A Tabela Periódica mais antiga do mundo foi encontrada por acaso num armazém

Cientistas da Universidade de St. Andrews acreditam ter encontrado o primeiro exemplo sobrevivente de uma tabela periódica de sala de aula.

O químico Dmitri Mendeleev fez a sua famosa revelação sobre a periodicidade em 1869 e a tabela de St Andrews é bastante semelhante, mas não idêntica à segunda tabela de Mendeleev de 1871.

A tabela, impressa em alemão sobre papel de linho, foi descoberto em 2014, enquanto funcionários da Escola de Química estavam a limpar o seu armazém, de acordo com um comunicado da Universidade.

Entre a desordem de equipamentos de laboratório e frascos químicos, os funcionários encontraram um antigo depósito de cartas de ensino enormes e enroladas. Um dos pergaminhos continha a tabela periódica – com tinta em papel tão velho que começou a destruir-se quando foi tocada.

Uma inscrição no canto inferior esquerdo – Verlag v. Lenoir & Forster, Wien – identifica um impressor científico que operou em Viena entre 1875 e 1888. Outra inscrição – Lith. von Ant. Hartinger & Sohn, Wien – identifica o litógrafo do gráfico, que morreu em 1890.

O professor Eric Scerri, da Universidade da Califórnia, datou a tabela entre 1879 e 1886 com base nos elementos representados. Por exemplo, tanto o gálio quanto o escândio, descobertos em 1875 e 1879, respetivamente, estão presentes, enquanto o germânio, descoberto em 1886, não está.

A investigadora da Universidade de St. Andrews, M Pilar Gil, encontrou uma entrada nos registos da transação financeira nos arquivos de St Andrews que registava a compra de uma tabela de 1885 pelo professor Thomas Purdie do catálogo alemão de C Gerhardt (Bonn) por três marcos (equivalente a 1,53 euros) em outubro de 1888.

Esta entrada e evidência de compra por correspondência parece definir a origem da Tabela Periódica de St Andrews. Foi produzido em Viena em 1885 e foi comprado pelo professor Purdie em 1888. Segundo a Universidade, esta tabela parece ser a única da sua altura a sobreviver em toda a Europa.

“A descoberta da Tabela Periódica mais antiga do mundo na Universidade de St Andrews é notável”, disse David O’Hagan, professor de química da Universidade de St Andrews. “A tabela estará disponível para estudo e exibição na Universidade e temos uma série de eventos planeados em 2019, designado ano internacional da tabela periódica pelas Nações Unidas, para coincidir com o 150º aniversário da criação da tabela por Mendeleev.”

“Estamos muito satisfeitos por agora saber quando é que a mais antiga Tabela Periódica conhecida chegou a St Andrews para ser usada no ensino“, disse Gabriel Sewell, Chefe de Coleções Especiais da Universidade de St. Andrews.

“Graças à generosidade do National Manuscripts Conservation Trust, a tabela foi preservada para as gerações atuais e futuras e estamos ansiosos para torná-la acessível a todos.”

ZAP // Sci News

PARTILHAR

RESPONDER

Merkel admite: Greta Thunberg teve influência nas novas medidas alemãs pelo ambiente

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou nesta sexta-feira que o seu governo decidiu ser mais ambicioso nas medidas contra as alterações climáticas como resposta à mobilização e marchas pelo ambiente de crianças e adolescentes inspirados …

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …

Deputado vai ser testemunha no caso do incêndio de Monchique. Mas não conhece o arguido

O deputado social democrata Cristóvão Norte vai testemunhar em defesa do suspeito do crime de incêndio, que deflagrou em Monchique em 2018, mas não conhece o arguido nem a sua advogada. O deputado foi um dos …