/

Torre Eiffel tem agora uma barreira de vidro “à prova de terroristas”

2

Yoan Valat / EPA

A Torre Eiffel ganhou uma barreira de vidro e uma cerca metálica, com o objetivo de melhorar a segurança do perímetro. As obras custaram cerca de 35 milhões de euros.

Os trabalhos de reforço de segurança na Torre Eiffel, em Paris, estão quase completos, avança esta sexta-feira o Diário de Notícias.

Agora, o monumento francês está envolvido por uma barreira de vidro à prova de bala, com três metros de altura, e uma cerca metálica. A cerca tem “6,5 centímetros de espessura”, informou Bernard Gaudillère, presidente da Sete, a empresa que explora o ex-libris parisiense.

Segundo Gaudillère, a barreira de vidro “é sólida, à prova de todos os testes e de absoluta segurança” diante de disparos de balas. As paredes de vidro erguem-se ao longo do Quai Branly e da Avenida Gustave Eiffel, enquanto que a cerca de metal foi instalada nos outros dois lados, ao longo dos jardins laterais integrados à Torre Eiffel.

A cerca metálica é adaptada ao formato do monumento, tendo adotado a sua forma.

Yoan Valat / EPA

Cerca metálica

A livre circulação no perímetro terminou em 2016 devido ao risco terrorista. As obras para melhorar a segurança iniciaram no outono de 2017. “A maior parte do trabalho será concluída em meados de julho”, disse Gaudillère, e deverá estar completamente concluído em meados de setembro.

A segurança do perímetro custou cerca de 35 milhões de euros.

  ZAP //

2 Comments

  1. nao percebi ? a torre eiffel contituida e feita em aço ,logo nao deve ter sido feito para a proteger ,mas sim quem la circula

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.