Trump autorizou militares na fronteira com o México a abrir fogo sobre migrantes

O presidente norte-americano, Donald Trump, declarou nesta quinta-feira que disse aos militares destacados para a fronteira com o México que se os migrantes da América Central lhes atirarem pedras, devem agir como se as pedras fossem “espingardas”.

“Se alguém atirar pedras – como fizeram no México – [os militares] poderão disparar sobre os migrantes, porque se lhes acertarem com uma pedra na cara…”, afirmou Trump numa conferência de imprensa na Casa Branca.

Discursando sobre a imigração, Trump prometeu também emitir na próxima semana uma ordem executiva para proibir os migrantes de pedirem asilo se tiverem entrado ilegalmente nos Estados Unidos e criar grandes cidades feitas de tendas para reter todas as pessoas que atravessem a fronteira.

As leis da imigração atualmente em vigor estabelecem que os migrantes em busca de asilo podem requerê-lo independentemente da forma como chegaram ao país.

Caravanas de milhares de migrantes de diversos países da América Central estão lentamente a dirigir-se para norte, com a intenção de entrar nos Estados Unidos. Um desses grupos envolveu-se em confrontos violentos com a polícia mexicana na fronteira do país com a Guatemala, atirando pedras.

O anúncio de Trump surge em vésperas das eleições legislativas intercalares que se realizam no próximo dia 6 de novembro, que o levaram a endurecer o seu discurso anti-imigração, com o envio de tropas para a fronteira sul do país e com ameaças de eliminar o “direito de solo”, o direito consagrado na Constituição que determina que todas as crianças nascidas em território norte-americano – mesmo que sejam filhas de imigrantes ilegais — têm automaticamente a nacionalidade norte-americana.

O Governo Trump já informou em outubro que no próximo ano fiscal, 2019, reduzirá de 45.000 para 30.000 o número limite de refugiados – o mais baixo desde 1980.

Também nesta quinta-feira, a cinco dias das eleições intercalares para o Congresso dos Estados Unidos, o presidente norte-americano volta a ser acusado de racismo por publicar um vídeo de propaganda, no seu Twitter, que volta a visar hispânicos.

Trump prometeu ainda, nesta quarta-feira, destacar 15 mil militares para a fronteira, de modo a travar o avanço da caravana de migrantes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …

Agências de espionagem dos EUA cedem informações a investigação sobre interferência russa

Trump ordenou às agências de espionagem norte-americanas que deem os dados que têm sobre interferência da Rússia nas presidenciais de 2016 ao Departamento da Justiça. O diretor dos serviços secretos nacionais norte-americanos, Dan Coats, afirmou este …