Stephen Hawking quer energizar a terra com mini buracos negros

M.Weiss / CXC / NASA

Conceito artístico do buraco negro Cygnus X-1

Há várias formas, práticas e teóricas, de gerar energia. Entre outros métodos, podemos recolher a energia que o sol emite, fazer colidir hidrogénio para produzir hélio, recolhendo a energia que sobra, recolher a energia que resta quando o urânio decai. Mas o físico Stephen Hawking sugeriu agora mais uma forma: usar mini buracos negros.

Originalmente, os cientistas acreditavam que os buracos negros eram regiões com matéria tão densa que nada escapava delas, nem mesmo a luz.

Mas em 1974, Stephen Hawking resolveu estudar o comportamento quântico em torno do buraco negro e, para seu espanto, chegou à conclusão de que os buracos negros emitiam radiação.

O resultado teórico foi entretanto confirmado por outros cientistas, usando outras abordagens, e hoje essa emissão é chamada de Radiação Hawking.

A quantidade de radiação Hawking emitida depende do tamanho do buraco negro: buracos maiores emitem menos radiação, enquanto os mini buracos negros emitiriam bastante radiação Hawking.

Numa palestra dada à BBC no dia 2 de fevereiro, Stephen Hawking sugeriu agora uma forma de usar estes mini buracos negros para gerar energia.

Segundo Hawking, “um buraco negro com a massa equivalente a uma montanha emitiria raios-X e raios gama a uma taxa de cerca de 10 milhões de megawatts – o suficiente para atender a demanda de energia do planeta”.

“Mas não será fácil, no entanto, recolher a energia de um mini buraco negro. Não dá para manter um buraco negro numa estação geradora, ele simplesmente cairia pelo chão e terminaria no centro da Terra”, explica o consagrado astro-físico.

Mas este não é o único problema prático.

Antes de mais, ninguém até hoje encontrou qualquer prova da existência destes mini buracos negros, e há boas razões para duvidar da sua existência.

Teoricamente, estes mini buracos negros ter-se-ão formado muito cedo na história do Universo, quando a matéria se encontrava ainda na forma de uma nuvem densa de plasma.

(dr) Håkan Lindgren

Segundo Stephen Hawking, “podemos criar micro buracos negros nas dimensões extras do espaço-tempo”.

Segundo Stephen Hawking, “podemos criar micro buracos negros nas dimensões extras do espaço-tempo”.

A densidade nesta nuvem não era uniforme, e em alguns pontos chegaria a valores tão altos que formaria os tais mini buracos negros.

Só que para tal acontecer, a flutuação de densidade do plasma tem que ser tão grande, que a quantidade de buracos negros produzidos teria que ser muito maior do que a quantidade presentemente conhecida.

Mas se for este o caso, então estes buracos negros devem estar no espaço, a vaguear por aí.

Como caçar um mini buraco negro

Para usar mini buracos negros como fonte de energia, é preciso encontrar e rebocar um deles para próximo da Terra.

Colocar o mini buraco negro em órbita da Terra não deve ser problema, mas encontrar e rebocar um mini buraco negro… sim, é um problema.

Segundo Sabine Hossenfelder, física do Nordic Institute for Theoretical Physics, encontrar estes buracos negros pode levar dezenas ou centenas de milhares de anos.

Além disso, como um buraco negro não tem superfície, não há forma de “agarrar” um deles – tem que ser rebocado gravitacionalmente, colocando uma massa enorme na sua proximidade, a funcionar como um íman.

Quando o mini buraco negro se desloca em direcção à massa, esta é movida na direcção pretendida.

Recolher a energia e proteger a humanidade da radiação emitida pelo mini buraco negro também deve dar algum trabalho. Mas esta é a parte mais fácil, se considerarmos as outras tarefas.

Mas uma outra opção é fabricar os mini buracos negros aqui na Terra.

Segundo Hawking, “podemos criar micro buracos negros nas dimensões extras do espaço-tempo”.

Só que estas dimensões extra podem ou não existir. Até agora, o LHC – Grande Colisionador de Hadrões – do CERN não encontrou nenhum sinal destas dimensões.

E mesmo que existam estas dimensões extras, isto não significa que um mini buraco negro feito em colisores de partículas, como o LHC, possam ser usados para produzir energia. O problema, neste caso, é o tempo de vida das partículas, 10^-23 segundos.

E para terminar, há ainda o pequeno problema de não ser certo que andar a criar buracos negros e dimensões extra no nosso quintal seja grande ideia.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Texto final do acordo da Cimeira do Clima aprovado pelos 195 países participantes

Os líderes mundiais presentes comemoraram este sábado a aprovação do texto final da COP21 - Conferência Mundial do Clima, sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Após 13 dias de debates, os representantes …

Texto final do acordo da Cimeira do Clima aprovado pelos 195 países participantes

Os líderes mundiais presentes comemoraram este sábado a aprovação do texto final da COP21 - Conferência Mundial do Clima, sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Após 13 dias de debates, os representantes …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagem: Livre caiu para metade, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …