A “tartaruga punk” está oficialmente em vias de extinção

Chris Van Wyk / Zoological Society of London / EPA

Elusor macrurus, também conhecida como a “tartaruga punk”

A tartaruga punk, conhecida pela sua aparência única e por conseguir respirar através dos genitais, é uma das espécies de répteis em vias de extinção.

A tartaruga Elusor macrurus, também conhecida como “tartaruga punk”, é uma criatura marinha única. Com 40 centímetros de comprimento, narinas largas e um penteado feito de algas, só pode ser encontrada no rio Mary River em Queensland, Austrália, e por isso também é conhecida por esse nome.

Infelizmente, esta carismática tartaruga está oficialmente em vias de extinção e, por isso, escreve o Science Alert, o Zoological Society of London (ZSL) decidiu colocá-la no 29.º lugar de uma nova lista das espécies de répteis mais ameaçadas do planeta.

“Os répteis geralmente são os menos beneficiados em termos de conservação, em comparação com pássaros e mamíferos. Muitos répteis são os únicos sobreviventes de antigas linhagens, cujos ramos genealógicos se estendem até à era dos dinossauros”, explica Rikki Gumbs, o coordenador desta nova lista.

E quando se trata desta tartaruga, isso é especialmente verdade. O animal divergiu das tartarugas modernas há cerca de 40 milhões de anos e tem muitas características únicas, como a cauda longa, que pode crescer até mais 70% do que o comprimento da sua concha, e protuberâncias no queixo que a ajudam a sentir o leito do rio.

Além disso, para além do penteado punk, esta tartaruga respira pelos genitais, isto é, tem estruturas parecidas a guelras perto da sua extremidade traseira que permitem que respire oxigénio debaixo de água até três dias seguidos.

Condenada pela sua aparência

Infelizmente, a sua aparência única foi exatamente o que a condenou à quase extinção. Durante as décadas de 60 e 70, esta tartaruga tornou-se um animal de estimação extremamente popular.

Todos os anos, mais de 15 mil exemplares desta espécie foram enviados para lojas de animais por toda a Austrália, o que levou à devastação dos locais de nidificação. Agora, os especialistas estão a lutar para mantê-la viva.

“Assim como acontece com os tigres, rinocerontes e elefantes, é vital que façamos o máximo para salvar estes animais únicos e muitas vezes ignorados“, afirma Gumbs.

Embora tenha sido a sua condenação, o aspeto peculiar desta tartaruga também poderá vir a ser a sua salvação. Em 2009, a construção de uma barragem preparava-se para ameaçar o seu habitat mas uma série de fotos virais transformou-a numa espécie de mascote local.

O assunto ganhou destaque no debate público e os planos da construção da barragem foram cancelados. Mesmo assim, apesar desta vitória, a guerra está longe de terminar. A tartaruga continua ameaçada por animais selvagens, pela criação de gado e pela qualidade da água, que diminuiu significativamente nos últimos 20 anos.

Os biólogos estimam que a sua população total foi reduzida em mais de 95% em relação aos níveis históricos. “Se perdermos esta espécie, não haverá nada como ela na Terra”, conclui Gumbs.

PARTILHAR

RESPONDER

Trump critica muro construído pelos seus apoiantes na fronteira com México

O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA) criticou hoje um muro construído por apoiantes na fronteira americana com o México e que está em risco de ruir, defendendo que o objetivo do grupo era …

Estado de emergência devido a novo derrame de combustível no Círculo Polar Ártico

As autoridades russas declararam o estado de emergência na localidade de Tukhard, na Sibéria, devido ao derramamento de 44,5 toneladas de combustível num lago, naquele que é o segundo desastre ecológico no Círculo Polar Ártico …

Bélgica inclui Alentejo e Algarve na zona laranja com "maior vigilância"

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo e do Algarve serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica …

Infetado detido em Miranda do Douro por desrespeitar confinamento obrigatório

A GNR deteve em Miranda do Douro um homem, de 26 anos, por não respeitar o confinamento obrigatório que lhe foi decretado pela autoridade de saúde pública naquele concelho do distrito de Bragança. "O homem encontrava-se …

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …