Tratamento inovador para cancro do pâncreas apresentado em Évora

Marcos Santos / USP

-

Um tratamento inovador do cancro do pâncreas, a segunda neoplasia maligna mais frequente do tubo digestivo e que provoca a morte a 99% dos doentes, vai ser apresentado em Évora este fim de semana.

No último dia dos Encontros da Primavera de Oncologia, um dos temas em destaque é o cancro do pâncreas, sendo apresentado um novo tratamento para o carcinoma, aprovado em janeiro pela Autoridade Europeia do Medicamento (EMA).

Trata-se da primeira terapêutica, em sete anos, a ser aprovada para este tipo de cancro e demonstrou, através de estudos clínicos, aumentar a sobrevida do doente através da redução global de 28% no risco de morte.

O tratamento conta com um mecanismo de ação inovador dirigido às células do tumor no pâncreas que otimiza a atuação do fármaco, melhorando o acesso do medicamento às células do tumor.

O cancro do pâncreas é a 5ª causa mais comum de mortes por cancro no mundo e é assintomático nos estádios iniciais, progredindo de forma muito rápida.

Das pessoas diagnosticadas, 99% acaba por morrer, sendo de apenas três a seis meses a sobrevivência média das pessoas com doença inoperável ou com metástases.

Doentes vivem até três anos

Ana Castro, médica oncologista do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, afirmou hoje à agência Lusa que o novo tratamento tem várias mais-valias e está já a ser utilizado em Portugal.

“Ao ser aprovado pela EMA, é aprovado pelo INFARMED em termos de fármaco. Já é utilizado, mas o reembolso, ou seja, o financiamento do fármaco pelo Estado, ainda carece de uma avaliação fármaco-económica”, disse.

A terapêutica “é importante”, segundo a especialista, porque “duplicou o número de doentes vivos aos dois anos” e, pela primeira vez, permitiu “dados de sobrevivência, ou seja, doentes vivos, aos três anos”.

“Se olharmos só para os dados da sobrevivência, pois, o fármaco aumenta em dois ou três meses a sobrevivência global, parece que não é nada. Mas é um carcinoma com muitos novos doentes diagnosticados por ano e 98% acaba por falecer antes do segundo ano”, realçou.

Por isso, disse Ana Castro, neste ensaio, há que olhar “para os valores de doentes vivos aos dois anos”, o que é “um bom indicador”, pois, “habitualmente quase não há sobreviventes nessa altura”.

“Com este tratamento, se passamos a ter o dobro dos doentes vivos aos dois anos, e se até temos doentes vivos aos três, essa é a grande mais-valia e inovação”, frisou.

Outra novidade do estudo, destacou a especialista, é o facto de ser “um dos primeiros a reportar dados sobre a qualidade de vida” dos doentes.

“O fármaco é dado e, apesar de tudo, o impacto é positivo em termos da qualidade de vida, ou seja, o doente melhora e as toxicidades não são de ordem a que fique pior do que aquilo que estava sem fazer o tratamento”, disse.

Anualmente, surgem no mundo cerca de 280.000 novos casos de cancro do pâncreas. Em Portugal, estima-se que haja 1.225 novos casos por ano, dos quais 693 já com o tumor metastizado no momento do diagnóstico.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas produziram um processador quântico em larga escala feito apenas de luz

Uma equipa internacional de cientistas da Austrália, Japão e Estados Unidos produziu um protótipo de um processador quântico em larga escala feito apenas de luz laser. O mais recente processador quântico é baseado num projeto com …

FIFA investe 449 milhões de euros para desenvolver o futebol feminino

A FIFA anunciou que vai investir 500 milhões de dólares no desenvolvimento do futebol feminino. Em cima da mesa está uma Liga das Nações, um mundial de clubes e torneios para camadas jovens. A FIFA vai …

Escritor famoso escreve livro para ser lido apenas em 2114

O famoso escritor norueguês Karl Ove Knausgaard, autor de romances como A Morte do Pai e a Ilha da Infância, onde explora a sua história pessoal e o seu dia a dia, aceitou escrever um …

PS deverá aprovar recandidatura de Ferro à presidência da Assembleia da República

O Grupo Parlamentar do PS vai reunir-se na quinta-feira, com a presença do secretário-geral, António Costa, ocasião em que deverá aprovar a recandidatura de Ferro Rodrigues ao cargo de presidente da Assembleia da República. Fonte oficial …

Perito revela que arma que investigação diz que matou Luís Grilo foi adulterada

O perito que examinou a arma que, segundo o Ministério Público, António Joaquim usou para matar o triatleta Luís Grilo revelou hoje em tribunal que o revólver foi adulterado, não conseguindo garantir se essa foi …

Cientistas criam vasos sanguíneos artificiais funcionais

Cientistas nos Estados Unidos usaram impressão 3D para fabricar vasos sanguíneos funcionais que poderão vir a ser usados clinicamente em casos de doenças vasculares. O resultado das experiências é relatado num estudo publicado esta terça-feira no …

Ordem suspende durante seis meses obstetra do caso do bebé sem rosto

O Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos decidiu suspender preventivamente o obstetra envolvido no caso do bebé que nasceu em Setúbal com malformações graves. A informação foi avançada à Lusa por fonte oficial da …

A China está a criar porcos gigantes (tão grandes como ursos polares)

https://vimeo.com/368036025 Porcos tão pesados como ursos polares. Esta é a solução encontrada por produtores chineses de porcos que tentam resolver o problema da falta de carne no mercado, muito por culpa da gripe suína africana dizimou …

Rússia e Síria vão partilhar controlo do nordeste sírio

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse hoje que a Turquia e a Rússia alcançaram um acordo pelo qual as forças curdas da Síria vão recuar 30 quilómetros a partir da zona fronteiriça do nordeste …

Câmara dos Comuns aprova acordo do Brexit (mas rejeita calendário apertado)

A Câmara dos Comuns aprovou esta terça-feira a primeira votação do acordo para o Brexit. No entanto, a calendarização da saída foi rejeitada numa segunda votação, deixando um impasse na data para o Brexit. Pela primeira …