Trump pondera privatizar a Estação Espacial Internacional

NASA

A EEI – Estação Espacial Internacional

A Casa Branca quer entregar a gestão da parte norte-americana da Estação Espacial Internacional, EEI, a uma empresa privada.

A administração Trump está a estudar a privatização da Estação Espacial Internacional, que é dirigida pela agência espacial americana, NASA, em articulação com as agências espaciais russa, Roscosmos, e europeia, ESA.

De acordo com o The Washington Post, que avança com a notícia com base em documentos internos da agência espacial norte-Americana, o objetivo é cortar o financiamento do estado americano a partir de 2024, através de um plano de transição para que a EEI seja gerida pelo setor privado.

“A decisão de acabar com o apoio federal direto à ISS em 2025 não implica que a plataforma não seja mantida em órbita nessa altura – é possível que a indústria queira continuar a operar certos elementos ou capacidades da ISS como parte de uma futura plataforma comercial”, lê-se numa passagem citada pelo jornal.

A Estação Espacial Internacional, colocada em órbita terrestre baixa (a 350 quilómetros de altitude), é a maior e mais moderna estrutura já montada pelo Homem no Espaço. Esta serve de plataforma para missões e como laboratório para experiências espaciais, como explica o Expresso.

Para assegurar esta transição, a Casa Branca vai pedir uma “análise do mercado e planos de desenvolvimento” ao setor privado. Já desde a presidência de George W. Bush que a NASA tem entregue determinadas operações a privados, como é o caso dos voos de abastecimento, que agora são da responsabilidade de empresas como a SpaceX.

Segundo o mesmo jornal, no projeto de Orçamento para 2018/2019, que irá ser apresentado esta segunda-feira, o governo Trump vai pedir 150 milhões de dólares, cerca de 122 milhões de euros, bem como mais dinheiro nos anos seguintes.

Esse dinheiro tem como destino “o desenvolvimento e a maturação de entidades comerciais e das suas capacidades” de forma a “assegurar que os sucessores comerciais da ISS estão operacionais quando for necessário”.

No entanto, a aposta em parcerias com privados está longe de ser consensual, já que o governo norte-americano já gastou cerca de 100 mil milhões de dólares na EEI. Além disso, o quadro legal envolve vários países: EUA, Rússia, o parceiro europeu – através da Agência Espacial Europeia (ESA) – Japão e Canadá.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova ameaça nas salas de aula e chama-se Fortnite

O jogo online mais popular do mundo, com mais de 200 milhões de utilizadores registados, encanta crianças cada vez mais novas. Numa escola primária do Montijo, as aulas passaram a decorrer de forma diferente por …

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …