Afinal, a tecnologia não prejudica as habilidades sociais das crianças

Um novo estudo sugere que, apesar do tempo gasto diariamente com os smartphones, os jovens são tão socialmente qualificados quanto os da geração anterior.

Uma nova investigação comparou as avaliações de professores e pais de crianças que entraram no jardim de infância em 1998 (seis anos antes do lançamento do Facebook) com as avaliações de crianças que entraram em 2010 (ano em que foi lançado o primeiro iPad).

Os resultados mostraram que estes dois grupos foram classificados de maneira muito semelhante nas habilidades interpessoais, como a capacidade de formar e manter amizades ou conviver com pessoas diferentes. Além disso, as crianças foram também classificadas de igual forma no que diz respeito ao autocontrolo, a capacidade de regular o seu próprio temperamento.

“Em praticamente todas as comparações que fizemos, as habilidades sociais permaneceram as mesmas ou aumentaram modestamente para as crianças nascidas mais tarde”, referiu Douglas Downey, professor de Sociologia na Universidade Estadual de Ohio e principal autor do artigo, publicado recentemente no American Journal of Sociology.

A ideia para este estudo surgiu há vários anos, quando Downey discutiu com o seu filho Nick, numa pizzaria, a possibilidade de as habilidades sociais terem declinado na nova geração de jovens. “Comecei a explicar-lhe que a sua geração era terrível em termos de habilidades sociais, muito provavelmente devido ao tempo que passam em dispositivos eletrónicos.”

“O Nick perguntou como é que eu sabia isso. Realmente, não havia nenhuma evidência sólida e, por isso, decidi investigar.” Downey e a sua equipa compararam dados de crianças que iniciaram o jardim de infância em 1998 (19.150 alunos) com crianças que ingressaram este nível de ensino em 2010 (13.400 alunos).

Desde que entraram no jardim de infância até completarem o quinto ano, as crianças foram avaliadas seis vezes pelos professores. Pelos pais, foram avaliadas no início e no final do jardim de infância, assim como no final do primeiro ano.

Os resultados mostraram que, da perspectiva dos professores, as habilidades sociais das crianças não diminuíram entre os grupos de 1998 e 2010. Aliás, as avaliações das habilidades interpessoais e de autocontrolo tendem a ser um pouco mais altas nas crianças que entraram para o jardim de infância em 2010.

As crianças de ambos os grupos que tiveram uma maior exposição às telas dos dispositivos eletrónicos apresentaram um desenvolvimento semelhante nas habilidades sociais em comparação com as que passaram menos tempo em frente a um tablet ou com um smartphone nas mãos.

Segundo o EurekAlert, a única exceção verificou-se nas crianças que passavam muito tempo em sites de jogos e redes sociais durante o dia. Apesar de as habilidades sociais deste grupo serem um pouco mais fracas, “este efeito era muito pequeno”.

O facto de as novas gerações estarem a aprender a ter um bom relacionamento social significa que são capazes de se comunicar com sucesso tanto pessoalmente quanto online.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …