Sporting invoca justa causa para despedir Marco Silva

d.r. SportingClubePortugal / Facebook

Marco Silva, treinador do Sporting

Marco Silva

O Sporting anunciou esta quinta-feira, em comunicado, que vai rescindir o contrato com o treinador da equipa de futebol Marco Silva, invocando justa causa.

“O Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal, Futebol – SAD, informa que foi acionado o processo de rescisão do contrato de trabalho com o treinador Marco Silva invocando justa causa“, lê-se no documento.

De acordo com os leões, “foram dadas indicações expressas aos órgãos competentes para de imediato desenvolverem os necessários procedimentos, tendo hoje, Marco Silva sido informado desta decisão com efeitos imediatos”.

Esta quinta-feira o Correio da Manhã tinha adiantado as queixas do Sporting contra Marco Silva.

Segundo o CM, serão cinco as razões que Bruno de Carvalho terá para se ter incompatibilizado com o treinador em que apostou.

Os primeiros focos de tensão surgiram na pré-época, com Marcos Rojo, cujo passe era na altura detido a 50% pela Doyen. A empresa tentou impedir que Rojo jogasse no torneio Teresa Herrera, a direcção do Sporting recusou o pedido, e o jogador foi convocado.

No entanto, Marco Silva, cujo empresário é Carlos Gonçalves (segundo o CM, amigo de Nélio Lucas, responsável pela Doyen), resolveu não utilizar o defesa.

“Não tenho que dar qualquer justificação”, terá dito na altura Marco Silva aos responsáveis leoninos.

Ainda durante a pré-época, o técnico dos leões terá visto a tentativa de agressão de Marcos Rojo a Bruno de Carvalho, mas terá dito “não ter presenciado nada”.

Ainda antes do início da época, Slimani recusou alinhar num jogo. Em conferência de imprensa, Marco Silva, “sabendo dessa recusa, afirmou desconhecer os motivos da ausência do argelino”, avança o CM.

Segundo o mesmo jornal, em Janeiro o técnico deu o seu aval à contratação de Ewerthon, sabendo que o central brasileiro não poderia jogar de imediato, devido a uma lesão, mas “mais tarde terá dito ao presidente que não se responsabilizava pela contratação”.

Finalmente, o presidente leonino terá pedido ao seu treinador que apostasse mais na formação – algo que apenas terá acontecido com o central Tobias Figueiredo.

Segundo o CM apurou, a tensão terá aumentado quando o técnico justificou o número de penalties cometidos por Tobias com a juventude do jogador. A direcção do clube teria preferido que o técnico tivesse usado as circunstâncias do jogo para explicar as faltas cometidas.

Marco Silva não conhece motivos do despedimento por justa causa

O treinador Marco Silva garantiu não conhecer os motivos alegados pelo Sporting para o despedir por justa causa e defendeu estar de consciência tranquila, como sempre esteve.

“Não sei que justificação, não conheço”, disse à saída do estádio de Alvalade, quando questionado sobre se conhecia os motivos que levaram o clube leonino a anunciar hoje o seu despedimento, invocando justa causa.

Depois de ser abraçado por alguns adeptos, que o aplaudiram, Marco Silva defendeu que este não é o momento certo para falar.

“Nós ganhámos a Taça, agora os adeptos devem desfrutar esse momento. No momento certo iremos falar”, acrescentou antes de entrar no carro.

Numa paragem à saída do estádio de Alvalade, o ex-técnico leonino garantiu, em declarações à TVI, estar de “consciência tranquila”, como sempre esteve.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Família de George Floyd apresenta queixa-crime contra Minneapolis

A família de George Floyd apresentou esta quarta-feira uma queixa-crime contra o município de Minneapolis e contra quatro polícias pela responsabilidade na morte do afro-americano às mãos da polícia, em maio, anunciaram os advogados. "Não foi …

UE reduz lista de países para reabrir fronteiras e mantém EUA e Brasil de fora

Os Estados-membros da União Europeia (UE) atualizaram, esta quinta-feira, a lista de países aos quais reabrem as fronteiras externas, mantendo de fora os Estados Unidos e o Brasil. "Na sequência da primeira revisão ao abrigo da …

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …