Tratamento radical poderá ser a cura da esclerose múltipla

Jessica Wilson / Science Photo Library

Ressonância magnética de cérebro normal (esquerda) e com esclerose múltipla (direita)

Ressonância magnética de cérebro normal (esquerda) e com esclerose múltipla (direita)

Um novo tratamento pode fazer com que os sintomas da esclerose múltipla não só estabilizem como até regridam, um indício de que o sistema nervoso tem capacidade regenerativa.

A esclerose múltipla é uma doença autoimune na qual o sistema imunitário do paciente ataca o sistema neurológico, causando sintomas como fadiga, depressão e perturbações do equilíbrio, podendo mesmo causar a morte do paciente.

O novo tratamento consiste em substituir todo o sangue e medula óssea do paciente, “reiniciando” o sistema imunitário, e foi descoberto a partir de alguns pacientes com leucemia, o cancro de sangue.

O estudo, cujos resultados foram publicados na semana passada na Lancet, começou em 2000 com um teste clínico feito no Canadá.

No tratamento de leucemia, o tecido da medula é retirado e uma quimioterapia agressiva é aplicada, matando as células do sistema imunitário. A medula é processada, retirando todas as células cancerosas, e reposta no paciente, onde vai reconstruir o sistema imunitário.

Surpreendentemente, este tratamento é eficaz não apenas para a leucemia, mas também para esclerose múltipla.

Outras doenças autoimunes podem também vir a ser tratadas com o mesmo método, entre elas a doença de Crohn, quando o sistema imunitário ataca o intestino, e uma doença da pele rara chamada escleroderma.

No caso da esclerose múltipla, o teste clínico no Canadá, feito com 25 pacientes, apresentou 17 casos de remissão.

Uma das pacientes que estava em cadeira de rodas quando começou o tratamento, e hoje já voltou a trabalhar e pratica desporto. Por outro lado, um paciente morreu de danos no fígado e infecção.

Este tipo extremo de tratamento só é oferecido a pacientes de esclerose múltipla agressiva, já que no período em que o paciente se submete a quimioterapia agressiva, durante o restabelecimento do sistema imunitário, este fica vulnerável a qualquer doença, além de perder cabelo e unhas, ter diarreia e náuseas.

“É importante que os pacientes percebam que este tratamento não é pêra doce”, afirma Mark Freedman, do Ottawa Hospital Research Institute, em Ontario.

Outros efeitos colaterais da quimioterapia incluem esterilidade, além de menopausa prematura para as mulheres.

Para já, os médicos estão a experimentar quimioterapias menos agressivas, que não prejudiquem demasiado o fígado. “Ainda é preciso encontrar um equilíbrio entre toxicidade e eficácia”, comentou John Snowden, do Sheffield Teaching Hospital, à New Scientist.

HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Jornalismo barato e sensacionalista, sem investigação e atoardas!
    Informem-se junto de médicos antes de publicarem coisas completamente alarmantes e erradas.
    Desde quando alguém portador deste problema, morre?!
    Causar a morte é que tem ELA (esclerose lateral amiotrofica) e não esclerose múltipla!
    É assim fica a sociedade esclarecida com disparates destes, assim como quem padece do mal, alarmado é mais vale matar-se já! Sinceramente!

RESPONDER

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …

Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto. Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em …

Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh. A menina foi encontrada dentro …

Reutilização é a verdadeira alternativa a plástico descartável

A alternativa aos produtos de plástico descartáveis tem sido outros produtos também descartáveis, mas a melhor solução passa pela reutilização, indica um relatório divulgado esta terça-feira, que dá exemplos de sucesso. O documento, “The Reusable solutions: …