Tratamento inovador para cancro do pâncreas apresentado em Évora

Marcos Santos / USP

-

Um tratamento inovador do cancro do pâncreas, a segunda neoplasia maligna mais frequente do tubo digestivo e que provoca a morte a 99% dos doentes, vai ser apresentado em Évora este fim de semana.

No último dia dos Encontros da Primavera de Oncologia, um dos temas em destaque é o cancro do pâncreas, sendo apresentado um novo tratamento para o carcinoma, aprovado em janeiro pela Autoridade Europeia do Medicamento (EMA).

Trata-se da primeira terapêutica, em sete anos, a ser aprovada para este tipo de cancro e demonstrou, através de estudos clínicos, aumentar a sobrevida do doente através da redução global de 28% no risco de morte.

O tratamento conta com um mecanismo de ação inovador dirigido às células do tumor no pâncreas que otimiza a atuação do fármaco, melhorando o acesso do medicamento às células do tumor.

O cancro do pâncreas é a 5ª causa mais comum de mortes por cancro no mundo e é assintomático nos estádios iniciais, progredindo de forma muito rápida.

Das pessoas diagnosticadas, 99% acaba por morrer, sendo de apenas três a seis meses a sobrevivência média das pessoas com doença inoperável ou com metástases.

Doentes vivem até três anos

Ana Castro, médica oncologista do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, afirmou hoje à agência Lusa que o novo tratamento tem várias mais-valias e está já a ser utilizado em Portugal.

“Ao ser aprovado pela EMA, é aprovado pelo INFARMED em termos de fármaco. Já é utilizado, mas o reembolso, ou seja, o financiamento do fármaco pelo Estado, ainda carece de uma avaliação fármaco-económica”, disse.

A terapêutica “é importante”, segundo a especialista, porque “duplicou o número de doentes vivos aos dois anos” e, pela primeira vez, permitiu “dados de sobrevivência, ou seja, doentes vivos, aos três anos”.

“Se olharmos só para os dados da sobrevivência, pois, o fármaco aumenta em dois ou três meses a sobrevivência global, parece que não é nada. Mas é um carcinoma com muitos novos doentes diagnosticados por ano e 98% acaba por falecer antes do segundo ano”, realçou.

Por isso, disse Ana Castro, neste ensaio, há que olhar “para os valores de doentes vivos aos dois anos”, o que é “um bom indicador”, pois, “habitualmente quase não há sobreviventes nessa altura”.

“Com este tratamento, se passamos a ter o dobro dos doentes vivos aos dois anos, e se até temos doentes vivos aos três, essa é a grande mais-valia e inovação”, frisou.

Outra novidade do estudo, destacou a especialista, é o facto de ser “um dos primeiros a reportar dados sobre a qualidade de vida” dos doentes.

“O fármaco é dado e, apesar de tudo, o impacto é positivo em termos da qualidade de vida, ou seja, o doente melhora e as toxicidades não são de ordem a que fique pior do que aquilo que estava sem fazer o tratamento”, disse.

Anualmente, surgem no mundo cerca de 280.000 novos casos de cancro do pâncreas. Em Portugal, estima-se que haja 1.225 novos casos por ano, dos quais 693 já com o tumor metastizado no momento do diagnóstico.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

DiCaprio explica como reverter a crise climática

Ice on Fire é um documentário HBO produzido e narrado pelo ator norte-americano Leonardo DiCaprio que retrata a atual crise climática. A grande produção foi discutida esta segunda-feira em Lisboa, onde se falou do contexto …

Descoberto fóssil de macaco que viveu há 4,2 milhões de anos no Quénia

Uma equipa internacional de investigadores descobriu restos fósseis de um pequeno macaco que viveu no Quénia há 4,2 milhões de anos. Os responsáveis pela investigação, que será publicada na revista Journal of Human Evolution, são cientistas …

Air France acusada de negligência no desastre do voo Rio de Janeiro-Paris

A justiça francesa acusou a Air France de negligência, na sequência da investigação ao acidente aéreo do voo Rio de Janeiro-Paris, que causou 228 mortos em 2009, confirmou esta quarta-feira a AFP. O Ministério Público considerou …

Governo "está preparado” para eventual greve dos camionistas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse esta quarta-feira que “não perdeu as esperanças no esforço de conversação” com os representantes dos camionistas, mas garantiu que “o Governo está preparado para o que vier …

Carga misteriosa e contradições nos passageiros. Revelados novos dados sobre o MH370

A França é o único país que continua a investigar o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em Março de 2014. E emergem novos dados sobre o que apuraram os magistrados envolvidos no caso, …

Foi avistada uma alforreca gigante no Reino Unido

A alforreca gigante, a maior alguma vez encontrada em águas britânicas, foi avistada na Cornualha, no Reino Unido, no sábado, por uma bióloga e repórter da BBC. Segundo o Washington Post, a criatura foi avistada, no …

Montepio condenado a ressarcir cliente que culpou de ataque informático

O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o banco Montepio a pagar a uma cliente de Barcelos os 28.596 euros que em quatro dias foram retirados da sua conta, na sequência de ataque informático. Por acórdão …

Crew Dragon. Já se sabe o que causou a misteriosa explosão da nave da SpaceX

A NASA e a SpaceX explicaram, finalmente, o motivo da explosão da nave espacial Crew Dragon. Apesar de terem sido divulgadas imagens da explosão, nenhuma das agências explicou as razões do desastre. As imagens da nave …

Turistas britânicos encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Turistas britânicos com viagens marcadas para o estrangeiro estão a ser encorajados a levar cartazes de Madeleine McCann pela campanha oficial lançada pelos pais para encontrar a criança inglesa desaparecida em Portugal em 2007. “Vai de …

Crianças preferem ser YouTubers do que astronautas

A maioria das crianças entrevistadas prefere mais ser YouTuber do que ser astronauta. De uma lista de cinco profissões, a de cosmonauta foi a menos escolhida entre crianças americanas e britânicas. Há 50 anos, a ida …