Ucrânia ataca Rússia com música para a Eurovisão

Jamala / Facebook

Jamala, a cantora escolhida para representar a Ucrânia na Eurovisão

Jamala, a cantora escolhida para representar a Ucrânia na Eurovisão

Os ucranianos escolheram este domingo uma música de uma cantora da Crimeia que aborda os anos de repressão provocados pelo ditador Estaline.

A artista escolhida para representar a Ucrânia na próxima edição do festival da Eurovisão chama-se Jamala, uma muçulmana que faz parte da minoria tártara da Crimeia, revela a BBC.

Com o tema “1944”, a artista pretende homenagear os 240 mil tártaros que sofreram com a deportação imposta por Estaline, tendo sido enviados para a Ásia Central.

Segundo a emissora britânica, muitas dessas pessoas não resistiram à travessia ou morreram de fome depois de terem chegado ao destino.

Uma dessas vítimas foi a bisavó da cantora, que viu a sua vida mudar de forma significativa quando teve de sair do país, juntamente com os cinco filhos.

“Esta música é mesmo sobre a minha família. Precisava desta canção para me libertar a mim mesma, para libertar a memória da minha bisavó e em memória daquela rapariga que não teve direito a sepultura”, explicou Jamala.

A cantora refere-se à filha da sua bisavó, que faleceu durante a viagem até ao continente asiático.

Muitas dessas memórias foram revividas em 2014, quando a Rússia decidiu anexar a Crimeia ao seu território, altura em que esse grupo étnico começou a sentir-se novamente oprimido.

A cantora, de 32 anos, confessa que ao cantar este tema pensa também nos seus familiares que atualmente vivem nessa região.

“Atualmente, os tártaros residentes na Crimeia estão num território ocupado e é muito difícil para eles”, conta.

“Estão sob uma enorme pressão. Alguns desapareceram sem deixar rasto. E isto é terrível. Espero que a história não se repita”, acrescenta.

Embora não aborde de forma direta essa temática, a última vencedora do concurso na Ucrânia, Ruslana, acredita que faz a ligação com o que se vive atualmente.

“Esta música… é precisamente o que todos estamos a passar na Ucrânia nos dias de hoje”, comentou.

A letra é quase toda em inglês e em alguns versos a cantora afirma “Eles vêm a tua casa, Matam-vos a todos e dizem ‘Não somos culpados'”.

Ainda não é conhecido o parecer da Eurovisão relativamente à música escolhida pelos ucranianos, embora seja certo que as suas regras proíbam temas que abordem assuntos políticos.

Caso disso foi, em 2009, quando a Geórgia viu a canção “We Don’t Wanna Put In” desqualificada por criticar o presidente russo, Vladimir Putin, através de vários trocadilhos.

Este ano, a edição do concurso acontece em Estocolmo, na Suécia, nos primeiros dias de maio, na qual Portugal não estará presente.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É a revolta de um povo que se levanta contra a ditadura comunista desta vez disfarçada de democrata mas que na prática não se consegue libertar de muitos métodos fascistas do passado.

  2. É bom que sejam relembrados os crimes hediondos cometidos pelo Regime comunista do sádico Estaline e também convém denunciar para os mais novos o que foi esses tempos de puro terror .
    Agora também convém relembrar o déspota Putin e os crimes cometidos na Crimeia contra os Tártaros e os Ucranianos .
    É execrável ver gente jovem tecer loas a regimes assassinos e isso acontece em 99% das vezes por pura ignorância,ninguém bem informado votaria em partidos de ideologia comunista.

  3. Em primeiro lugar a Federação da Rússia não é um País com regime comunista mas sim com um sistema Capitalista.
    A Crimeia é um território Russo, desde pelo menos os tempos de Catarina, a Grande, povoada com Russos em esmagadora maioria.
    Só foi “incorporada”, por decreto, na Rep. Socialista da Ucrânia numa noite de bebedeira do líder soviético Nikita Kuroschov, que, aliás, era ucraniano.

    Há um filme antigo sobre a «Carga da Brigada Ligeira», que é sobre a tentativa dos Ingleses. Franceses e Turcos combinados tentarem sacar a Crimeia do Império Russo nos idos de 1800…..Não havia lá Ucrânia nenhuma….! Estas jogadas já são muito antigas

    Onde há hoje um regime imposto por um golpe, e dominado por pró-nazis do Previe Sector (seguidoresde Stepan Bandera), é na Ucrânia!
    Esses nazis ucranianos cometeram todo o tipo de crimes no Donbass, como o bárbaro crime no edifício dos Sindicatos de Odessa, onde queimaram dezenas de pessoas desarmadas vivas…..

    O resto é propaganda.
    Actualmente há uma Brigada de Tártaros da al-Kaida que foi transferida da Síria, pelos serviços secretos Turcos, para combater na Ucrânia….Deve ser a esta brigada dos terroristas islâmicos da al-Kaida que esta “cantora” pertence !
    Abençoado V. Putin que os está a derrotar na Síria onde estes terroristas crucificavam Cristãos e matavam todo o tipo de inocentes!
    Que Deus o proteja e ajude a Fed. da Rússia a salvar-nos destes satânicos da Nom !

    Quem quiser saber mais ver o blog «el espíadigital.com», em castelhano ou o Voltairenet.org, em Português. Têm muito sobre a Crimeia e o Donbass……

RESPONDER

Federer acusado de manobrar a tabela ATP

Contas da associação de tenistas foram alteradas por causa do coronavírus. Roger Federer está no quinto lugar mas só disputou um torneio ao longo de 2020. Em ano anormal, contas anormais: a tabela oficial da Associação …

Astrónomo do Instituto SETI garante que vamos encontrar extraterrestres até 2036

Seth Shostak, astrónomo e astrofísico do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) está convencido de que os humanos vão encontrar uma civilização extraterrestre inteligente até 2036. “O SETI duplica a velocidade aproximadamente a cada dois anos …

Mais leve e elegante. Assim é a nova e-bike que vai chegar às ruas da Europa

A startup Urban Cycles Oy, com sede em Helsínquia, demarcou uma espécie de lacuna no mercado europeu de bicicletas elétricas e por isso quis preenchê-la. O objetivo era produzir uma bicicleta elegante e mais leve. Um …

Incêndio reduz a maior ilha de areia do mundo a metade. É Património da Humanidade

Quase metade de Fraser, a maior ilha de areia do mundo, que se situa no nordeste da Austrália e foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO, foi destruída por um incêndio florestal. O incêndio queimou …

"Toca de bruxaria" permaneceu até agora numa casa do século XVI. Encontrados crânios de cavalo e veneno

Uma casa cheia de objetos ocultos foi recentemente alvo de grande interesse. O espaço estava localizado dentro de numa casa do século XVI no País de Gales, e encontrava-se repleto de objetos ocultos, incluindo crânios …

Em 1843, o primeiro cartão de Natal foi considerado "escandaloso" (agora vai ser leiloado pela Christie)

Um exemplar do primeiro cartão de Natal impresso comercialmente, em 1843, que retratava uma cena da era vitoriana que escandalizou a população, vai ser posto à venda esta sexta-feira e é considerado um item raríssimo. Este …

Marcelo quer alívio de restrições no Natal sem pôr em xeque janeiro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira esperar que a "possível exceção" no Natal ao quadro de restrições para conter a covid-19 "seja bem entendida e bem vivida" e não provoque …

Bill Gates diz que o mundo estará de volta à normalidade já na primavera de 2021

Bill Gates, que desde 2015 tinha vindo a lançar alguns alertas sobre uma possível pandemia, deixou agora uma mensagem de esperança ao dizer que acredita que os EUA irão voltar ao normal na primavera de …

Mais um passo na hegemonia. China constrói aldeia nos Himalaias, em zona também disputada pela Índia e pelo Butão

Novas imagens de satélite mostram que a China construiu uma aldeia nos Himalaias, ao longo de uma fronteira que também é disputada pela Índia e pelo Butão, e que foi palco de um impasse agressivo …

João Félix eleito jogador do mês da liga espanhola. Ronaldo vence prémio em Itália

O português João Félix, do Atlético de Madrid, foi eleito o melhor jogador da Liga espanhola de futebol do mês de novembro. O luso revelou-se uma peça fundamental durante todo o mês e ajudou a equipa …