A revista Science já escolheu a descoberta científica do ano

As novas tecnologias capazes de mostrar como o ADN envia um sinal a cada célula para que se desenvolva ao longo do tempo foram consideradas a “Descoberta do Ano” 2018 pela Science.

De acordo com os especialistas, estes métodos vão transformar a ciência nas próximas décadas, oferecendo uma visão cada vez mais precisa dos processos de envelhecimento, de curas e de doenças.

“Da mesma forma como uma partitura musical indica quando e o que é que os instrumentos de corda, de sopro e de percussão têm de tocar para criar uma sinfonia, uma combinação de tecnologias mostra quando os genes de cada célula são ativados e dão o sinal às células para que desempenhem o seu papel especializado”, afirmou a revista norte-americana de divulgação científica.

“O resultado é a capacidade de seguir o desenvolvimento dos organismos e dos órgãos com um nível de precisão impressionante, célula por célula, ao longo do tempo”, indicou.

Estes métodos modernos apoiam-se nos trabalhos do Nobel de Medicina de 2002, John Sulston, e dos seus colegas, “que mapearam o desenvolvimento de um nematódeo, Caenorhabditis elegans, ao observar microscopicamente de forma cuidadosa como as larvas crescem célula por célula”, disse Jeremy Berg, editor das revistas do grupo Science.

“Com as tecnologias atuais, particularmente o sequenciamento paralelo de ADN em grande escala e a microscopia de fluorescência avançada, as células do Caenorhabditis elegans foram mapeadas novamente utilizando métodos de identificação, análise e montagem baseados no modelo de comportamento dos genes dentro de cada célula”, disse.

Foram publicados artigos este ano sobre como um verme plano, um peixe, uma rã e outros organismos começam a produzir órgãos e extremidades à medida que crescem.

Os cientistas estão a trabalhar arduamente um pouco por todo o mundo para usar estas técnicas nas células humanas: a forma como envelhecem e se regeneram, assim como as alterações que causam cancro, diabetes ou outras malformações físicas.

A revista Science é editada pela American Association for the Advancement of Science (Associação Americana para o Avanço da Ciência).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal comer um ovo por dia é mau outra vez

Afinal, comer um ovo por dia não é assim tão bom para a saúde como estudos recentes sugeriam. O maior consumo de ovos e colesterol pode aumentar o risco de doenças cardíacas e de morte …

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …