A Tabela Periódica mais antiga do mundo foi encontrada por acaso num armazém

Cientistas da Universidade de St. Andrews acreditam ter encontrado o primeiro exemplo sobrevivente de uma tabela periódica de sala de aula.

O químico Dmitri Mendeleev fez a sua famosa revelação sobre a periodicidade em 1869 e a tabela de St Andrews é bastante semelhante, mas não idêntica à segunda tabela de Mendeleev de 1871.

A tabela, impressa em alemão sobre papel de linho, foi descoberto em 2014, enquanto funcionários da Escola de Química estavam a limpar o seu armazém, de acordo com um comunicado da Universidade.

Entre a desordem de equipamentos de laboratório e frascos químicos, os funcionários encontraram um antigo depósito de cartas de ensino enormes e enroladas. Um dos pergaminhos continha a tabela periódica – com tinta em papel tão velho que começou a destruir-se quando foi tocada.

Uma inscrição no canto inferior esquerdo – Verlag v. Lenoir & Forster, Wien – identifica um impressor científico que operou em Viena entre 1875 e 1888. Outra inscrição – Lith. von Ant. Hartinger & Sohn, Wien – identifica o litógrafo do gráfico, que morreu em 1890.

O professor Eric Scerri, da Universidade da Califórnia, datou a tabela entre 1879 e 1886 com base nos elementos representados. Por exemplo, tanto o gálio quanto o escândio, descobertos em 1875 e 1879, respetivamente, estão presentes, enquanto o germânio, descoberto em 1886, não está.

A investigadora da Universidade de St. Andrews, M Pilar Gil, encontrou uma entrada nos registos da transação financeira nos arquivos de St Andrews que registava a compra de uma tabela de 1885 pelo professor Thomas Purdie do catálogo alemão de C Gerhardt (Bonn) por três marcos (equivalente a 1,53 euros) em outubro de 1888.

Esta entrada e evidência de compra por correspondência parece definir a origem da Tabela Periódica de St Andrews. Foi produzido em Viena em 1885 e foi comprado pelo professor Purdie em 1888. Segundo a Universidade, esta tabela parece ser a única da sua altura a sobreviver em toda a Europa.

“A descoberta da Tabela Periódica mais antiga do mundo na Universidade de St Andrews é notável”, disse David O’Hagan, professor de química da Universidade de St Andrews. “A tabela estará disponível para estudo e exibição na Universidade e temos uma série de eventos planeados em 2019, designado ano internacional da tabela periódica pelas Nações Unidas, para coincidir com o 150º aniversário da criação da tabela por Mendeleev.”

“Estamos muito satisfeitos por agora saber quando é que a mais antiga Tabela Periódica conhecida chegou a St Andrews para ser usada no ensino“, disse Gabriel Sewell, Chefe de Coleções Especiais da Universidade de St. Andrews.

“Graças à generosidade do National Manuscripts Conservation Trust, a tabela foi preservada para as gerações atuais e futuras e estamos ansiosos para torná-la acessível a todos.”

ZAP // Sci News

PARTILHAR

RESPONDER

"Sem dúvida". Montenegro diz que era capaz de derrotar Costa

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro, que é agora candidato à liderança do partido, afirmou, em entrevista ao jornal Público e à Rádio Renascença, que era capaz de derrotar António Costa.  "Acho que era …

Rússia quer legalizar comércio de 'diamantes de sangue' africanos

Os diamantes exportados da República Centro-Africana estão associados à corrupção, à violência, à guerra civil, a violações e assassinatos. Agora, Moscovo anunciou que quer o fim do embargo internacional, buscando legalizar na totalidade a sua …

Economia abrandou, mas ainda é possível cumprir meta de crescimento

O Produto Interno Bruto cresceu 0,3% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, metade do registado no segundo trimestre, mantendo o ritmo de crescimento, de 1,9%, na comparação com o mesmo período de 2018. Segundo …

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …