Só quatro médicos aceitaram reforçar hospitais do Algarve no verão

Felipe Pilotto / Flickr

No ano passado, foram sete os profissionais que se voluntariaram para o programa de mobilidade especial lançado pelo Governo para dar resposta ao aumento da população, de junho a setembro.

O programa de mobilidade especial que pretende reforçar os cuidados hospitalares na zona sul do país durante o verão em que há um acréscimo na população – estima-se que a população passe dos 500 mil habitantes para mais de 1,5 milhões – foi lançado pela segunda vez, mas a medida voltou a ter um impacto reduzido.

Se em 2016 apenas sete médicos aceitaram a mobilidade para aquela região entre junho e setembro, este ano, só quatro médicos se voluntariaram.

Segundo o Diário de Notícias, o despacho foi publicado em Diário da República a 7 de junho e, embora sem apontar números, pedia médicos para anestesiologia, ortopedia, ginecologia/obstetrícia, pediatria, medicina interna, cirurgia geral, nefrologia e oncologia, especialidades identificadas como sendo as mais carenciadas.

O sistema é voluntário e os médicos cumprem o mesmo horário e recebem o mesmo vencimento, como nos hospitais de origem. A contrapartida está nas ajudas de custo, que vão dos 50 aos 200 euros, dependendo se pernoitam na zona e se há necessidade de subsídio de transporte.

O presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Algarve (CHA), que integra os hospitais de Faro e de Portimão, Joaquim Ramalho, disse que os quatros médicos – que vieram de Lisboa, Viseu, Bragança e Açores – estarão na região em julho e agosto, devendo ficar até meados ou final de setembro. São especialistas de anestesia, ortopedia, neurologia e medicina geral e familiar.

Apenas quatro clínicos não cobrem as necessidades da região, ainda mais no verão, quando a população triplica, mas Joaquim Ramalho sublinha que este reforço trouxe ganhos: “Em termos de custo direto, podemos ter aqui, em média, uma economia de 20% a 30%” em relação ao que seria os custos das prestações de serviço para cumprir o mesmo número de horas.

“Mas há outro tipo de ganhos, que tem a ver com o podermos contar com um profissional durante um período e planificarmos as escalas com outra segurança. Por outro lado, são profissionais que estão integrados em equipa nos seus hospitais e há toda uma prática clínica que é mais fácil de enquadrar com as nossas equipas”, diz.

Sobre a fraca eficácia da medida, Joaquim Ramalho lembra que depende da disponibilidade dos serviços de origem – embora não seja preciso autorização prévia, tem de ficar garantido que o serviço não fica desfalcado – e do próprio profissional. Mas admite que poderá ser mais efetivo se houver “uma programação mais atempada”.

O presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Algarve sugere que em maio se faça um levantamento dos hospitais e das especialidades que podem disponibilizar médicos. “Em junho, já todos estaríamos organizados e se houvesse interessados poderíamos ter um número maior de profissionais no verão”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tiago Antunes acusa Rui Rio de usar Constituição como "moeda de troca" para agradar ao Chega

No podcast Política com Palavra do PS, o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, Tiago Antunes, acusou Rui Rio de propor a revisão da Constituição e do sistema eleitoral como "moeda de troca" para o …

Pedro Nuno Santos quer receitas da rodovia a ajudar a financiar a ferrovia

Há dois anos, o ministro defendia a possível separação da REFER das Estradas de Portugal. Agora, volta atrás e quer que as receitas de rodovia ajudem a financiar a ferrovia. O Ministro das Infraestruturas e da …

A China está a construir 110 novos silos nucleares. Estados Unidos estão preocupados

Na segunda-feira, a Federação de Cientistas Americanos (FAS) publicou um relatório no qual denuncia a existência de um campo de instalações nucleares perto da cidade de Hami, na província chinesa de Xinjiang. Estarão a ser …

Inglaterra desconfinou totalmente. Então, porque estão os novos casos a descer?

O fim das restrições a 19 de Julho fez soar alarmes por toda a Europa sobre o possível aumento exponencial de casos. Na verdade, o número de novos casos tem vindo a descer e a …

Siza Vieira admite possibilidade de "alargar" funcionamento das atividades económicas

O ministro de Estado e da Economia disse que o Conselho de Ministros desta quinta-feira vai analisar "todas as medidas restritivas" atualmente em vigor e terá a possibilidade de "alargar" o funcionamento das atividades económicas. "Eu …

Relatório do Novo Banco. Centeno, Costa e Ramalho ficam mal na fotografia

A versão final do relatório do Novo Banco apontou mais responsabilidades a Mário Centeno e António Costa, visto estarem ambos no governo durante a venda. A tese do Banco de Portugal sobre as injecções de …

OE. PSD fecha a porta a negociações, mas socialistas preferem mantê-la aberta

Rio remete a posição do PSD para declarações de António Costa em que o primeiro-ministro admitiu a intenção de se demitir caso o Orçamento só seja aprovado com votos dos sociais-democratas. Já José Luís Carneiro, …

FC Porto empata com a Roma em jogo manchado por conflito entre jogadores

O FC Porto empatou hoje 1-1 com os italianos da Roma, treinados pelo português José Mourinho, em jogo de preparação para a próxima temporada, disputado no Estádio Municipal da Bela Vista, em Lagoa. A equipa italiana, …

Benfica abre investigação para averiguar eventuais conflitos de interesses de Vieira

O SL Benfica vai abrir uma investigação interna para averiguar eventuais conflitos de interesses durante a presidência de Luís Filipe Vieira. O clube diz que não pode afirmar nem excluir a "eventual existência no passado de …

Estados Unidos e Rússia em diálogo discreto em Genebra para estabilizar relações

Delegações dos Estados Unidos e da Rússia continuaram esta quarta-feira, em Genebra, o diálogo iniciado na mesma cidade pelos respetivos presidentes, Joe Biden e Vladimir Putin, em junho, para discutir a estabilidade estratégica entre as …