Teatro de Portalegre à venda no OLX por 350 mil euros

DR (OLX)

Teatro de Portalegre à venda no OLX por 350 mil euros

O Teatro Portalegrense, histórico imóvel construído em 1854, está à venda no site OLX por 350 mil euros. O edifício que se encontra degradado pertence a privados que procuram desfazer-se dele desde 2013.

O antigo Teatro de Portalegre está de portas fechadas há vários anos e a precisar de profundas obras de remodelação. Apesar disso, o edifício tem grande valor histórico, sendo “um dos mais antigos de Portugal construído de raiz para a actividade teatral”, como destaca o jornal Público.

No anúncio publicado no OLX, sublinha-se que se trata de um “imóvel único” e “com uma grande história”, com “interior em madeira”, “frescos” no tecto, camarotes, “escadas em granito”, “com plateia e 3 balcões, mais arrecadações, bar, salas anexas e palco”.

Além disso, o anúncio releva a localização do Teatro no “centro histórico de Portalegre” e sublinha que, por isso, tem “30% de desconto anual do IMI [Imposto Municipal sobre Imóveis]”.

O Teatro Portalegrense já foi templo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e sede do Grupo Desportivo Portalegre.

Os proprietários privados que detêm o imóvel colocaram-no à venda em 2013, mas não apareceu nenhum comprador, refere o Público.

A Câmara de Portalegre não tem capacidade financeira para reabilitar o imóvel, como explica ao jornal a presidente da autarquia, Adelaide Teixeira, frisando que o “desejável será encontrar-se uma solução economicamente viável e que preserve a essência do edifício”.

O Teatro de Portalegre foi “o primeiro edifício a ser erguido para teatro” nesta cidade e é “o sexto teatro mais antigo do país entre os que ainda se encontram de pé”, explica o Público.

O jornal lembra ainda que foi neste edifício histórico que José Régio, que foi professor do Liceu de Portalegre, levou à cena a sua primeira peça, “Sonho de uma Véspera de Exame”.

Também foi neste Teatro que Amélia Rey Colaço protagonizou a sua última cena em 1985.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.