Supremo devolve investigações de corrupção sobre Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro

blogplanalto / Flickr

O ex-presidente do Brasil, Lula da Silva

O ex-presidente do Brasil, Lula da Silva

O juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro e relator da Operação Lava Jato, Teori Zavascki, determinou esta terça-feira a devolução das investigações envolvendo Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro.

O jornal O Estado de São Paulo referiu que, assim, as investigações sobre do ex-Presidente brasileiro serão enviadas para o juiz responsável pela Operação Lava Jato em primeira instância em Curitiba, no estado do Paraná.

O Procurador-geral da República do Brasil pediu esta sexta-feira ao STF para enviar ao juiz Sérgio Moro as investigações relativas à suposta participação do ex-Presidente Lula da Silva em esquemas de corrupção.

Na decisão, Teori Zavascki anulou ainda as escutas do ex-Presidente em diálogo telefónico com Dilma Rousseff, em março deste ano, e apontou que Sérgio Moro usurpou a competência do STF ao autorizar as escutas à atual Presidente afastada.

Dilma Rousseff foi escutada numa conversa com Lula da Silva em que o avisa sobre o envio de um documento de posse do ex-presidente como ministro da Casa Civil. Por uma decisão de Moro, os áudios foram tornados públicos, aumentando ainda mais a crise vivida pelo Governo da ex-Presidente, que foi afastada do cargo a 12 de maio.

Como consequência, o ministro Gilmar Mendes, do STF, acolheu um pedido para impedir a posse de Lula da Silva como ministro da Casa Civil, o braço-direito da Presidente.

Com a decisão de hoje, o diálogo no qual Dilma Rousseff aparece a dizer que vai enviar o termo de posse da Casa Civil a Lula da Silva para que usasse o documento “em caso de necessidade” não poderá ser utilizado como prova de que ambos atuaram para obstruir as investigações.

Suspeitas de corrupção

Entre as investigações que devem regressar a Moro estão a que tenta apurar se Lula da Silva é ou não dono de uma quinta em Atibaia e outra sobre um apartamento no Guarujá, imóveis em São Paulo que receberam remodelações financiadas por construtoras investigadas na Operação Lava Jato, da polícia federal, que está a investigar a corrupção em várias empresas, incluindo a petrolífera Petrobras.

Com esta decisão, as investigações voltam para o juiz Sérgio Moro que, a 4 de março, determinou a condução coercitiva de Lula da Silva – quando o investigado é levado pela Polícia Federal para prestar depoimentos – para explicar as suspeitas envolvendo os dois casos polémicos.

As conversas entre Lula da Silva e Dilma Rousseff foram divulgadas a 16 de março, na véspera do ex-Presidente tomar posse como ministro-chefe da Casa Civil.

Ainda em março, o juiz do STF determinou que Moro encaminhasse todas as investigações envolvendo o ex-Presidente para o Supremo Tribunal Federal. O juiz justificou a iniciativa dizendo que cabia ao STF avaliar de quem era a competência para continuar as investigações sobre Lula da Silva.

A decisão de enviar as investigações contra Lula da Silva para Moro acata em parte a manifestação do Procurador-geral da República Rodrigo Janot, já que o ex-Presidente não tem foro privilegiado.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Abrantes. Escolas deixam de dar notas em novo modelo de avaliação

Não há notas: a avaliação passa a ser contínua. Este é o novo modelo de avaliação que o Agrupamento de Escolas Solano de Abreu, em Abrantes, apresentou esta segunda-feira. O Agrupamento de Escolas Solano de Abreu, …

Uma onda de calor atingiu a Europa (mas Portugal escapou)

Portugal é dos poucos países que vão escapar à massa de ar quente vinda do deserto do Saara que elevará o mercúrio dos termómetros para lá dos 40ºC em quase toda a Europa. Porém, o nosso …

AEK Atenas oficializa Francisco Geraldes por empréstimo do Sporting

O futebolista português Francisco Geraldes foi esta terça-feira oficializado pelos gregos do AEK Atenas como reforço para a época 2019/200, por empréstimo do Sporting. "O AEK comunica oficialmente a assinatura com o médio ofensivo Francisco Geraldes, …

Diretor artístico do Teatro São Carlos demite-se

O diretor artístico do Teatro Nacional de São Carlos (TNSC), Patrick Dickie, apresentou esta terça-feira a sua demissão à ministra da Cultura. “O diretor artístico do Teatro Nacional de São Carlos, Patrick Dickie, informou esta tarde …

Entre elogios e recados, Marcelo dá luz verde ao decreto de execução orçamental

O Presidente da República promulgou o decreto-lei de Execução Orçamental, um dia depois de o diploma ter entrado em Belém, para que "possa entrar em vigor ainda antes do início do segundo semestre". Na nota publicada …

Hospital da Luz em Lisboa limita acesso a urgências pediátricas no verão

O acesso dos clientes ao Atendimento Urgente de Pediatria "será limitado temporariamente" devido a obras de expansão do hospital. Condicionamento vai durar de 1 de julho a 15 de setembro. O Hospital da Luz, em Lisboa, …

Português entre as vítimas mortais em incêndio em Paris

Um cidadão português é uma das três vítimas mortais do incêndio ocorrido no sábado num prédio no centro de Paris, França, disse esta terça-feira à Lusa fonte oficial do Governo. Uma fonte oficial do gabinete do …

Restaurante de Avillez entre os 50 melhores do mundo

O restaurante Belcanto, do chef José Avillez, entrou pela primeira vez para a lista dos melhores 50 melhores restaurantes do mundo, para a 42ª posição. No ano passado, o restaurante, situado no Largo de São Carlos, …

Sevilha terá recusado contratar João Félix por 1,5 milhões. Era "muito dinheiro"

Reforço já garantido pelo Atlético Madrid para a próxima temporada, João Félix poderia por estes dias já andar na Liga espanhola, ao serviço do Sevilha, clube que no arranque da temporada 2018/19 terá recusado contratar …

Carrossel internacional do IVA. 15 empresários detidos em megaoperação da PJ

A Polícia Judiciária (PJ) deteve nesta terça-feira 15 empresários por suspeitas de fraude fiscal e de branqueamento de capitais no âmbito de um esquema conhecido por carrossel internacional do IVA. Está em causa um tipo de …