Tiroteio em armazém da FedEx nos EUA faz pelo menos oito mortos

Pelo menos oito pessoas morreram, esta quinta-feira à noite, no tiroteio ocorrido num armazém da empresa de serviços postais FedEx em Indianápolis, no estado norte-americano do Indiana.

Segundo a porta-voz da polícia de Indianápolis, Genae Cook, citada pela cadeia televisiva CNN, além dos oito mortos provocados pelo tiroteio, o agressor também acabou depois por se matar, garantindo que já não existe perigo para a comunidade.

“Temos várias pessoas com ferimentos de bala”, disse Cook aos jornalistas, acrescentando que várias foram transportadas para hospitais e uma está em estado crítico.

O incidente ocorreu pouco depois das 23h00 de quinta-feira (03h00 desta sexta-feira em Lisboa) num armazém da FedEx perto do aeroporto de Indianápolis, onde trabalham 4500 pessoas.

As autoridades ainda não sabem o que motivou este ataque, mas as investigações já começaram e vão prosseguir esta sexta-feira, disse ainda a porta-voz.

Em comunicado, a FedEx disse estar a par do “trágico tiroteio” nas suas instalações em Indianápolis e garantiu que a segurança é a sua “principal prioridade” neste momento.

“Os nossos pensamentos estão com todos aqueles que foram afetados. Estamos a trabalhar para reunir mais informação e a cooperar com a investigação das autoridades”, afirmou o representante da empresa, Jim Masilak, em resposta à CNN.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.