Físicos vão testar o impossível: transformar a luz em matéria

A mais famosa equação da história, o E=mc² de Einstein, fala sobre a relação entre a massa e a energia, e sobre a quantidade de energia que é produzida quando a matéria é transformada em energia.

Um grupo de cientistas está prestes a inverter a equação: transformar a energia em matéria, algo teorizado há 84 anos, mas que os próprios teóricos achavam impossível ser posto em prática.

Os físicos do Imperial College London vão testar na prática a teoria dos físicos Gregory Breit e John A. Wheeler, que publicaram um artigo no qual abordavam o tema em 1934 na revista Physical Review.

No artigo, Breit e Wheeler propuseram que, se colidisse dois fotões, ou seja, duas partículas de luz, a colisão resultaria num positrão e um eletrão, criando assim matéria a partir da luz.

“Esta seria uma demonstração pura da famosa equação de Einstein que relaciona energia e massa: E = mc², que nos diz quanta energia é produzida quando a matéria é transformada em energia”, explica o investigador sénior e professor de física Steven Rose. “O que estamos a fazer é o mesmo, mas ao contrário: transformar a energia do fotão em massa, ou seja, m = E / c²“.

O problema em testar a teoria é que seriam necessárias partículas de alta energia para que o teste fosse feito, o que não é fácil conseguir.

Mesmo Breit e Wheeler acreditavam que seria impossível, observando que seria “impossível tentar observar a formação dos pares em experiências de laboratório”.

Mesmo com mais otimismo dos cientistas nos últimos anos, as configurações experimentais exigiram a adição de partículas massivas de alta energia, e isso nunca foi observado.

Os físicos do Imperial College London, liderados pelo professor Steven Rose, apresentaram uma maneira de testar a teoria que não dependia desses acréscimos de partículas em 2014, e agora uma experiência está prestes a ser executada na esperança de transformar a luz diretamente em matéria pela primeira vez.

O sistema desenvolvido envolve dois feixes de laser de alta potência, que estão a ser usados ​​para criar os fotões de luz que colidirão. Um dos fotões tem cerca de 1000 vezes a energia dos fotões que produzem luz visível, e o outro tem mil milhões de vezes essa energia.

Os feixes de laser são focados em dois pequenos alvos separados dentro de uma câmara-alvo, que contém ótica complexa usada para focar os feixes de laser e os ímanes usados ​​para desviar as partículas carregadas. São os positrões carregados que saem da colisão que a equipa irá procurar para confirmar se o processo foi um sucesso.

Se a experiência for bem-sucedida, os cientistas vão detetar positrões, mas terão que realizar uma análise cuidadosa dos dados antes que esses positrões possam ser confirmados como originários do processo Breit-Wheeler e não de outros processos de fundo.

“Quando Gregory Breit e John Wheeler propuseram pela primeira vez o mecanismo em 1934, usaram a então nova teoria da interação entre luz e matéria conhecida como eletrodinâmica quântica (QED). Enquanto todas as outras previsões fundamentais de QED foram demonstradas experimentalmente, o processo Breit-Wheeler de dois fotões nunca foi visto”, diz Stuart Mangles, o outro cientista responsável pelo projeto.

Se funcionar, a experiência não será simplesmente surpreendente por si só, mas também nos pode ajudar a entender o universo um pouco melhor.

“Se pudermos demonstrar isso agora, estaríamos a recriar um processo que foi importante nos primeiros 100 segundos do universo e que também é visto em explosões de raios gama, que são as maiores explosões no universo e uma das maiores mistérios não solucionados da física”, complementa Mangles.

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade, a Luz, é a causa primária da Matéria. É o estado mais subtil do subtil da matéria, a ultima fronteira da matéria.No estado de consciência, em que o ser humano se encontra, só a luz densa (matéria como os humanos a conhecem )serve o seu propósito neste Planeta. E o seu propósito, é exactamente, evoluir Espiritualmente, até transformar o seu corpo em Luz. Ou seja, tornar o corpo cada vez menos denso.

  2. A luz é o primeiro estagio da matéria.. mas a luz chegar no estado que muitos chamam de matéria.. que nada mas é a desaceleração da energia e a grupamento da msm.. é necessário um lugar tao frio quanto o universo e ja afirmando o nosso universo é finito e faz parte de um sistema de energia que em seu fluxo causam micros explosões criando vácuos “bolhas” que penetra pequenas frações desta energia que se convertem no que somos e o que chamamos de universo…mas com o bombardeamento maciço desta energia em volta desta bolha ” universo ” a absolvição e novamente o equilíbrio no fluxo energético.

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …