Todos os não-africanos têm genes Neandertal – incluindo o da diabetes

BBC

-

Um gene que parece aumentar o risco da diabetes em populações da América Latina pode ter sido herdado dos Homens de Neandertal, de acordo com um estudo americano.

Sabe-se hoje que os humanos modernos se miscigenaram com populações de Neandertais depois de deixar África, no período entre 60.000 e 70.000 anos atrás.

Isso significa que genes Neandertal estão agora dispersos pelo genoma de todos os não-africanos.

Os detalhes do estudo foram publicados na revista Nature. A variação do gene foi detectada num vasto estudo do genoma de mais de oito mil mexicanos e outros latino-americanos.

O estudo analisou genes de diferentes indivíduos para tentar descobrir se estão ligados por alguma particularidade.

BBC

Os primeiros humanos modernos miscigenaram com populações de Neandertal, cujos genes estão hoje espalhados entre nós.

Os primeiros humanos modernos miscigenaram com populações de Neandertal, cujos genes estão hoje espalhados entre nós.

As pessoas que possuem a versão de maior risco do gene têm 25% mais probabilidade de desenvolver diabetes do que os que não a tem. Além disso, os que herdam esses genes de pai e mãe têm uma probabilidade 50% maior de ter diabetes.

A forma mais perigosa do gene – o SLC16A11 – foi encontrada em mais da metade das pessoas que possuem ancestrais nativos da América, incluindo a América Latina.

Tratamento

Essa variação do gene é encontrada em cerca de 20% das populações do Leste da Ásia e muito rara em habitantes da Europa e da África.

Uma frequência elevada dessa variação na América Latina pode ser a responsável por até 20% do aumento da prevalência da diabete tipo 2 nessas populações – cujas origens são complexas e pouco entendidas.

“Até agora, estudos genéticos usaram amostras de pessoas com ancestrais europeus ou asiáticos, o que torna possível a perda de genes que são alterados em frequências diferentes noutras populações”, disse à BBC um dos coautores da pesquisa, José Florez, professor associado de medicina na Harvard Medical School, do Massachusetts, nos Estados Unidos

“Ao alargar a nossa investigação para incluir amostras do México e da América Latina, descobrimos um dos mais fortes riscos genéticos já encontrados até agora, o que pode abrir novos caminhos para atacar a doença com medicamentos“, explicou.

A equipa que descobriu a variante realizou análises adicionais, em colaboração com Svante Paabo, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva, tendo descoberto que a sequência do SLC16A11 associada com o risco de diabetes tipo 2 é encontrada numa sequência de genoma de Neandertal recentemente descoberta na caverna Denisova, na Sibéria.

Análises indicam que a versão SLC16A11 foi introduzida nos humanos modernos por meio de miscigenação entre os primeiros humanos modernos e Neandertais.

Encontrar genes de Neandertal em humanos não é incomum. Cerca de 2% dos genomas actuais de não-africanos foram herdadas deste grupo humano, que viveu na Europa e Ásia ocidental entre 400.000-300.000 anos e 30.000 anos atrás.

Mas os cientistas só agora estão a começar a entender as implicações funcionais dessa herança Neandertal.

“Um dos aspectos mais excitantes desse trabalho é que revelamos uma nova pista sobre a biologia do diabetes”, disse outro co-autor da pesquisa, David Altshuler, do Broad Institute de Massachusetts.

O SLC16A11 é parte de uma família de genes que codificam proteínas responsáveis por várias reações químicas no corpo. Alterar os níveis de proteína SLC16A11 pode mudar a quantidade de um tipo de gordura que está relacionada com o risco de diabetes.

Estas descobertas sugerem assim que a proteína poderá estar envolvida no transporte de um metabólito desconhecido, que afeta os níveis de gordura nas células – aumentando desta forma o risco de diabetes tipo 2.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Já há 58 candidatos para a escola de pastores da região Centro

A escola de pastores, um projeto-piloto integrado no Programa de Valorização da Fileira dos Queijos da Região Centro, arranca no dia 23 de setembro e conta, até ao momento, com 58 candidatos inscritos. Em comunicado, a …

Interesse na compra da TVI faz ações da Cofina subir mais de 5%

As ações da Cofina subiam esta segunda-feira mais de 5%, depois de na semana passada a dona do Correio da Manhã ter confirmado que estava a negociar com a Prisa a compra da Media Capital, …

Boris Johnson rejeita convocar o Parlamento durante as férias

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, rejeitou esta segunda-feira a ideia de convocar o Parlamento durante as férias, depois da divulgação de documentos alertando para a escassez de alimentos e outros bens no caso de um …

Donald Trump partilha imagem da Trump Tower na Gronelândia

Donald Trump prometeu não construir uma Trump Tower na Gronelândia, o território autónomo da Dinamarca que quer comprar por ser um “grande negócio imobiliário”. A fotomontagem foi publicada no Twitter pelo Presidente dos Estados Unidos. A …

Dia vira noite. Às 15 horas já estava escuro em São Paulo

Uma frente fria encontrou-se com uma massa de ar que continha partículas de incêndios florestais da região da Amazónia. O choque de temperatura entre as duas massas, teve como resultado o escurecimento do dia. Durante a …

Zé Luís rejeitou salário três vezes mais alto para vir para o FC Porto

Com a ambição de representar o FC Porto, Zé Luís teve de fazer sacrifícios a nível financeiro. O cabo-verdiano rejeitou uma proposta da China com um salário muito mais alto. Zé Luís parece começar a justificar …

Motorista que conduziu Marcelo entre Lisboa e Porto mandou um e-mail. Foi investigado como "ameaça ao Estado"

O Governo recebeu um email a avisar que a greve dos motoristas ia provocar o caos, fazendo parar muitos serviços - e lembrando que assim caiu um governo no Chile. O executivo receou que fosse uma …

Marinho e Pinto quer Pardal Henriques como deputado do Partido Democrático Republicano

Ainda que não tenha confirmado Pedro Pardal Henriques como um dos cabeça-de-lista do partido que fundou, Marinho e Pinto não poupou elogios ao advogado do Sindicato de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) . “Seria um …

TAP vai deixar de contar para o défice orçamental

A 15 dias das eleições legislativas, o défice orçamental de 2018 vai ser revisto em baixa. Em causa estão os prejuízos da TAP que deixam de influenciar as contas nacionais. A alteração será comunicada a duas …

Imigrantes desesperam com atrasos no SEF. Bloco questiona Governo

As marcações para atendimento no SEF estão suspensas até ao final deste ano e não existem datas disponíveis nem agenda definida para 2020, levando muitos imigrantes a ficar em risco de irregularidade. A espera para conseguir …