/

Trump processa sobrinha e New York Times por investigação sobre os seus impostos

Sarah Silbiger / Pool

O antigo Presidente norte-americano processou a sobrinha e o jornal The New York Times devido à divulgação de um artigo no qual é alegado que Donald Trump estaria envolvido em “esquemas de evasão fiscal”.

Donald Trump acusa a sobrinha, Mary Trump, e os jornalistas do The New York Times de estarem envolvidos numa “conspiração traiçoeira” para obter documentos confidenciais, no âmbito de uma investigação que recebeu o prémio Pulitzer.

Segundo a BBC, Mary Trump terá violado um acordo judicial, que a proíbe de divulgar documentos oficiais, assinado em 2001. Depois disso, partilhou com o jornal norte-americano documentos fiscais que foram utilizados na notícia sobre a evasão fiscal do ex-Presidente.

“Um grupo de jornalistas do The New York Times, envolvidos numa cruzada para obter documentos fiscais confidenciais de Donald Trump, procuraram, incessantemente, a sua sobrinha Mary… e convenceram-na a retirar os registos do escritório do seu advogado”, lê-se no processo.

Na sequência da notícia, alega Trump, o antigo governante sofreu danos significativos, motivo pelo qual pede uma indemnização de 100 milhões de dólares, cerca de 85 milhões de euros.

As reações não tardaram. Susanne Craig, uma das jornalistas envolvidas no processo, escreveu no Twitter: “Eu bati à porta da Mary Trump. Ela abriu a porta. Acho que isto é chamado de jornalismo.”

Uma porta-voz do The New York Times, Danielle Rhoades Ha, disse que a cobertura do jornal sobre os impostos de Trump “ajudou a informar os cidadãos através de reportagens meticulosas sobre um assunto de interesse público” e que o processo foi “uma tentativa de silenciar as organizações noticiosas independentes”.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.