Posse de Marcelo dura 12 horas (com missa, Anselmo Ralph e José Cid)

PSD / Flickr

Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa toma posse como novo Presidente da República de Portugal a 9 de Março próximo, num evento que vai durar 12 horas, incluindo uma missa na Mesquita de Lisboa e um concerto com figuras como Anselmo Ralph e José Cid.

O dia da tomada de posse de Marcelo começará às 9 horas no Parlamento e terminará cerca de 12 horas depois, com um concerto para jovens, com o hino nacional cantado pela fadista Mariza.

De acordo com a agenda provisória do Presidente eleito disponibilizada à Agência Lusa, a cerimónia oficial será idêntica à de há dez anos – quando Cavaco Silva substituiu Jorge Sampaio.

Assim, o Presidente da República cessante deve fazer a sua última revista às tropas, seguindo-se intervenções do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e de Marcelo Rebelo de Sousa, já depois do juramento oficial como o 19.º Presidente da República Portuguesa.

Após a cerimónia de tomada de posse, seguir-se-ão os cumprimentos da praxe e a deposição de um ramo de flores no túmulo de Luís de Camões, no Mosteiro dos Jerónimos, como é já tradição.

Mas Marcelo vai inovar, depositando também flores no túmulo de Vasco da Gama.

O novo Presidente da República entrará, de seguida, pela primeira vez nessa qualidade no Palácio de Belém, onde haverá também um cerimonial de boas-vindas e depois um almoço com um conjunto de individualidades do país.

Segue-se uma celebração ecuménica na Mesquita de Lisboa, que contará com a participação de diversas confissões religiosas.

Por volta das 18 horas, decorrerá a também habitual cerimónia no Palácio da Ajuda, com Marcelo Rebelo de Sousa a condecorar Cavaco Silva.

O último momento da agenda da tomada de posse está marcado para as 20 horas, na Câmara Municipal de Lisboa, com um concerto dedicado à juventude na Praça do Município.

Estão previstas as participações no espectáculo de José Cid, Paulo de Carvalho, Mariza – que cantará o hino nacional – e ainda actuações de Anselmo Ralph, HMB, Pedro Abrunhosa e Diogo Piçarra.

No dia seguinte, decorrerá a recepção ao corpo diplomático no Palácio da Ajuda.

ZAP / Move Notícias

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Tantos milhares, QUE FAZEM FALTA, gastos nestas andanças. Era melhor fazer uma cerimónia de acordo com o estado de penúria do País e o dinheiro que vai ser gasto para nada ser entregue a instituições de caridade. Assim deveria agir um presidente preocupado com o povo. Mas é mais um.

  2. Não se trata de que eu tenha nenhuma especial simpatia,,mas o novo PR deverá dar a mesma ou idêntica solenidade,como poderia ser dada a um novo rei,numa monarquia.
    Afinal somos uma república que todos devemos honrar e o cidadão em causa foi eleito democraticamente.
    Gasta-se tanto dinheiro mal gasto, que não me parece que este evento seja o único a ser criticável,.
    Pela parte que me toca votei noutro candidato, mas a partir daqui o senhor em questão é o Presidente da República Portuguesa regime que defendo ,”ipso facto” digno do meu respeito até razões em contrário.Viva o novo PR.

  3. É tudo à grande … e à portuguesa! Não interessa que o país esteja falido e a pagar juros da dívida que chegavam e sobravam para sustentar o SNS.

  4. Uma missa numa mesquita?!?!?!?! Começas bem, pah!…

    E se são várias confissões religiosas porque não ao ar-livre, no Terreiro do Paço.

    Já agora, para respeitar a diversidade e multiculturalidade EM PROPORÇÔES DEMOCRÀTICAS (chavão que utilizam agora para nos impingirem culturas que nunca foram, nem nunca serão, a nossa), a tal “missa”, deveria distribuir-se da seguinte forma: Celebração Cristã (Católicos, Protestantes e outros Cristãos, para simplificar), 55 minutos, Outras religiões… 1 minuto… (dá para cada um dizer uma sílaba, com sorte), os restantes são os agnósticos que, como não acreditam em nada, não falam, mas que, ainda assim, têm direito a mais tempo de antena que os muçulmanos e restantes… Ficará a assembleia, portanto, em silêncio por esses 4 minutos.

    Em Democracia respeitam-se as minorias, mas não daremos às minorias a mesma influência representativa das maiorias, precisamente por ser uma DEMOCRACIA!

    Caso contrário eu fundo amanhã o culto da galinha verde com dentes e quero ter o mesmo tempo de antena que todos os outros e 30 milhões para fazer um templo em Lisboa! Não é, Oh Kosta?

  5. Meus amigos, concordo com todos vós. Mas até quando continuamos a pagar o ordenado aos antigos presidentes? Não acham que durante o mandato receberam o suficiente para uma velhice digna? Pensem nisso, meus senhores (as).

  6. Uma missa na mesquita de Lisboa???
    Li bem ou é gralha?
    Será a preparação da entrega de Portugal ao DAESH?
    Esta festança não deveria ser feita no parque da Bela Vista? O evento poderia ser:
    “2016 Uns passam fome outros fazer a festa”.

  7. o Paulo de Carvalho vai cantar o Hino do PPD/PSD pois foi ele o compositor.
    Só falta um grupo musical de Lelos. Depois lá vem a Amnistia Internacional dizer que a festa do prof. Martelo foi racista pois não teve ciganos.

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …