Tartaruga extinta há 150 anos é recuperada nas Galápagos

Brocken Inaglory / Wikimedia

Chelonia mydas, uma das espécies ameaçadas de tartaruga que nidifica nas águas de Moçambique

Um programa conjunto entre a Direção do Parque Nacional Galápagos (DPNG) e a ONG americana Galapagos Conservancy conseguiu recuperar no arquipélago equatoriano das ilhas Galápagos uma espécie de tartaruga que estava extinta há mais de 150 anos.

Segundo o diretor do projeto “Iniciativa para a Restauração das Tartarugas Gigantes”, Washington Tapia, estes animais da espécie “Chelonoidis niger” tinham desaparecido da ilha de Floreana. Tapia lembra que, nos séculos XVI e XVII, Galápagos foi refúgio de piratas e caçadores de baleias que consumiam carne de tartaruga como fonte de alimentação.

Os registos encontrados demonstram que essas “personagens” usavam a ilha de Isabela como último reduto de descanso antes de abandonar Galápagos e que, quando queriam reduzir a carga, atiravam ao mar as tartarugas vivas que carregavam nas embarcações.

Foi assim que tartarugas da ilha de Floreana e de outras espécies chegaram ao vulcão Wolf, no norte da ilha de Isabela, explicou Tapia.

O projeto começou no ano 2000, quando a DPNG e a Universidade de Yale (EUA) recolheram amostras de sangue de tartarugas no vulcão e encontraram uma com genes da espécie da ilha de Pinta.

Após essa descoberta, uma expedição em 2008 recolheu amostras de sangue de outras 1.700 tartarugas, e em 2012 foi descoberto que havia não uma, mas cerca de 80 tartarugas com ascendência de Floreana e algumas de Pinta.

Várias delas agora são usadas para desenvolver o programa de reprodução e criação em cativeiro não só para recuperar a espécie de tartaruga de Floerana, mas para contribuir com a restauração ecológica da ilha.

Tapia explicou que os cascos dos machos das tartarugas “Chelonoidis niger” podem medir até 120 centímetros de comprimento.

“Em Galápagos não há grandes mamíferos. Os mega-herbívoros são as tartarugas e, por Floreana ter perdido as suas tartarugas, há processos ecológicos e evolutivos que estão alterados”, indicou o investigador, que agora espera que o retorno da espécie à sua ilha permita restaurar a “integridade ecológica“.

O programa de reprodução e criação, no qual foi investido cerca de 240 mil euros e que é desenvolvido no centro de criação “Fausto Llerena”, na ilha de Santa Cruz, começou com 20 tartarugas divididas em quatro grupos reprodutores, com três fêmeas e dois machos em cada um.

Quando chegarem aos cinco anos de idade, os exemplares serão levados a Floreana, onde neste momento não há tartarugas.

O arquipélago de Galápagos, que assim foi batizadi devido às grandes tartarugas que habitam as ilhas, está situado a cerca de mil quilómetros da costa continental do Equador e foi declarado em 1978 como Património Natural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

As reservas terrestres e marítima, que abrangem uma superfície de 138 mil quilómetros quadrados, contêm uma rica biodiversidade, considerada como um laboratório natural que permitiu ao cientista britânico Charles Darwin desenvolver a teoria sobre a evolução e seleção natural das espécies.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Vai ser possível ver auroras boreais a partir de um balão de ar quente

A agência Off The Map Travel vai lançar em dezembro de 2020 o primeiro balão de ar quente. O objetivo é levá-lo a ver auroras boreais do céu. As auroras boreais são já um verdadeiro espetáculo …

Nova tecnologia militar aquece as mãos em temperaturas negativas sem luvas

Cientistas do exército norte-americano criaram uma tecnologia capaz de aquecer as mãos dos soldados em baixas temperaturas sem serem necessárias luvas. Se completar uma tarefa do dia-a-dia com luvas pode revelar-se complicado, imagine-se tentar recarregar uma …

Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro. Os vertebrados são animais …

O novo líder do CDS reclama uma nova direita (e quer um partido "sexy")

Francisco Rodrigues dos Santos sagrou-se este domingo o 10º presidente do CDS, reclamando no seu discurso de vitória a herança de todos os seus antecessores, desde o fundador, Freitas do Amaral, a Assunção Cristas. O tom …

Paços 0 - 2 Benfica | “Águia” não vacila e passa pressão

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer por 2-0, colocando pressão sobre o FC Porto, segundo classificado, que na próxima terça-feira recebe o Gil Vicente. A formação “encarnada” foi superior na maioria dos principais momentos …

Governo reabre processo para corrigir mapa das freguesias

O Governo reabriu o processo para a correção ao mapa de freguesias, num compromisso com as associações de municípios e de freguesias, anunciou o secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. “Iremos retomar …

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …