Técnica de edição genética CRISPR danifica o ADN

Kristyna Wentz-Graff / OHSU

CRISPR é uma técnica que permite aos cientistas cortar uma porção de código genético e reinserí-la novamente num ponto específico da cadeia de DNA, permitindo o seu estudo em tempo real

Uma equipa de cientistas descobriu que a técnica de edição genética CRISPR/Cas9 é capaz de provocar danos genéticos que podem levar a alterações perigosas em algumas células.

A tecnologia CRISPR/Cas9 foi criada nos Estados Unidos, em 2012. O Cas9 é uma proteína especial relacionada ao sistema imunitário adaptativo CRISPR e, através dela é possível detetar fragmentos estranhos de ADN, removê-los e substitui-los por novos. Ou seja, a tecnologia permite modificar o ADN.

Agora, uma equipa de cientistas britânicos descobriu que esta técnica pode provocar danos genéticos que podem, por sua vez, originar alterações perigosas em algumas células.

Esta descoberta, cujo artigo científico foi publicado esta segunda-feira na Nature Biotechnology, tem implicações sobre a segurança das terapias que estão agora a ser desenvolvidas usando a CRISPR/Cas9.

Esta técnica é encarada como uma das maiores ferramentas de edição genética, isto porque consegue alterar porções de sequências genéticas nas células através do corte em pontos específicos da molécula de ADN e da introdução de alterações nesses mesmos locais.

Aliás, o Público realça que a CRISPR/Cas9 é vista por muitos como uma forma inovadora de desenvolver tratamentos para doenças como a sida, o cancro ou a hemofilia. No entanto, é preciso garantir que esta técnica é segura.

A equipa de Allan Bradley, investigador do Instituto Wellcome Sanger e co-autor do estudo, levou a cabo um estudo sistemático tanto em células de cobaias como em células humanas, e descobriu que a técnica causava mutações genéticas extensas, incluindo grandes rearranjos como deleções ou inserções de pedaços de ADN.

Estas mutações, explica o jornal, podem fazer com que genes importantes sejam ligados ou desligados e ter implicações inesperadas significativas.

Desta forma, os investigadores envolvidos na investigação alertam que algumas alterações genéticas observadas neste estudo se encontravam muito longe do sítio escolhido como alvo para serem intercetadas pelos métodos e testes padronizados.

Estes resultados sublinham a importância de sermos muito cuidadosos no que toca ao uso das técnicas de edição genética.

Ainda assim, “os resultados não são razão para pânico ou perda de crença nos métodos quando estão a ser aplicados por aqueles que sabem o que estão a fazer”, conclui Robin Lovell-Badge, especialista em células estaminais do Instituto Francis Crick, no Reino Unido.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …