Sementes de rúcula podem ser cultivadas em Marte

20th Century Fox

Matt Damon no filme “The Martian”, de 2015.

Cientistas descobriram que sementes de rúcula podem ser cultivadas em Marte. Esta descoberta pode tornar mais provável a hipótese de um dia colonizarmos o planeta Marte.

O sonho de um dia viver noutro planeta que não a Terra não é novo e move muitas investigações científicas. Agora, sabemos que estamos um pouco mais perto dessa realidade após uma equipa de investigadores ter descoberto que as sementes de rúcula podem ser cultivadas no Espaço.

Marte é o planeta mais habitável do sistema solar e tem sido considerado como um dos principais candidatos à colonização humana extensiva e permanente. Não apenas por estar mais próximo ao nosso planeta, mas também pelas condições da sua superfície, que se assemelham às da Terra.

Através do projeto ‘Rocket Science’, cientistas do Royal Holloway enviaram 2 quilogramas de sementes de rúcula para o Espaço. As sementes passaram seis meses na Estação Espacial Internacional antes de regressarem à Terra. Cá, 600 mil crianças do Reino Unido participaram na experiência de cultivar as sementes e monitorizar o seu crescimento comparativamente com sementes que nunca saíram do nosso planeta.

Desta forma, descobriram que as sementes apenas crescem um pouco mais devagar quando regressam à Terra. Esta descoberta abre portas para a possibilidade de um dia cultivar alimentos noutro planeta.

“O nosso estudo descobriu que uma jornada de seis meses para o Espaço reduziu o vigor das sementes de rúcula em comparação com as que permaneceram na Terra, indicando que os voos espaciais aceleraram o processo de envelhecimento”, disse Jake Chandler, autor do estudo publicado em abril na revista científica Life.

Assim, o cientista afiança que a perspetiva de comer salada caseira em Marte pode estar um pequeno passo mais perto.

“Quando os humanos viajarem para Marte, vão precisar de encontrar maneiras de se alimentar, e esta investigação ajuda-nos a entender algumas das biologias de armazenamento e germinação de sementes, que serão vitais para futuras missões espaciais“, explicou, por sua vez, o astronauta da ESA, Tim Peake.

Segundo o Tech Explorist, durante toda a experiência, os cientistas determinaram os mecanismos fisiológicos e moleculares subjacentes aos efeitos do voo espacial nas sementes secas. O vigor da germinação das sementes foi reduzido e a sensibilidade ao envelhecimento aumentou. No entanto, a viabilidade das sementes não foi comprometida.

A equipa de especialistas também recomenda proteção adicional para manter a qualidade das sementes durante os voos espaciais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …