Uber com perdas de 6,2 mil milhões. É o maior prejuízo da sua história

A empresa de veículos de aluguer com condutor Uber anunciou esta sexta-feira que as suas perdas no primeiro semestre do ano ascendem a 6,2 mil milhões de dólares (5,6 mil milhões de euros).

Este desempenho volta a colocar em causa o modelo de negócio da empresa, poucos meses depois do seu lançamento no mercado acionista.

De acordo com o jornal Eco, que avança números ligeiramente diferentes – perdas de 5,24 mil milhões de dólares (4,69 mil milhões de euros) – a Uber multiplicou por seis os prejuízo registados em período homólogo. Estes mesmo números são também  apresentados pelo jornal norte-americano The New York Times.

Sediada em San Francisco, no Estado da Califórnia, a Uber faturou no primeiro semestre do ano 6,3 mil milhões de dólares, acima dos 5,4 mil milhões faturados no mesmo período do ano anterior, mas abaixo das expetativas dos analistas.

Um dos elementos mais positivos das contas apresentadas esta sexta-feira pela Uber foi que continua a ganhar quota de mercado a bom ritmo.

Esta plataforma, que além do transporte inclui serviços como a Uber Eats, de entrega de comida, já conta com 99 milhões de utilizadores mensais ativos, mais 30% do que há um ano. Três quartos da faturação foram feitos no negócio-base, transporte de pessoas em automóveis, com 18% da entrega de comida e os 7% restantes do aluguer de automóveis, bicicletas e trotinetes.

“Acreditamos que 2019 será o ano em que mais investiremos e que em 2020 e 2021 as perdas se vão reduzir. Não tenho dúvidas de que o negócio vai atingir um ponto de viragem e propiciar lucros”, afirmou o conselheiro-delegado da Uber, Dara Khosrowshahi.

As palavras deste executivo, contudo, não aclamaram os investidores em Wall Street, onde os títulos da Uber estavam a cair 3,51% nas transações eletrónicas posteriores ao encerramento da praça nova-iorquina

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …