Turista portuguesa internada depois de visitar a República Dominicana já teve alta

A mulher de 42 anos que estava internada no Hospital de Braga na sequência de ter contraído um vírus potencialmente mortal na República Dominicana já teve alta hospitalar, encontrando-se, no entanto, condicionada em termos físicos durante os próximos seis meses.

A informação foi avançada pela rádio local Cidade Hoje, que aponta que mulher, natural e residente em Arnoso Santa Eulália, Famalicão, estará limitada durante os próximos seis meses para evitar uma recaída.

De acordo com a mesma fonte, a mulher não poderá fazer exercício físico nem efetuar caminhadas prolongadas, de forma a conter a infeção e o vírus que terá contraído naquele local paradisíaco.

A mulher de Vila Nova de Famalicão começou a sentir-se mal poucos dias depois de chegar à ilha das Caraíbas. Os primeiros sintomas assemelharam-se a uma gastroenterite (inflamação do estômago ou intestinos), mas, depois, a portuguesa começou a ter dificuldades em respirar, a ficar com o corpo inchado e com dores musculares.

No hospital foi diagnosticado uma miocardite, uma inflamação do músculo do coração que pode provocar arritmias e insuficiência cardíaca. “A doente está internada e clinicamente estável”, indicou fonte hospitalar.

Suspeita-se que a doença tenha sido contraída através do gelo utilizado para refrescar as bebidas feito de água não potável.

No fim de junho, o Governo português, atravesses do Ministério dos Negócios Estrangeiros pediu aos turistas portugueses que tencionassem viajar para a República Dominicana que tivessem precaução, recordando que a água da torneira do país não é potável.

O Ministério apelou para que os portugueses tivessem especial cuidado quanto ao consumo de bebidas e para que optassem sempre por água engarrafada.

Há já registo de dezenas de pessoas que contraíram um vírus naquele país, com desfecho letal para essas pessoas. Apesar de não haver certezas quanto à causa das mortes, nem mesmo se há uma correlação entre estas, os episódios fizeram disparar os alarmes nos Estados Unidos, e no turismo da ilha, levando a República Dominicana a baixar os preços praticados de 1100 para 800 euros.

As autoridades judiciais de vários países, incluindo o FBI, estão a investigar estas mortes que ocorrem principalmente com turistas alojados em hotéis daquela ilha.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PPP hospitalares geraram poupanças para o Estado

O Tribunal de Contas publicou um relatório em que sustenta não ter dúvidas sobre as vantagens que as parcerias público-privadas (PPP) na saúde trouxeram ao Estado, ao longo da última década. Os hospitais em parceria público-privada …

Banco de Fomento está a integrar trabalhadores do antigo BPN

O Banco Português de Fomento está a recrutar colaboradores do antigo BPN para desempenhar funções técnicas, numa altura em que a Parvalorem, onde estão integrados, solicitou ao Executivo o estatuto de empresa em reestruturação. Segundo apurou …

PAN começa a ser julgado por falsos recibos verdes

O PAN vai começar a ser julgado este mês devido ao caso dos falsos recibos verdes. O partido enfrenta três processos judiciais, sendo que o arranque do julgamento do primeiro está marcado para 17 de …

Radovan Karadzic vai ser transferido para o Reino Unido

Radovan Karadzic, antigo líder dos sérvios da Bósnia condenado por genocídio no massacre de mais oito mil muçulmanos bósnios em Srebrenica, em 1995, vai ser transferido para o Reino Unido, onde vai continuar a cumprir …

Adjunta de Matos Fernandes era sócia de empresa que fez negócios com o ministério

Entre 2016 e 2019, a secretária de Estado do Ambiente, Inês Santos Costa, acumulou funções quando integrou o gabinete de João Pedro Matos Fernandes, na qualidade de adjunta, sendo, na altura, sócia de uma empresa, …

Cavaco acusa Governo de Costa de continuar a alimentar "monstro" da despesa pública

Cavaco Silva volta a criticar o Governo de Costa, desta vez por criar “impostos adicionais” sobre “tudo o que mexe” para alimentar “o monstro” da despesa pública. O ex-primeiro-ministro e antigo Presidente da República Aníbal Cavaco …

Dívidas de Vieira investigadas. Com falência à vista, grupo do líder do Benfica pagou viagens de luxo

Afinal, o Fundo de Resolução nunca aceitou a reestruturação das dívidas do grupo empresarial de Luís Filipe Vieira, ao contrário do que foi dito aos deputados na Comissão Parlamentar de Inquérito aos grandes devedores do …

João Rendeiro condenado a 10 anos de prisão

João Rendeiro, antigo presidente do Banco Privado Português (BPP), foi condenado a 10 anos de prisão efetiva esta sexta-feira. O tribunal condenou o ex-presidente do Banco Privado Português (BPP), João Rendeiro, a 10 anos de prisão …

Bloqueio de migrantes. Salvini não vai a julgamento

Matteo Salvini, líder do Liga, não vai a julgamento na sequência do bloqueio do desembarque de migrantes a bordo do navio da Guarda Costeira italiana "Gregoretti", em julho de 2019. Esta sexta-feira, um tribunal italiano decidiu …

Promulgado diploma sobre acesso às praias (com alerta para novo regime de multas)

O "regime contraordenacional, que está previsto para o não cumprimento de um conjunto de regras que temos na área covid, também é aplicado" às regras relativas às praias. O Presidente da República promulgou, esta sexta-feira, o …