Homens trabalham mais dois anos do que mulheres, em Portugal

Em média uma pessoa trabalha durante cerca de 37 anos e meio, em Portugal. Roménia é onde se trabalha menos tempo, Islândia é onde se trabalha mais.

Uma pessoa que trabalhe em Portugal, passa pouco mais de 37 anos e meio em empregos.

A média foi apresentada no Eurostat, o portal de estatísticas relacionadas com os países europeus.

Os números de 2021 mostram que, em média, uma pessoa trabalha durante 37,6 anos em Portugal.

As estimativas são feitas para jovens de 15 anos que comecem agora a trabalhar, explica o ECO.

Os homens em Portugal passam mais dois anos a trabalhar do que as mulheres: média de 38,6 anos no sexo masculino e de 36,6 anos no sexo feminino.

A média da União Europeia é de 36 anos, abaixo dos números portugueses. A média dos homens europeus (38,2 anos) está próxima dos homens portugueses, mas a média das mulheres europeias (33,7 anos) está claramente abaixo da média feminina portuguesa.

Esta tabela mostra que o país na Europa onde se trabalha mais tempo é na Islândia: 44,6 anos. Seguem-se Países Baixos (42,5 anos) e Suécia (42,3 anos).

Os homens islandeses chegam ao máximo europeu de 46,4 anos a trabalhar. Também é na Islândia que as mulheres trabalham mais tempo (42,6 anos).

A Roménia está no outro extremo. É o país onde se trabalha menos tempo, com uma média de 31,3 anos, seguida por Itália e Grécia.

No entanto, os homens que trabalham menos tempo são os búlgaros (34,6 anos) e as mulheres com menos tempo na vida laboral são as italianas (26,9 anos).

Há 30 países nestas estatísticas e só num – Lituânia – a expectativa de tempo laboral é maior para as mulheres (37,7 anos) do que para os homens (36,4 anos).

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.