Tribunal francês reconhece pela primeira vez terceiro género

Agathe / Flickr

"Hermafrodita adormecido", de Bernini (1619), Louvre

“Hermafrodita adormecido”, de Bernini (1619), Louvre

Um tribunal francês reconheceu pela primeira vez a existência de um terceiro género, para uma pessoa nascida com os órgãos sexuais masculinos e femininos, anunciou hoje um delegado do ministério público.

O autor da acção, de 64 anos, considerado do sexo masculino desde que foi como tal designado à nascença, pode agora usar a expressão “género neutro” em documentos pessoais oficiais, em resultado da decisão judicial de 20 de agosto, indicou o subdelegado do ministério público Joel Patard.

Foi, contudo, interposto recurso dessa decisão, aguardando-se uma decisão definitiva.

A notícia foi dada em primeira mão pelo diário 20 Minutes, que entrevistou a pessoa em causa, que é casada e adotou uma criança.

O queixoso nasceu com uma “vagina rudimentar” e um “micropénis” mas sem testículos.

“Quando era adolescente, percebi que não era um rapaz. Não tinha barba, os meus músculos não cresciam… Hoje, sinto finalmente que sou reconhecido pela sociedade como realmente sou”, declarou ao jornal.

Patard disse que esta pessoa recorreu à justiça em junho para obter o estatuto de “género neutro“, não querendo uma designação tão “inequívoca” como homem ou mulher.

Exames médicos e investigação mostrando que o queixoso não era caso único foram apresentados no âmbito do caso, indicou igualmente o responsável judicial.

Aos 35 anos, depois de os médicos lhe terem administrado testosterona, a sua aparência tornou-se “mais masculina“, explicou ao 20 Minutes.

“Foi um choque, já não me reconhecia, e isso fez com que me apercebesse de que não era nem um homem nem uma mulher”, relatou.

O promotor-adjunto do ministério público afirmou que iria recorrer da decisão do tribunal, não por se lhe opor ferozmente, mas por sentir a necessidade de uma decisão superior num caso que “colidiu com as leis vigentes”.

Diversos países, entre os quais Alemanha, Austrália, Nova Zelândia e Nepal, reconhecem oficialmente um terceiro género nos formulários oficiais.

Índia, Paquistão e Bangladesh também têm uma designação oficial para o terceiro género, para os chamados cidadãos ‘hijra’ que não se identificam como homens ou mulheres.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Se calhar você também é uma aberração e ainda nem descobriu! Com certeza também tem coisas diferentes.
      O problema do mundo é ter humanos. Que seres intolerantes e descriminatórios!

  1. Seja aberração da natureza, seja o que for, não podemos obrigar a natureza a adaptar-se às regras dos humanos, mas sim ao contrário. Não vivo de perto com casos deste género, mas acho que merecem respeito todos aqueles que nasceram algo diferentes do que a maioria dos humanos. Antes de fazerem comentários a notícias destas, deveriam passar por centros onde pessoas “diferentes” são acolhidas, para perceberem que afinal também são humanos, e em muitos casos a carregar uma cruz, sem que nada tenham feito!

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …