raríssimo detetado por astrónomos. Ao medirem a radiação X enquanto a estrela era devorada, perceberam que estavam perante um …

Um carro movido a energia solar? Bom. Um carro-casa movido a energia solar para fazer 3 mil km? Melhor ainda

Projeto foi desenvolvido por estudantes universitários holandeses, cujo trabalho em veículos movidos a energia solar é já conhecido. O Stella Vita será testado numa viagem de longo curso pelo sul de Espanha já este mês, …

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …